07h00 - sexta, 07/09/2018

Um mural onde cabe todo
o concelho de Odemira

Um mural onde cabe todo o concelho de Odemira

São cerca de 110 metros de parede onde "cabem" todo o concelho de Odemira! Da silhueta da praia da Zambujeira do Mar ao farol do Cabo Sardão, passando pelo forte de Vila Nova de Milfontes, o moinho da Longueira, a ponte de Odemira e de Dona Maria (a caminho da barragem de Santa Clara) ou a estação ferroviária de Santa Clara-a-Velha, são muitos os pontos de interesse natural e patrimonial que surgem representados no novo mural pintado na zona ribeirinha da vila de Odemira.
"Quisemos mostrar o que temos cá no concelho de Odemira, o que existe de bom, de bonito e atractivo", justifica ao "SW" Pedro Soares, 33 anos, que juntamente com Igor Camacho, também de 33 anos, concretizou a pintura do mural, um trabalho de minúcia e muita arte que é inaugurado neste sábado, 8 de Setembro, pelas 12h30, durante as comemorações do Dia do Município.
A criação do mural, outrora uma parede sem vida e muitas vezes "entregue" a cartazes e outras colagens ou pinturas, tem vindo a ser preparada pelos dois autores desde há cerca de um ano, por convite da Câmara de Odemira, no âmbito do programa municipal "O Jovem". Aceite o desafio, de imediato os dois artistas, que formam o projecto Ar.De – Arte e Design, começaram a idealizar o trabalho a fazer. "A nossa ideia foi fazer umas boas vindas a Odemira, com imagens de todo o concelho", lembra Pedro Soares, que é estudante de Artes Visuais na Universidade de Évora.
Antes de chegarem à parede, Pedro Soares e Igor Camacho trabalharam em computador a imagem a criar. Só depois veio o trabalho "manual". "Passámos o que tínhamos em digital no computador para a parede e depois pintámos à mão, a pincel. É um trabalho mais demorado, mas fica com outro pormenor", explica Igor Camacho, designer de formação, dando o exemplo do desenho da estação ferroviária de Santa Clara-a-Velha, que foi aquele que exigiu mais minúcia e trabalho.
"Passámos aqui muitas manhãs, tardes e noites", admite Igor Camacho, que agradece a "ajuda preciosa" que receberam de Margarida Pedro, também de Odemira e designer de interiores. Um apoio que permitiu terminar o mural mais rapidamente. "Estava previsto fazermos isto em dois meses, mas conseguimos acabar o projecto em cinco semanas", nota.
Concluído o trabalho, o resultado final tem agradado aos odemirenses e a todos aqueles que passam, de carro ou a pé, pela zona ribeirinha da vila. "Todas as reacções foram boas, não tivemos nenhuma reacção menos positiva", garante Igor Camacho. "Sempre nos disseram que têm gostado e o feedback tem sido muito positivo", acrescenta Pedro Soares.
Orgulhosos do seu projecto, os dois artistas defendem que a street art é uma forma de valorizar espaços públicos e outros edifícios entregues ao abandono. "Aos olhos de muita gente pode ainda não ser visto desta forma, mas ao contrário de certos riscos e paredes mal-tratadas, acho que fica assim melhor", afirma Pedro Soares, reconhecendo que o facto de a dupla se estrear em projectos desta envergadura na sua terra-natal também um significado especial. "É um prazer sermos nós a 'riscar' as nossas paredes", conclui de imediato Igor Camacho, a rir.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quarta, 24/04/2019
Sete vitórias em
canoagem de mar
As canoístas Micaela Silvestre e Sara Rafael, ambas do Clube Náutico do Litoral Alentejano (CNLA), e a dupla Fernando Encarnação/ Vasco Marcos, do Clube Fluvial Odemirense (CFO), estiveram em excelente plano no arranque do Campeonato Nacional de Canoagem de Mar de 2019.
07h00 - quarta, 24/04/2019
Dias de festa em Odemira
para celebrar a Liberdade
Foi há (quase) 45 anos que a Liberdade chegou a Portugal, numa revolução que se fez sem tiros, apenas com cravos, heroísmo e poesia.
07h00 - segunda, 22/04/2019
Estradas de Odemira
preocupam Bloco
O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) propôs na Assembleia da República uma recomendação ao Governo para que avance, "com urgência", com a reparação das estradas regionais (ER) 123 e 266 e do viaduto de Luzianes-Gare, no concelho de Odemira.
07h00 - segunda, 22/04/2019
Alcôncoras na segunda
fase das "7 Maravilhas"
As alcôncoras de Amoreiras-Gare (concelho de Odemira) integram a lista de 420 doces de todo o país apuradas para a segunda fase do concurso "7 Maravilhas Doces de Portugal".
07h00 - sábado, 20/04/2019
Boavista dos Pinheiros
inaugura Praça Pública
Um sonho concretizado: é assim que o presidente da Junta de Freguesia de Boavista dos Pinheiros, no concelho de Odemira, encara a criação da Praça Pública da localidade.

Data: 12/04/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial