00h00 - sexta, 21/04/2017

Xutos e muito mais na festa
da Liberdade em Odemira

Xutos e muito mais na festa da Liberdade em Odemira

Já lá vão (quase) 43 anos desde a madrugada escura em que o capitão Salgueiro Maia partiu com as suas tropas de Santarém para Lisboa para derrubar o cinzentismo que então dominava o país. A manhã na capital acordou limpa e, sobretudo, livre. A 25 de Abril de 1974 a liberdade chegou a Portugal e mais de quatro décadas de pois continua a ser celebrada na vila de Odemira com muitos concertos, cante alentejano, provas desportivas e cerimónias protocolares.
A iniciativa "Abril em Odemira" tem vindo a decorrer ao longo de todo o mês, mas os pontos altos das comemorações vão decorrer ao longo dos próximos dias. Já nesta sexta-feira, 21 de Abril, o palco montado no Largo Brito Pais recebe os DJs Lighthouse e Joana (22h00), enquanto no sábado, 23, actuam os grupos FaxRock, Suspeitos do Costume e Alcoolémia (22h00).
Também no sábado arranca o Toféu José Poeira em ciclismo e realiza-se um encontro de cante alentejano no cine-teatro Camacho Costa, com os grupos corais de Odemira, de São Luís, de Vila Nova de Milfontes e de Baleizão (15h00).
No domingo, 23, o dia fica marcado pelo espectáculo familiar "Karingana Reggae" (15h00 no Jardim Sousa Prado), pelo lançamento do livro Os hamsters da biblioteca, de Fernando Évora e Gonçalo Condeixa (18h00 na Igreja da Misericórdia), e pela inauguração de uma exposição colectiva da Sopa dos Artistas (18h30 na Igreja da Misericórdia). De noite, o grande destaque vai para o concerto de David Carreira no Largo Brito Pais (22h00).
O rapper Dengaz, acompanhado pela Ahya Band, abre às 10 da noite as "hostilidades" no programa de segunda-feira, 24. À meia-noite será hasteada a bandeira nacional no edifício da Câmara Municipal, cerimónia acompanhada pela banda filarmónica e pela leitura de um poema. E depois do espectáculo piro-musical sobem ao palco os Xutos & Pontapés.
Na terça-feira, 25 de Abril, as comemorações da "Revolução dos Cravos" começam às 10h00, com uma sessão solene da Assembleia Municipal, a que se segue a formatura das duas corporações de bombeiros do concelho e da Liga de Combatentes junto aos Paços do Concelho. De tarde, às 16h00, o Cerro do Peguinho recebe um festival de folclore, com os ranchos de Fortios (Portalegre), de Danças Ribatejanas (Santarém), da Casa do Povo de Vila Nova de Milfontes e de Odiáxere. E à noite, às 22h00, o fado de Raquel Tavares vai fazer ouvir-se no Largo Brito Pais.
Até final da semana, o programa do "Abril em Odemira" conta ainda com o V Concurso de Leitura "Odemira a Ler+" (27 de Abril), um espectáculo da Escola de Música Tradicional de Odemira (29 de Abril) e o 37º Circuito de Atletismo "Vila de Odemira" (30 de Abril).


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sábado, 17/11/2018
PS celebra 20 anos
de gestão em Odemira
A Concelhia de Odemira do Partido Socialista promove neste sábado, 17 de Novembro, ao fim da tarde, um jantar para assinalar duas décadas de gestão autárquica no concelho.
07h00 - sábado, 17/11/2018
Inclusão debatida
em São Teotónio
A Quinta do Craveiral, na freguesia de São Teotónio, recebe neste sábado, 17 de Novembro, a quarta edição do Encontro de Educação Inclusiva "Oportunidades de Inclusão".
07h00 - sábado, 17/11/2018
Teatro para bebés na
Biblioteca de Odemira
A Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, recebe neste sábado, 17 de Novembro, o espectáculo de teatro para bebés "Artur", por Albina Petrolati e Remi Gallet.
07h00 - sábado, 17/11/2018
Colóquio e exposição na agenda
O centenário da greve nacional de 1918 é o mote do colóquio que a Associação GESTO-Grupo de Estudos do Território de Odemira promove neste sábado, 17, no auditório do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, em Odemira.
07h00 - sábado, 17/11/2018
Odemira recorda a
greve nacional de 1918
O ano de 1918 deixou na história de Portugal a memória de tempos conturbados.

Data: 16/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial