00h00 - segunda, 16/04/2018

Mesa da Zambujeira
candidata a "maravilha"

Mesa da Zambujeira candidata a "maravilha"

Lagosta, navalheiras, ostras, santolas, amêijoas e bruxinhas fresquinhas vindas directamente da costa da Zambujeira do Mar, pão cozido em forno de lenha, vinhos frescos produzidos na zona do Brejão e medronho proveniente da serra: já está de água na boca? E é mesmo para ficar perante a "mesa" apresentada pela Câmara de Odemira e pelo restaurante "Costa Alentejana", da Zambujeira do Mar, ao concurso "Sete Maravilhas à Mesa", que está entre as 49 pré-finalistas nomeadas.
Depois das praias, dos monumentos e das aldeias, entre outros, a competição visa promover a gastronomia e os vinhos de Portugal, associados à oferta turística. A mesa "Barco à Mesa na Zambujeira do Mar" foi uma das duas apresentadas por Odemira (juntamente com a mesa "Mil Sabores no Celso", em parceria com o restaurante "A Tasca do Celso", de Vila Nova de Milfontes) e surge entre as finalistas da região do Alentejo, associando à gastronomia o Trilho dos Pescadores da Rota Vcentina.
"Temos ao longo dos últimos anos participado nestes concursos, algumas vezes com enorme sucesso e noutras vezes com sucesso. E desta vez espero que não seja diferente. Mas só já estar entre os semi-finalistas é importante para o concelho", sublinha com satisfação o vice-presidente da Câmara de Odemira, reconhecendo que o concelho se caracteriza "por ter uma gastronomia mediterrânica, muito ligada àquilo que se faz um pouco por todo o Alentejo".
"Mas depois temos uma especificidade muito própria que é o facto de estarmos junto ao mar. Odemira tem uma coisa que outros locais não terão com tanta qualidade, que são os produtos frescos", acrescenta Ricardo Cardoso.
Para o autarca, a participação (e o reconhecimento) de Odemira neste tipo de competição traz imensas mais-valias. E a gastronomia, diz, tem sempre um enorme peso na escolha do destino por parte dos turistas.
"Hoje em dia as pessoas procuram boas sensações, boas experiências e a gastronomia está, de facto, muito cotada nessa escolha de destino a seguir", afiança Ricardo Cardoso, lembrando que no Guia de Restaurantes do Alentejo, editado pela Turismo do Alentejo, o concelho de Odemira surge com 10 restaurantes certificados.
"Só por aí se percebe a qualidade gastronómica deste concelho e a aposta que faz na sua oferta gastronómica. Estamos cientes que esse é, com certeza, um bom atractivo e muitas vezes o factor diferenciador na hora em que as pessoas estão a escolher qual o destino onde vão passar o seu período de férias", conclui.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 19/12/2018
Odemira apoia actividades
culturais e recreativas
A Câmara de Odemira tem a decorrer, até dia 10 de Janeiro, a fase de candidaturas ao seu Programa de Apoio às Actividades Culturais e Recreativa, que em 2019 conta com um orçamento total de 180 mil euros.
07h00 - quarta, 19/12/2018
Arte contemporânea na
Biblioteca de Odemira
Onze artistas e um colectivo apresentam os seus trabalhos na Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, a partir desta quarta-feira, 19 de Dezembro, no âmbito da exposição de arte contemporânea experimental "Raízes".
07h00 - terça, 18/12/2018
Quatro propostas vencem
"Orçamento Participativo"
Foram quatro as propostas vencedoras do "Orçamento Participativo" (OP) da Câmara de Odemira em 2018, que serão implementadas a partir de 2019 e representam um investimento municipal total de 500 mil euros.
07h00 - segunda, 17/12/2018
Odemira revela vencedores do
"Orçamento Participativo 2018"
A Câmara de Odemira promove nesta segunda-feira, 17 de Dezembro, a sessão de apresentação dos resultados do "Orçamento Participativo 2018" (OP), onde serão revelados os projectos vencedores deste ano.
19h42 - domingo, 16/12/2018
Praia de Milfontes
goleia Renascente
O Praia de Milfontes despediu-se da melhor do campeonato distrital da 1ª divisão de Beja em 2018, ao golear em casa o "vizinho" Renascente de São Teotónio.

Data: 14/12/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial