07h00 - sexta, 19/05/2017

António Costa elogia
agricultura em Odemira

António Costa elogia agricultura em Odemira

O primeiro-ministro considera que o concelho de Odemira é um bom exemplo de valorização do território no seu "uso múltiplo", dada a capacidade que tem revelado na conciliação da qualidade ambiental com o turismo e uma actividade agrícola crescente, produtiva e (sobretudo) rentável. Uma opinião que António Costa confirmou no terreno no passado dia 15 de Maio, durante a visita que fez às explorações agrícolas da Vitacress Portugal, em Boavista dos Pinheiros, e da Maravilha Farms, perto da Zambujeira do Mar, empresas que anunciaram novos investimentos no concelho.
"Naquele que é o maior concelho do país é essencial conseguirmos combinar a preservação do ambiente e a sua valorização como suporte de actividades como o Turismo, como também sabê-lo aproveitar para outras actividades como as actividades agrícolas", defendeu António Costa.
Este quadro levou o primeiro-ministro a elogiar o esforço de diálogo que tem vindo a ser feito entre todas as partes, dos serviços do Estado à autarquia passando pelos empresários, por forma a ser possível ter "uma compatibilização óptima dos diferentes recursos" que o concelho proporciona.
"Estamos no maior concelho do país em área e onde há espaço para podermos aproveitar o melhor possível as diferentes oportunidades que este território nos oferece. Obviamente que a preservação da qualidade ambiental é essencial. Sem essa qualidade ambiental não haveria turismo: nem de praia nem ao longo de todo o ano. E sem qualidade ambiental não teremos agricultura de qualidade. Portanto, não há aqui nenhum antagonismo entre desenvolver a agricultura e preservar o ambiente", afiançou em declarações ao "SW".
António Costa acrescentou ainda que a actividade agrícola no concelho de Odemira é um retrato da agricultura a nível nacional. "Portugal tornou-se, efectivamente, um país onde a agricultura dá um contributo muito forte para o crescimento económico e, sobretudo, para o crescimento nas exportações", argumentou Costa, apontando aquela que considera ser a grande mudança de paradigma operada nos últimos anos nos campos portugueses: "o conhecimento aplicado à agricultura".
"Só a qualificação permite a inovação. E é através da inovação que podemos hoje estar a produzir espécies que há umas décadas não produzíamos", rematou.

"Momento de grande relevo"
Para o presidente da Câmara de Odemira, a visita do primeiro-ministro foi um momento de "grande relevo para o concelho". Mas também "um grande estímulo" para todos os que ajudaram a fazer de Odemira "uma das regiões mais importantes na estratégia de negócio de várias empresas nacionais e estrangeiras na produção de hortícolas, florícolas e, muito em especial, de pequenos frutos", acrescentou José Alberto Guerreiro durante o seu discurso na cerimónia realizada na Quinta da Bica, propriedade da Maravilha Farms.
Uma ocasião que o autarca odemirense aproveitou para lembrar que em 2015 o Município criou um grupo de trabalho, no sentido de possibilitar a "combinação das estratégias empresariais locais com a gestão activa da área protegida em que se insere".
"Podemos e devemos desenvolver sustentavelmente o concelho", argumentou José Alberto Guerreiro, apelando ao Governo para que colabore na "resolução de questões essenciais à actividade agrícola", casos de uma solução para o alojamento temporário nas explorações agrícolas ou da declaração de interesse público requerida para melhorar a rede de caminhos no perímetro de rega do Mira.
"Um território sem empreendedores não gera actividades e sem estas nenhum território atrai ou fixa pessoas. Em consequência, sem pessoas, os territórios acabarão por definhar… O nosso papel é – e será – contrariar esse cenário", concluiu.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 21/06/2018
Noites de música
na vila de Odemira
Do cante alentejano ao jazz, da world music à música clássica e à poesia, são vários os estilos (e os artistas) que vão passar pelo palco do Quintal da Música, em Odemira, nas noites de Verão.
07h00 - quinta, 21/06/2018
PSD "indignado" com
fecho da CGD em Colos
O PSD de Odemira garante estar "indignado" com o provável encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) em Colos, considerando ser "uma injustiça que o Governo e os partidos que o suportam permitam que isto aconteça".
07h00 - quinta, 21/06/2018
Título de atletismo para
Casa do Povo de S. Luís
A equipa de atletismo da Casa do Povo de São Luís garantiu no passado sábado, 16 de Junho, o título distrital por equipas no campeonato distrital de juniores no sector masculino.
07h00 - quarta, 20/06/2018
CDS-PP questiona
Câmara de Sines
Quatro deputados do CDS-PP enviaram um requerimento à Câmara de Sines, no qual questionam o executivo liderado por Nuno Mascarenhas sobre o futuro Centro de Recolha Oficial para Animais de Companhia.
07h00 - quarta, 20/06/2018
ANAFRE reuniu com
autarcas em Milfontes
O provável encerramento da agência da Caixa Geral de Depósitos em Colos, no concelho de Odemira, vai ser discutido na próxima reunião do conselho directivo da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), que se realiza na sexta-feira, 22.

Data: 08/06/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial