00h00 - sexta, 11/05/2018

População de São Luís exige obras na EN 120

População de São Luís exige obras na EN 120

A população de São Luís, no concelho de Odemira, "espera e desespera" por obras na Estrada Nacional (EN) 120, que liga a freguesia de São Luís a Odemira, sede de concelho. A via é muito utilizada pelas populações de Cercal do Alentejo, São Luís e Odemira, que exigem uma solução rápida para os estragos, que se estendem por 20 quilómetros e que constituem um risco para utentes e viaturas.
O presidente da Junta de Freguesia de São Luís explica que a situação se arrasta há vários anos. "Nos últimos anos temos assistido a uma degradação do troço entre São Luís e Odemira, que não tem qualquer manutenção, o que é uma falta de respeito por quem aqui vive, trabalha e por quem nos visita", diz Fernando Parreira.
"Tanto a população individualmente como as autarquias têm alertado a Infra-estruturas de Portugal para esta situação, mas não temos tido qualquer resposta. É o abandono total desta via por parte de quem tem a obrigação de proceder à sua reparação", acrescenta o autarca eleito pelo PS.
Núria Oliveira, que utiliza a estrada todos os dias, diz que o troço " está cada vez pior". "É um perigo constante: desviamo-nos de um buraco e caímos logo noutro", observa.
António Silva, que também é utilizador da EN120, acrescenta que já sofreu dois furos em pneus e que foi obrigado a mudar os amortecedores da viatura devido ao piso. "É inadmissível, porque pagamos impostos e ninguém faz nada para a resolver, isto piora de dia para dia", sublinha.
A Estrada Nacional 120 liga as cidades de Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal, a Lagos, no Algarve, num percurso superior a 170 quilómetros, atravessando vários concelhos do Sudoeste Alentejano.
Tanto a Junta de Freguesia de São Luís como a Câmara Municipal de Odemira têm alertado a Infra-estruturas de Portugal para esta situação, mas não têm recebido qualquer resposta.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 15/07/2019
Balcão Único de Odemira
assinala nove anos de existência
O Balcão Único (BU) da Câmara de Odemira assinalou, na passada sexta-feira, 12 de Julho, nove anos de existência, sendo que actualmente conta com uma média de 10 mil atendimentos a munícipes por ano.
07h00 - segunda, 15/07/2019
Um derrame hoje?
"Consequências seriam
maiores", diz ARH
O director da Administração Regional Hidrográfica (ARH) do Alentejo, ligada à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), admite que um acidente como o ocorrido, em 1989, com o petroleiro "Marão" nos dias de hoje teria consequências económicas e ambientais bem maiores na zona do Alentejo Litoral.
07h00 - sexta, 12/07/2019
Jogadora de Milfontes
nas campeãs da Europa
A concretização de um sonho: é desta forma que a futebolista Jéssica Silva, natural de Vila Nova de Milfontes, descreve a sua transferência dos espanhóis do Levante para os franceses do Olympique Lyon, actuais campeões da Europa de futebol feminino.
07h00 - sexta, 12/07/2019
E se houvesse novo derrame
de crude na costa de Odemira?
Na madrugada de 19 de Julho de 1989 a praia do Almograve e algumas zonas a norte e a sul do areal "tingiram-se" de negro.
07h00 - quinta, 11/07/2019
Odemira promove debate
sobre políticas educativas
A Câmara de Odemira promove a partir desta quinta-feira, 11 de Julho, mais uma edição do Encontro Anual de Educação, organizado no âmbito do projecto municipal ODETE–Odemira Território Educativo e que vai decorrer no cine-teatro Camacho Costa.

Data: 05/07/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial