07h00 - terça, 06/02/2018

Turismo é aposta em
Santa Clara-a-Velha

Turismo é aposta em Santa Clara-a-Velha

As principais prioridades da Junta de Freguesia de Santa Clara-a-Velha no presente mandato são "o desenvolvimento económico baseado, essencialmente, numa aposta turística, criando condições para receber cada vez mais visitantes".
"Estão a ser criadas infra-estruturas na barragem [de Santa Clara] que nos dão algum alento e uma renovada esperança para o futuro", afirma ao "SW" o presidente Fernando Peixeiro, eleito pelo PS e que cumpre o seu segundo mandato.
O autarca defende igualmente um trabalho juntos das pessoas, por considerar que numa freguesia "onde é notória a desertificação, é necessário cada vez mais estar próximo, estar presente e ajudar as pessoas no seu dia-a-dia".
A freguesia de Santa Clara-a-Velha tem cerca de 163 km2 e são muitas as necessidades sentidas pela população. Desde logo "a falta de transportes públicos que possibilitem durante todo o ano as deslocações dentro e fora da freguesia. A falta de mobilidade é, de facto, um factor que condiciona em muito a vida diária dos cidadãos, com elevados custos nos orçamentos das famílias" lamenta o autarca.
Fernando Peixeiro defende a "criação de infra-estruturas para melhorar a qualidade de vida da população residente" e lamenta que "alguns aglomerados na freguesia não tenham água potável para consumo humano, que sejam servidos por estradas de terra batida e que alguns montes não disponham de energia eléctrica".  
Os cuidados de saúde são outra preocupação do autarca, já que neste momento apenas há consultas com o médico de família "uma vez por semana", o que é "manifestamente pouco atendendo às características da população". E para agravar a situação, "Pereiras-Gare ficou há dois anos privada do posto médico", diz ainda Peixeiro, que acrescenta: "Também não existe qualquer transporte público para o Hospital do Litoral Alentejano, que fica a cerca de 100 quilómetros e para onde a população é encaminhada".
A principal actividade económica da freguesia é a "actividade florestal, que é o grande empregador e de onde provém o sustento de muitas famílias".
Santa Clara-a-Velha não dispõe de apoio para os idosos, sendo este apoio assegurado pela Associação Dona Ana Pacheco, de Sabóia. A Junta realiza algumas actividades e eventos direccionados para a população idosa, "estando para breve a abertura de um espaço de apoio/ convívio para os idosos em Santa Clara-a-Velha".
A Junta dispõe de um "efectivo humano e material que permite diariamente dar uma resposta positiva à população". "No entanto, temos plena consciência que não conseguimos chegar a todos e a todo o lado ao mesmo tempo, é preciso estabelecer prioridades", afirma Fernando Peixeiro.
Num território vasto e com população muito dispersa, a Junta garante "a manutenção dos caminhos rurais, o transporte escolar, a limpeza diária de ruas e espaços públicos, manutenção de jardins, cemitérios, abastecimento de água, recolha de lixo, pequenas obras, posto de correio, posto de combustível, sede e delegação da Freguesia, e posto de turismo, entre outros serviços". "Enfim, sabemos das dificuldades para conseguir assegurar tudo isto, mas a nossa determinação é enorme e é nas dificuldades que encontramos a força necessária para continuar a servir a população", garante o autarca do PS.
Em Santa Clara-a-Velha os socialistas alcançaram nas eleições de 2017 uma vitória com 59,45% dos votos, conseguindo eleger cinco dos sete eleitos na Assembleia de Freguesia. "Os resultados eleitorais foram claros e inequívocos. Julgo que não deixaram dúvidas a ninguém, foi a vontade expressa do povo. No entanto, não posso deixar de dizer que esta maioria reforçada foi o reflexo do trabalho do anterior mandato, sempre baseado no respeito e trabalhando para as pessoas. mantendo sempre a mesma postura, a mesma determinação, com carácter e personalidade. Resta-me apenas estar à altura de tamanha confiança e responsabilidade", conclui Fernando Peixeiro.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - segunda, 25/06/2018
Comboios vão voltar a
parar em Amoreiras-Gare
Cinco de Agosto: é esta a data definida pela empresa Comboios de Portugal (CP) para o início das paragens do Intercidades na estação Amoreiras-Odemira, em Amoreiras-Gare.
00h00 - segunda, 25/06/2018
FACECO está
de volta em Julho
Falta pouco menos de um mês para mais uma edição da FACECO–Feira das Actividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira.
00h00 - sexta, 22/06/2018
Memória(s) em palco
com "Desembosnar"
Anos atrás a expressão "desembosnar" era muito utilizada nos montes e aldeias do interior de Odemira quando se fala em desenvolver ou desencalhar.
00h00 - sexta, 22/06/2018
Vila de Colos
celebra São João
A vila de Colos recebe neste fim-de-semana, 22 a 24, mais uma edição da Feira de São João, promovida pela Associação para o Desenvolvimento da Freguesia de Colos com o apoio da Câmara de Odemira e da Junta de Freguesia de Colos.
00h00 - sexta, 22/06/2018
Canoístas do concelho de
Odemira em bom plano
Três canoístas do concelho de Odemira alcançaram no passado fim-de-semana o segundo lugar nas provas que disputaram no Campeonato Nacional de Maratona, em Ponte de Lima.

Data: 22/06/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial