00h00 - sexta, 05/01/2018

História de Milfontes
contada a crianças

História de Milfontes contada a crianças

A enfermeira Ana Isabel Pereira e a ilustradora Teresa Calado acabam de lançar Uma história de Milfontes para crianças, livro para os mais novos sobre a história e estórias de Vila Nova de Milfontes.
"A ideia do livro surgiu assim de forma espontânea", confidencia ao "SW" Ana Isabel Pereira, de 45 anos, que sempre achou que Vila Nova de Milfontes "era uma vila que tinha dados históricos como que meio perdidos e soltos". Por isso mesmo, tratou de reunir a informação disponível e escrever tudo de uma forma simplificada, a pensar sobretudo nas crianças.
Para tal, revela, teve a "ajuda preciosa" do historiador António Martins Quaresma. "Entre entardeceres e cafézinhos fomos teando um livro no tempo. Ele ditava-me a história e eu imaginava o que uma criança gostaria de ouvir, numa espécie de interacção com uma personagem que é a Mirita, um nome de uma menina que tem por base o nome do rio, assim como a explicação dos termos mais difíceis, é a Mirita que os explica! E foi assim que Uma história de Milfontes para crianças foi correndo nas páginas, tentando 'apanhar' os acontecimentos no tempo e dando-lhe uma sequência interessante", diz Ana Isabel Pereira.
E se à primeira vista escrever um livro parece tarefa morosa e lenta, neste caso o trabalho acabou por ser simples e rápido. "Eu gosto de escrever depressa e de forma aleatória, assim como fazem as crianças. Por isso bastou pensar um pouco como uma criança curiosa! Escrevi de forma simples os termos mais complicados, arranjei uma forma criativa de os explicar e foi como escrever uma história da História", conta a autora.
Às palavras de Ana Isabel Pereira juntam-se no livro os desenhos da designer e ilustradora Teresa Calado, também de Vila Nova de Milfontes. Ilustrações cheias de luz e cor que são uma, na opinião da escritora da obra, uma mais-valia para despertar a imaginação dos mais novos e ajudá-los a focalizar aquilo que é real.
Com estas ilustrações "podemos dar-lhes cor e aprender a ter uma visão diferente dos locais, dos monumentos e o local onde vivemos todos os dias ou passamos lá um Verão inesquecível. É assim como uma união harmoniosa entre as palavras e a imagem que lhe está associada, enriquecem-se mutuamente", observa a autora.
Lançado a 29 de Dezembro, o livro Uma história de Milfontes para crianças está a despertar a curiosidade das pessoas da vila. Por isso mesmo, as autoras contam ter a obra disponível nas livrarias locais, nas lojinhas de artesanato e até mesmo no Posto de Turismo.
"Vamos ver ainda qual o caminho que ele percorre, mas esperamos que seja uma literatura para ficar. É quase como criá-lo e depois dar-lhe uma casa e dar a possibilidade às pessoas, a quem esta vila significa algo, de saberem mais sobre ela e poderem contar aos filhos, aos netos... E por aí adiante! É assim que se fazem as histórias e a História", conclui Ana Isabel Pereira.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 22/04/2018
"Flores à Mesa" no
concelho de Grândola
Pratos com flores comestíveis fazem parte da ementa de 14 restaurantes do concelho de Grândola até ao dia 1 de Maio, no âmbito da mostra gastronómica "Em Abril Flores Mil", promovida pela autarquia local.
07h00 - terça, 17/04/2018
Simulacro de incêndio
florestal em Tróia
A resposta a um eventual incêndio florestal vai ser testada esta terça-feira, 17 de Abril, pelas 10h30, nas ruínas romanas de Tróia, numa iniciativa que junta os esforços de diversas entidades.
00h00 - segunda, 16/04/2018
Câmara de Grândola
reduz endividamento
A dívida da Câmara de Grândola cifra-se actualmente nos 8,8 milhões de euros, uma redução de 40% face a 2013, revela o Relatório e Contas de 2017 aprovada na passada semana pela autarquia.
07h00 - quinta, 12/04/2018
Conferência na
vila de Grândola
O cine-teatro Grandolense, na "vila morena", recebe nesta quinta-feira, 12, às 14h00, a conferência "Inovação e Desenvolvimento", promovida pela Plataforma Supra-concelhia Alentejo Litoral, que integra autarquias e IPSS.
07h00 - quinta, 05/04/2018
Acesso a cuidados de
saúde preocupa CIMAL
A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) está preocupada com as condições de acesso aos cuidados de saúde no Alentejo Litoral, onde afirmam haver falta de investimento no sector.

Data: 13/04/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial