07h00 - quinta, 19/10/2017

"Vou ser o presidente
de todos os odemirenses"

"Vou ser o presidente de todos os odemirenses"

"Tudo farei para ser o presidente da Câmara de todos os odemirenses, os quais serão tratados de forma justa e igualitária" – esta é a promessa do reeleito presidente da Câmara Municipal de Odemira. Eleito nas Autárquicas 2017, realizadas a 1 de Outubro, para o seu terceiro (e último) mandato à frente da autarquia, o socialista José Alberto Guerreiro tomou posse nesta quarta-feira, 18. Assume que até 2021 irá continuar a trabalhar com todos e para todos.
"Essa tem sido a tónica dos anteriores mandatos e obviamente que esta reeleição, e o reforço da confiança dos odemirenses, deixa-me uma redobrada obrigação que obviamente assumimos", diz José Alberto Guerreiro em declarações ao "SW".
Já investido e depois do discurso oficial, o reeleito presidente da Câmara de Odemira defende que no "caminho de afirmação do concelho" são três as áreas prioritárias: a questão económica e do emprego, a coesão social e a cultura (esta muito associada ao turismo). "Por aquilo que se sente da parte das instituições e da população em geral, há necessidade de apostar um pouco mais nessa matéria e fá-lo-emos de forma consciente", assegura.
Outra área em que o Município de Odemira irá continuar a "investir" será na cidadania, sendo que o interior (e os problemas causados pelo despovoamento) irão estar igualmente no centro das atenções do novo executivo da Câmara de Odemira, que pretende continuar a "melhorar a atractividade" desses territórios.
Eleito até 2021, José Alberto Guerreiro vai liderar no seu terceiro mandato um executivo onde se contam mais quatro eleitos do PS, Ricardo Cardoso, Deolinda Seno Luís, Telma Guerreiro e Pedro Ramos, assim como dois da CDU, Sara Ramos e Ricardo Cesário.
Já a Assembleia Municipal de Odemira, também instalada nesta quarta-feira, tem como nova presidente a advogada Ana Aleixo, eleita pelo PS (sucede à também socialista Natália Cabecinha), à qual se juntam mais 21 eleitos: 12 do PS, seis da CDU, dois do PSD e um do Bloco de Esquerda. A estes juntam-se ainda, por inerência, os presidentes das 13 juntas de freguesia do concelho (nove do PS e três da CDU).


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 20/07/2018
FACECO: vai começar a grande
festa do concelho de Odemira
Arranca nesta sexta-feira, 20, mais uma edição da Feira das Actividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira (FACECO), que vai decorrer em São Teotónio até domingo, 22, dando a conhecer o melhor que se faz e produz no concelho odemirense, da pecuária à agricultura, passando pelo turismo, pelo artesanato e (naturalmente) pela gastronomia.
07h00 - sexta, 20/07/2018
Odemira quer "crescimento sustentável no tempo"
O potencial económico e a diversidade cultural do maior concelho de Portugal mostram-se neste fim-de-semana, 20 a 22 de Julho, em São Teotónio, durante mais uma edição da FACECO.
07h00 - sexta, 20/07/2018
Responsabilidade social
debatida na FACECO
O sector horto-frutícola vai estar em debate nesta sexta-feira, 20 de Julho, em São Teotónio, durante o II Colóquio Horto-frutícola, dinamizando no âmbito da FACECO 2018.
07h00 - sexta, 20/07/2018
Leandro Palma
treina Sabóia AC
O antigo internacional sub-20 Leandro Palma, de 35 anos, é o novo treinador do Sabóia AC para a época 2018-2019, em que a formação vai tentar o regresso à 1ª divisão distrital de Beja.
07h00 - quarta, 18/07/2018
"Orçamento Participativo"
de Odemira com 73 propostas
De projectos ligados ao desporto ou às novas tecnologias a ideias que promovem a saúde ou visam a requalificação de espaços colectivos, são 73 as propostas apresentadas pela população do concelho de Odemira na edição deste ano do "Orçamento Participativo" (OP).

Data: 20/07/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial