07h00 - terça, 22/05/2018

Odemira: PS e Bloco contestam
prospecção de petróleo no Sudoeste

Odemira: PS e Bloco contestam prospecção de petróleo no Sudoeste

As concelhias de Odemira do Partido Socialista e do Bloco de Esquerda manifestaram-se publicamente contra a decisão da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que na passada semana permitiu o avanço do projecto do consórcio GALP/ ENI para a prospecção de petróleo na costa alentejana sem estudo de impacte ambiental.
Em comunicado, o PS de Odemira "lamenta a decisão da APA", bem como "a opção do Governo em insistir no caminho das energias fósseis numa região internacionalmente reconhecida pela singularidade dos seus valores naturais que tanto contribuem para que se afirme como um destino turístico distinto e alternativo".
"O PS Odemira entende que é preciso inverter o sentido deste dossier", acrescentam os socialistas, garantindo que tudo farão "para que o assunto não se encerre nestas decisões discriminatórias e impositivas, que tanto lamenta".
"As populações locais dizem não à prospeção de petróleo na nossa costa e têm a seu lado o Município de Odemira, juntas de freguesia, o deputado do PS do Baixo Alentejo e também o PS Odemira", reforça o comunicado.
Já o Bloco de Esquerda (BE) de Odemira "considera inadmissível e irresponsável" a decisão da APA, criticando o facto de terem sido "completamente ignoradas e desrespeitadas as mais de 2.000 participações individuais de cidadãos" no processo de consulta pública do projecto.
"Consideramos que os fundamentos de existência da APA, uma agência governamental, que presta serviço público e serve para defender e proteger o meio ambiente e os interesses dos cidadãos foram profundamente desvirtuados", acusam os bloquistas em comunicado, que além de apoiarem "o pedido de demissão do presidente da APA que vários movimentos e associações ambientalistas estão a exigir" também se mostramoa indignados "com a decisão de prolongar o contrato de pesquisa do consórcio Galp/ENI" tomada pelo secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches.
"Igualmente inaceitável tem sido a posição do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, que em vez de criar condições e programa de incentivos para a redução das emissões de gases com efeito de estufa e assim desempenhar a sua parte importante no seu papel de combate às alterações climáticas, tem apoiado de forma indefectível e lamentável, a economia dos combustíveis fósseis", acrescenta o BE.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 21/06/2018
Noites de música
na vila de Odemira
Do cante alentejano ao jazz, da world music à música clássica e à poesia, são vários os estilos (e os artistas) que vão passar pelo palco do Quintal da Música, em Odemira, nas noites de Verão.
07h00 - quinta, 21/06/2018
PSD "indignado" com
fecho da CGD em Colos
O PSD de Odemira garante estar "indignado" com o provável encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) em Colos, considerando ser "uma injustiça que o Governo e os partidos que o suportam permitam que isto aconteça".
07h00 - quinta, 21/06/2018
Título de atletismo para
Casa do Povo de S. Luís
A equipa de atletismo da Casa do Povo de São Luís garantiu no passado sábado, 16 de Junho, o título distrital por equipas no campeonato distrital de juniores no sector masculino.
07h00 - quarta, 20/06/2018
CDS-PP questiona
Câmara de Sines
Quatro deputados do CDS-PP enviaram um requerimento à Câmara de Sines, no qual questionam o executivo liderado por Nuno Mascarenhas sobre o futuro Centro de Recolha Oficial para Animais de Companhia.
07h00 - quarta, 20/06/2018
ANAFRE reuniu com
autarcas em Milfontes
O provável encerramento da agência da Caixa Geral de Depósitos em Colos, no concelho de Odemira, vai ser discutido na próxima reunião do conselho directivo da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), que se realiza na sexta-feira, 22.

Data: 08/06/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial