07h00 - quarta, 02/05/2018

Estudo avalia impacto
da Rota Vicentina

Estudo avalia impacto da Rota Vicentina

A Rota Vicentina tem em fase de conclusão um estudo sobre o impacto sócio-económico do projecto no território do Alentejo Litoral, que irá permitir aferir o número de caminhantes que chegam à região e a forma que os mesmos influenciam a economia local.
"Já tínhamos feito alguns cálculos muito empíricos, a chamadas 'contas de merceeiro', para percebermos mais ou menos quantas pessoas estavam a vir e o que é que isso representava", observa a presidente da Associação Rota Vicentina ao "SW", lembrando que a estimativa era de "cerca de 20 mil caminhantes/ ano".
"E o estudo está a apontar para cerca de 25 mil, com uma média de 5,5 noites por pessoa. Isso dá muito mais que 100 mil noites por ano – o que já é bastante interessante –, e com um nível médio de despesa bastante considerável", reforça Marta Cabral.
De acordo com Marta Cabral, o estudo em fase de conclusão possibilitará ter uma real noção do impacto económico da Rota Vicentina no território, assim como apurar "uma série de detalhes no estudo de caracterização do perfil dos caminhantes".
"Estamos a identificar tipos de caminhantes diferentes, com motivações diferentes, com comportamentos diferentes... Isto são também ferramentas de apoio à decisão e ao investimento que são muito importantes para nós, mas também para os nossos parceiros, para o Município [de Odemira] e para as empresas. Ou seja, podemos utilizar a Rota Vicentina não só como fonte de receita para as empresas, mas também como fonte de conhecimento e de apoio à gestão e ao investimento", argumenta Marta Cabral.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - segunda, 14/01/2019
CM Santiago asfalta via
junto ao Centro de Saúde
A Câmara de Santiago do Cacém está a realizar trabalhos de pavimentação na rua Padre Hermano Ferreira e no bairro São Vicente de Paulo, principal via de acesso ao Centro de Saúde local.
07h00 - quarta, 09/01/2019
PS critica valor de obras
municipais em Santiago
A Concelhia de Santiago do Cacém apoia a realização das obras de reabilitação urbana do centro histórico da cidade, mas considera que o valor previsto pela autarquia no concurso de uma das empreitadas "é um esbanjar de dinheiro".
07h00 - segunda, 07/01/2019
BE Santiago quer
OP implementado
O Bloco de Esquerda (BE) de Santiago do Cacém defende a implementação do "Orçamento Participativo" (OP) no concelho, proposta que apresentou na preparação do Orçamento e Grandes Opções do Plano da autarquia local para 2019.
08h00 - segunda, 24/12/2018
CM Santiago apoia
atletas do concelho
A Câmara de Santiago do Cacém atribuiu na passada semana uma verba total de cerca de cinco mil euros a oito atletas do concelho que se notabilizam pela sua participação em provas nacionais e internacionais.
08h00 - segunda, 24/12/2018
GNR de Alvalade e
Ermidas sem mudanças
O Governo suspendeu a passagem dos postos da GNR de Alvalade e Ermidas-Sado, no concelho de Santiago do Cacém, a postos de atendimento reduzido, ou seja, com funcionamento entre as 09h00 e as 17h00, e apenas com um efectivo.

Data: 04/01/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial