07h00 - sexta, 25/05/2018

Odemira requalifica estradas

Odemira requalifica estradas

A Câmara de Odemira tem a decorrer várias obras de beneficiação da sua rede viária municipal, num investimento avaliado em quase 594 mil euros e que não conta com qualquer financiamento comunitário. Segundo o presidente da Câmara Municipal, José Alberto Guerreiro, as empreitadas têm lugar "em zonas rurais" e em "acessos muito utilizados pela população local", estando a ser beneficiados quatro caminhos e estradas municipais.
É o caso do Caminho Municipal (CM) 1162-2 entre Luzianes-Gare e Corte Brique (obra avaliada em 148.700 euros), no CM 1187 entre Corte Sevilha e Carapetos (147.781,95 euros), na Estrada Municipal (EM) 552 entre Portela da Fonte Santa e Viradouro (149.903,75 euros) e na EM 532-3 entre Monte da Estrada e Relíquias (147.206,95 euros).
"Parte da rede viária [municipal] tem mais de 30 anos e não foi na altura preparada para as tonelagens que hoje se fazem. Era normal que assim fosse, até porque era imprevisível que hoje circulassem viaturas com 80 toneladas de madeira ou outros materiais. E a intensificação da actividade agrícola obriga à circulação de máquinas com larguras superiores aos veículos normais e com rodados bastantes mais exigentes, o que também desgasta o pavimento e provoca problemas nas bermas", argumenta José Alberto Guerreiro, lamentando que os fundos comunitários já não contemplem este tipo de intervenções.
O autarca odemirense acrescenta ainda que a somar a estas empreitadas "estão em preparação quase mais 1,5 milhões de euros noutros investimentos nesta área", que deverão ser lançados a concurso pela Câmara Municipal ainda este ano.
"São [obras] fundamentais para a manutenção, conservação e beneficiação" da rede viária municipal, sustenta José Alberto Guerreiro, lembrando que o concelho de Odemira tem 314 quilómetros de estradas e caminhos municipais pavimentados, a que se juntam mais cerca de 200 quilómetros de estradas nacionais.
"A manutenção e beneficiação da rede rodoviária municipal acarretam grande esforço financeiro para a autarquia. Contudo, tem sido uma prioridade do Município o investimento nas infra-estruturas de comunicação, procurando melhorar as vias de comunicação existentes e criar novas vias de comunicação, que atenuem o isolamento das populações, que possibilitem um intercâmbio económico e social", diz.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 21/06/2018
Noites de música
na vila de Odemira
Do cante alentejano ao jazz, da world music à música clássica e à poesia, são vários os estilos (e os artistas) que vão passar pelo palco do Quintal da Música, em Odemira, nas noites de Verão.
07h00 - quinta, 21/06/2018
PSD "indignado" com
fecho da CGD em Colos
O PSD de Odemira garante estar "indignado" com o provável encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) em Colos, considerando ser "uma injustiça que o Governo e os partidos que o suportam permitam que isto aconteça".
07h00 - quinta, 21/06/2018
Título de atletismo para
Casa do Povo de S. Luís
A equipa de atletismo da Casa do Povo de São Luís garantiu no passado sábado, 16 de Junho, o título distrital por equipas no campeonato distrital de juniores no sector masculino.
07h00 - quarta, 20/06/2018
CDS-PP questiona
Câmara de Sines
Quatro deputados do CDS-PP enviaram um requerimento à Câmara de Sines, no qual questionam o executivo liderado por Nuno Mascarenhas sobre o futuro Centro de Recolha Oficial para Animais de Companhia.
07h00 - quarta, 20/06/2018
ANAFRE reuniu com
autarcas em Milfontes
O provável encerramento da agência da Caixa Geral de Depósitos em Colos, no concelho de Odemira, vai ser discutido na próxima reunião do conselho directivo da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), que se realiza na sexta-feira, 22.

Data: 08/06/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial