07h00 - terça, 13/11/2018

Diagnóstico de valorização
do rio Mira em apreciação

Diagnóstico de valorização do rio Mira em apreciação

Materializar a política de valorização das margens do rio Mira na área do concelho de Odemira, desde a barragem de Santa Clara até Vila Nova de Milfontes é o objectivo do Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira, promovido pela Câmara de Odemira. Para já, está em fase de apreciação o diagnóstico do potencial de desenvolvimento do rio Mira, que segundo a autarquia teve como princípios metodológicos "a realização das acções de levantamento, análise e avaliação de informação institucional e actualizada sobre o rio e o território envolvente".
O levantamento das actividades praticadas e a identificação dos agentes envolvidos, o reconhecimento do território, através de trabalho de campo para identificação da situação existente, por observação e registo das características do rio Mira e respectiva envolvente territorial, e a auscultação de um conjunto significativo de entidades e instituições locais, de cariz público e privado, foram outras acções desenvolvidas na elaboração do diagnóstico, tendo sido consultadas 40 entidades-chave com actuação direta ou indirecta no rio Mira.
"Os elementos de reflexão apresentados no contexto dos encontros com as entidades serão base essencial de suporte à formulação da proposta a considerar no Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira", sublinha fonte municipal, lembrando que o plano visa constituir "os alicerces para que este território seja, cada vez mais, uma região preparada para responder aos desafios do desenvolvimento sustentável, consolidando um caminho suportado nos princípios da equidade e da coesão territorial".
Este trabalho foi iniciado em Maio de 2018 e deverá estar concluído em Maio de 2019. A equipa técnica que tem a cargo a elaboração do plano resulta de uma parceria entre as empresas Ecosativa (de Vila Nova de Milfontes) e We Consultants (Lisboa).


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 14/12/2018
GALP investe 45,2 milhões
na refinaria de Sines até 2023
A empresa petrolífera GALP vai investir mais 45,2 milhões de euros na sua refinaria em Sines até 2023, no sentido de dotar esta infra-estrutura numa das mais eficientes da Europa em termos de "ambiente e eficiência energética".
07h00 - terça, 11/12/2018
FMM Sines nomeado
para os Iberian Awards
O Festival Músicas do Mundo (FMM) de Sines está nomeado para a quarta edição dos "Iberian Festival Awards 2019" nas categorias de "Melhor Grande Festival" e "Melhor Alinhamento Artístico".
07h00 - segunda, 10/12/2018
Residências artísticas
nas escolas de Sines
O Agrupamento de Escolas de Sines recebe em 2019, pelo segundo ano consecutivo, o projecto "Residências Artísticas nas Escolas", promovido pelos ministérios da Cultura e da Educação.
07h00 - quinta, 06/12/2018
Escola Básica 2 de
Sines requalificada
O programa Alentejo 2020 já aprovou o co-financiamento, com fundos europeus, a primeira fase das obras de remodelação e modernização da Escola Básica nº 2 de Sines, avaliada em pouco mais de 666 mil euros.
07h00 - quarta, 05/12/2018
Programa "Tradições"
apoia projecto em Sines
A terceira edição do programa "Tradições", dinamizado pela EDP, vai apoiar um projecto que visa preservar e promover um falar de Sines, desconhecido pela maioria dos munícipes da cidade e que se encontra em risco de desaparecimento.

Data: 14/12/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial