07h00 - quinta, 02/11/2017

Executivo da CM Odemira
com pelouros definidos

Executivo da CM Odemira com pelouros definidos

Estão definidos os pelouros de cada um dos eleitos em regime de tempo inteiro no executivo da Câmara de Odemira durante o mandato 2017-2021, tendo o presidente da autarquia, José Alberto Guerreiro, eleito pelo PS, decidido distribuir funções pelos restantes quatro eleitos socialistas. Aos dois vereadores da CDU, Sara Ramos e Ricardo Cesário, não foi atribuído qualquer pelouro.
Indo por partes, o presidente José Alberto Guerreiro terá responsabilidades na coordenação geral dos serviços e nas áreas de Relações Públicas, Institucionais e Protocolo; Administração Geral, Gestão Orçamental e Aprovisionamento; Apoio aos Eleitos Locais; Apoio ao Empresário; Fundos Comunitários; Ambiente; Protecção Animal e Serviços Médico-veterinários; e Saúde Pública e Protecção do Ambiente.
Já os pelouros da Comunicação e Imagem; Desenvolvimento Económico; e Protecção Civil e Segurança serão geridos em conjunto com o vice-presidente, que continua a ser Ricardo Cardoso. Este eleito tem ainda responsabilidades em matéria de Atendimento ao Munícipe; Inovação, Modernização e Qualidade; Sistemas Informáticos e de Tele-comunicações; Infra-estruturas e Logística; Energia (incluindo a Eficiência Energética e Renováveis); Serviços Urbanos; Gestão de Estaleiro Municipal; e Obras por Administração Directa.
À vereadora Deolinda Seno Luís caberão as áreas de Finanças; Contencioso, Assessoria Jurídica e Notariado; Gestão Patrimonial; Gestão do Arquivo Municipal; Intervenção Social; Saúde; Cultura; e Associativismo Sócio-cultural.
Recursos Humanos; Educação; Participação Cívica (incluindo o processo de Orçamento Participativo); Educação Ambiental; Juventude; Desporto e Tempos Livres; e Associativismo Desportivo são os pelouros atribuídos à vereadora Telma Guerreiro.
Finalmente, o vereador Pedro Ramos terá responsabilidades nas áreas do Ordenamento e Planeamento do Território; Gestão Urbanística, Edificação e Urbanização; Licenciamento de Operações Urbanísticas e Actividades Económicas; Fiscalização; Habitação e Reabilitação Urbana; e Obras por Empreitada.
Recorde-se que na cerimónia de tomada de posse, a 18 de Outubro, o presidente da Câmara de Odemira elegeu como grandes prioridades para o mandato "a economia, a coesão social, a cultura e a cidadania".
"Odemira deverá prosseguir a aposta na promoção do desenvolvimento económico e emprego, continuando a elevar a qualidade de vida e coesão social, valorizando o território de forma sustentável, reforçando a qualidade dos serviços e rigor da gestão pública e dos mecanismos de Cidadania e participação cívica", disse José Alberto Guerreiro.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - domingo, 24/06/2018
Feira de Agosto em
Grândola revela cartaz
Diogo Piçarra, Áurea, Virgul e Amor Electro são os "cabeças-de-cartaz" nos concertos da feira de Agosto de Grândola, que vai decorrer no final do próximo mês de Agosto na "vila morena".
00h00 - segunda, 18/06/2018
Estrada Faleiros-Lousal
vai ser requalificada
Os autarcas de Grândola e de Santiago Cacém assinaram no final da passada semana um acordo com vista à requalificação do troço da estrada que faz a ligação entre a localidade de Faleiros, no concelho de Santiago do Cacém, e a aldeia mineira do Lousal (Grândola).
07h00 - segunda, 11/06/2018
PCP reuniu com autarcas
do Alentejo Litoral
Saúde, Educação e acessibilidades rodoviárias e ferroviárias foram os temas que estiveram sobre a mesa durante a reunião que o grupo parlamentar do PCP manteve na passada semana com os autarcas do Alentejo Litoral.
07h00 - sexta, 08/06/2018
Jornadas do PCP
terminam em Grândola
O secretário-geral do PCP defendeu nesta quinta-feira, 7, em Alcácer do Sal, que Portugal "precisa de concretizar uma política alternativa que inverta o progressivo agravamento dos problemas económicos e sociais".
07h00 - sexta, 08/06/2018
Economia a crecer
no Alentejo Litoral
O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, elogiou na passada terça-feira, 5, o dinamismo económico que o Alentejo Litoral está a registar, nomeadamente nos sectores da agricultura e do turismo.

Data: 22/06/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial