07h00 - terça, 05/12/2017

CM Odemira e ambientalistas
contra prospecção de petróleo

CM Odemira e ambientalistas contra prospecção de petróleo

Os planos anuais de trabalhos para 2018 para as concessões "Santola" e "Lavagante", no âmbito do projecto de prospecção de petróleo ao largo do Alentejo Litoral promovido pelo consórcio que junta a petrolífera portuguesa GALP à italiana ENI, mereceram o parecer desfavorável por parte da Câmara Municipal de Odemira.
Os dois planos foram colocados à votação pelo executivo odemirense na reunião do passado dia 16 de Novembro, tendo ambos sido rejeitados por unanimidade pela autarquia. Trata-se, contudo, de uma decisão não vinculativa e que, por isso mesmo, não impede o avanço do projecto, que continua a ser bastante contestado em todo a região.
É o caso de 28 organizações e movimentos ambientalistas, que recentemente reafirmaram a sua oposição ao projecto da GALP/ ENI. Em comunicado enviado ao "SW", os movimentos subscritores exortam todos os cidadãos "a tomarem uma posição activa" e dizem esperar que todos os municípios recentemente consultados pelo Governo sobre o assunto "mantenham a sua posição e emitam parecer contra este plano de trabalhos" – que foi o que sucedeu em Odemira.
De acordo com estas instituições, o consórcio GALP/ ENI e o Governo estão a "violar" os "princípios democráticos", ao quererem impôr a prospecção e exploração de petróleo na costa alentejana e vicentina, apesar da oposição de cidadãos e autarquias.
"A imposição desta actividade por parte do consórcio GALP/ ENI e do Governo às comunidades do Algarve e Alentejo é uma violação aos princípios democráticos que exigem uma governação transparente, consciente e participativa", acusam os ambientalistas.
Esta posição é assumida pelos movimentos e organizações Alentejo Litoral pelo Ambiente, Algarve Surf and Marine Activities Association, Associação Rota Vicentina, Campanha Linha Vermelha, Climáximo, Colectivo Clima, Futuro Limpo, Plataforma Algarve Livre de Petróleo, Preservar Aljezur, Stop Petróleo Vila do Bispo, Tamera e Tavira em Transição, entre outras.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - sábado, 16/12/2017
Projecto de integração
termina em S. Teotónio
O projecto "A ciência de um baile de mastro" chega ao fim neste sábado, 16 de Dezembro, sendo que a sessão de encerramento vai decorrer a partir das três da tarde na Sociedade Recreativa S.
00h00 - sábado, 16/12/2017
Hardwell e Marshmello
no Festival Sudoeste 2018
Os DJ´s Hardwell e Marshmello são os primeiros dois nomes confirmados no cartaz do Festival Meo Sudoeste 2018, que vai decorrer entre 7 e 11 de Agosto na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar.
00h00 - sexta, 15/12/2017
Santaclarense só sabe
ganhar na 2ª divisão
A equipa do Santaclarense está a ter um arranque impressionante na época 2017-2018, com 11 vitórias em outras tantas partidas na 2ª divisão distrital da Associação de Futebol de Beja.
00h00 - sexta, 15/12/2017
Autarcas do Alentejo Litoral
eleitos para os órgãos da ANMP
Quatro dos cinco autarcas do Alentejo Litoral foram eleitos no passado dia 9 de Dezembro para os novos órgãos directivos da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP).
00h00 - sexta, 15/12/2017
Câmara de Odemira define metas para 2018
Mais descentralização e delegação de competências para as juntas de freguesia, aposta na Educação e concretização de investimentos nas áreas do abastecimento e saneamento, das acessibilidades e da requalificação urbana: assim se pode descrever o orçamento da Câmara de Odemira para o próximo ano de 2018.

Data: 15/12/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial