07h00 - quarta, 04/07/2018

Autarca de Santiago
exige cumprimento da
Lei das Finanças Locais

Autarca de Santiago exige cumprimento da Lei das Finanças Locais

O presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, defende o cumprimento, por parte do Governo, da Lei de Finanças Locais já a partir do próximo ano de 2019.
A posição foi assumida pela autarca da CDU durante a recente reunião do Conselho Directivo e Conselho Geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), onde foi aprovada por unanimidade uma resolução relativa à proposta de Lei de Finanças Locais.
Nesta resolução, a ANMP propõe aos grupos parlamentares da Assembleia da República e aos partidos políticos com assento parlamentar a adopção das suas propostas e sublinha a importância das suas propostas para a aprovação de uma Lei de Finanças Locais dotada de estabilidade e que contribua para o reforço da capacidade financeira dos municípios.
Segundo Beijinha, "o que está definido do ponto de vista legal é que da transferência dos impostos dos portugueses uma parte, de acordo com essa mesma lei, é para as autarquias". "Mas o que o Governo faz, reiteradamente há 11 anos, é transferir, é certo, mas não todo o montante que devia de acordo com a Lei", diz o autarca, considerando que o que o Governo está a colocar nesta revisão da Lei "é que esta situação se mantenha assim até 2023".
"E o que nós autarquias defendemos é que em 2019 se efective", defende o edil de Santiago do Cacém.
Álvaro Beijinha é também contra a distribuição das verbas do IVA "em função do que cada concelho arrecada", além de criticar o processo de descentralização de competências da Administração Central para as autarquias.
"Há matérias, em particular na área da Saúde e Educação, que nós discordamos em absoluto, porque se é para descentralizar tem de ser com as respectivas verbas para que as autarquias assumam um serviço público de qualidade e o que está a ser colocado não é isso," frisa.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - segunda, 19/11/2018
ZIL de Santo André
vai ser requalificada
O programa Alentejo 2020 já aprovou a candidatura da Câmara de Santiago do Cacém para a qualificação e valorização da Área de Acolhimento Empresarial de Santo André, avaliada em 2,5 milhões de euros.
07h00 - terça, 13/11/2018
Estrada municipal
encerrada em Santiago
A Câmara de Santiago do Cacém cortou a circulação automóvel na Estrada Municipal (EM) 548, que faz a ligação entre a cidade e as Ademas, por razões de segurança, dada a deslocação de um muro de ala do pontão do IC33 próximo do Parral.
07h00 - segunda, 12/11/2018
CM Santiago promove
alimentação saudável
Sensibilizar os mais novos sobre a importância de se ter uma alimentação saudável é o objectivo da campanha da Câmara de Santiago do Cacém, que está a distribuir lancheiras "saudáveis" nas escolas do primeiro ciclo e jardins-de-infância do concelho.
07h00 - quinta, 08/11/2018
CM Santiago
limpa contentores
A Câmara de Santiago do Cacém iniciou, no final de Outubro, uma acção de higienização dos contentores de resíduos urbanos indiferenciados que integram os circuitos de recolha do concelho, num total de 1859 contentores de superfície.
07h00 - quarta, 07/11/2018
Saúde no Alentejo Litoral
em situação "bastante crítica"
A Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano considera que a situação dos serviços de saúde no Litoral Alentejano "é bastante crítica" e lamenta que muitas dos investimentos previstos nesta área para o sector não avancem na presente legislatura.

Data: 16/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial