00h00 - sexta, 13/04/2018

Marta Cabral: "BTT reforça posição da Rota Vicentina"

Marta Cabral: "BTT reforça posição da Rota Vicentina"

A presidente da associação Rota Vicentina considera que a aposta no BTT vai reforçar aquela que é a oferta do projecto e consolidar a sua posição nos mercados nacional e internacional. "É um reforço da nossa posição e da nossa oferta. E é também um contributo muito concreto para o nosso objectivo de descentralizar aquilo que é a oferta e procura turística do litoral relativamente ao interior", sublinha ao "SW" Marta Cabral.

Qual a mais-valia do BTT para o projecto da Rota Vicentina?
É um reforço da nossa posição e da nossa oferta. E é também um contributo muito concreto para o nosso objectivo de descentralizar aquilo que é a oferta e procura turística do litoral relativamente ao interior. Por outro lado, queremos dar uma noção de orientação, de regulação da actividade. Os 'bttistas' estão a chegar e é fundamental criar condições para que eles o façam em segurança para eles próprios e para o território. Aqui o desafio acabou por ser muitíssimo ambicioso, pois estamos a falar de muitos quilómetros [de trilhos]. Mas sentimos que isso nos iria dar mais uma vez uma escala interessante para conquistar o mercado internacional.

Vai estar tudo pronto no início de 2019? É essa a vossa expectativa?
Sim, o lançamento oficial será no início de 2019. Sendo que em alguns casos estamos a falar de aldeias do interior com uma dinâmica turística ainda não muito forte. Portanto, queremos até lá e preparar uma série de atractivos mais ligados às comunidades e à cultura local, que achamos que vão complementar muito bem esta oferta mais "física".

Qual o investimento da Rota Vicentina nestes trilhos de BTT?
Este investimento está totalmente assegurado pelo Alentejo 2020 e pelo Município de Odemira. O valor do investimento é na ordem dos 500 mil euros... É significativo, porque é uma área muito extensa e requer muita investigação. Mas claro que deste montante quase 20% vai para o novo Centro de BTT, ou seja, infra-estrutura física pura e dura. E depois há uma componente importante na parte da promoção, da criação de material e painéis, da sinalética...

Além destes trilhos, há outros novos projectos no horizonte da Rota Vicentina?
Estamos com uma série de novidades na área pedestre, com a criação de mais percursos circulares. Estamos a evoluir de uma rota para uma rede de percursos cada vez mais diluída pelo território. Na área das bicicletas, além do BTT, estamos também a apostar no touring bike. E há outra componente a que queremos dar mais destaque, que é a área das actividades e aquilo que são os serviços oferecidos pelas empresas locais, numa valorização contínua do que é o nosso património e o reforço da importância que esse património tem e pode ter para a economia local.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 22/04/2018
Festa do atletismo
nas ruas de Odemira
As ruas da vila de Odemira recebem na manhã deste domingo, 22 de Abril, a 38ª edição do circuito de atletismo "Vila de Odemira", prova organizada pelo Núcleo Desportivo e Cultural de Odemira (NDCO) em parceria com a autarquia local.
07h00 - domingo, 22/04/2018
Milfontes recebe Almodôvar
e há dérbi em São Teotónio
O Praia de Milfontes recebe na tarde deste domingo, 22 de Abril, a equipa do Desportivo de Almodôvar, naquele que é o principal destaque da 24ª jornada do campeonato distrital da 1ª divisão de Beja.
07h00 - domingo, 22/04/2018
Encontro de grupos
corais em Odemira
O cine-teatro Camacho Costa, em Odemira, recebe neste domingo, 22 de Abril, um Encontro de Grupos Corais, iniciativa integrada no programa "Abril em Odemira", promovido pela Câmara Municipal local.
07h00 - sexta, 20/04/2018
"CantAutores" cantam
Abril em Odemira
O cine-teatro Camacho Costa, em Odemira, recebe nesta sexta-feira, 20, o grupo "CantAutores", que vai cantar Abril e homenagear os grandes artistas de intervenção ao longo do seu espectáculo.
07h00 - sexta, 20/04/2018
Alunos promovem
projectos sobre o Mira
"Conhecer para Preservar", dos alunos do terceiro ciclo do Agrupamento de Escolas de Colos, e "Pequeno Documentário sobre o rio Mira", dos estudantes do secundário do Agrupamento de Escolas de Odemira, foram os projectos aprovados pelos respresentantes das várias escolas do concelho e pelos deputados municipais durante a sessão extraordinária da Assembleia Municipal Jovem de Odemira, que decorreu no final de Março em Sabóia, no âmbito das "Jornadas Escolares 2018".

Data: 13/04/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial