07h00 - terça, 05/12/2017

CM Odemira e ambientalistas
contra prospecção de petróleo

CM Odemira e ambientalistas contra prospecção de petróleo

Os planos anuais de trabalhos para 2018 para as concessões "Santola" e "Lavagante", no âmbito do projecto de prospecção de petróleo ao largo do Alentejo Litoral promovido pelo consórcio que junta a petrolífera portuguesa GALP à italiana ENI, mereceram o parecer desfavorável por parte da Câmara Municipal de Odemira.
Os dois planos foram colocados à votação pelo executivo odemirense na reunião do passado dia 16 de Novembro, tendo ambos sido rejeitados por unanimidade pela autarquia. Trata-se, contudo, de uma decisão não vinculativa e que, por isso mesmo, não impede o avanço do projecto, que continua a ser bastante contestado em todo a região.
É o caso de 28 organizações e movimentos ambientalistas, que recentemente reafirmaram a sua oposição ao projecto da GALP/ ENI. Em comunicado enviado ao "SW", os movimentos subscritores exortam todos os cidadãos "a tomarem uma posição activa" e dizem esperar que todos os municípios recentemente consultados pelo Governo sobre o assunto "mantenham a sua posição e emitam parecer contra este plano de trabalhos" – que foi o que sucedeu em Odemira.
De acordo com estas instituições, o consórcio GALP/ ENI e o Governo estão a "violar" os "princípios democráticos", ao quererem impôr a prospecção e exploração de petróleo na costa alentejana e vicentina, apesar da oposição de cidadãos e autarquias.
"A imposição desta actividade por parte do consórcio GALP/ ENI e do Governo às comunidades do Algarve e Alentejo é uma violação aos princípios democráticos que exigem uma governação transparente, consciente e participativa", acusam os ambientalistas.
Esta posição é assumida pelos movimentos e organizações Alentejo Litoral pelo Ambiente, Algarve Surf and Marine Activities Association, Associação Rota Vicentina, Campanha Linha Vermelha, Climáximo, Colectivo Clima, Futuro Limpo, Plataforma Algarve Livre de Petróleo, Preservar Aljezur, Stop Petróleo Vila do Bispo, Tamera e Tavira em Transição, entre outras.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 22/05/2018
Odemira: PS e Bloco contestam
prospecção de petróleo no Sudoeste
As concelhias de Odemira do Partido Socialista e do Bloco de Esquerda manifestaram-se publicamente contra a decisão da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que na passada semana permitiu o avanço do projecto do consórcio GALP/ ENI para a prospecção de petróleo na costa alentejana sem estudo de impacte ambiental.
07h00 - terça, 22/05/2018
Pequenos "chefs" no
concelho de Odemira
Quem tem filhos e netos cedo se acostuma a lidar com a "falta de apetite" dos mais novos para frutas, legumes e sopa.
00h00 - segunda, 21/05/2018
PS pede "intervenção urgente"
na estradas nacionais em Odemira
Os eleitos do PS na Assembleia Municipal de Odemira exigem uma "intervenção urgente" por parte das autoridades competentes num conjunto de estradas nacionais que servem o concelho.
00h00 - segunda, 21/05/2018
Centro de Interpretação
em Pousadas Velhas
O novo Centro de Interpretação dos Charcos Temporários Mediterrânicos do Sudoeste Alentejano é inaugurado nesta segunda-feira, 21, junto sítio das Pousadas Velhas, em Vila Nova de Milfontes (Odemira).
00h00 - domingo, 20/05/2018
"Brisas do Atlântico 2018"
com inscrições abertas
Estão abertas as inscrições para a edição deste ano da "Brisas do Atlântico", evento desportivo multidisciplinar entre Almograve e Zambujeira do Mar promovido pela Câmara de Odemira.

Data: 11/05/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial