07h00 - quinta, 29/11/2018

Utentes criticam
"situações graves"
na ULSLA

Utentes criticam "situações graves" na ULSLA

A Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano denunciou nesta quarta-feira, 28, em comunicado, uma série de "situações graves" ocorridas nos serviços de saúde da região, que lhe foram comunicadas através de queixas/ denúncias.
Para a Coordenadora, "é grave o tempo de espera no Hospital do Litoral Alentejano na especialidade de Oftalmologia ser de 330 dias e na área de Otorrinolaringologia ser mais de 600 dias".
"Mas mais grave ainda é desde Julho não ser realizadas cirurgias nas especialidades de Ginecologia, Otorrinolaringologia e Urologia, agravando assim em muito o tempo de espera para as respectivas cirurgias, podendo vir a existir consequências imprevisíveis e graves para os utentes".
A Coordenadora considera ainda ser "inadmissível que não havendo cirurgias oncológicas há largos meses, os utentes podem vir a perder o órgão".
"Há cerca de dois anos que se agravou a situação na especialidade de Urologia, tendo sido feitas pressões para a contratação de mais um(a) médico(a) a tempo inteiro e até hoje sem resposta", critica ainda a Coordenadora das Comissões de Utentes, sublinhando ser "inaceitável os equipamentos avariarem e estarem à cerca de um ano sem reparação ou substituição".
A recente saída de diversos(as) médicos(as) da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), o facto de a Extensão de Saúde do Canal Caveira não ter cuidados médicos "há cerca de um mês" e a não existência de uma ambulância de Suporte Imediato de Vida no Serviço de Urgência Básico de Alcácer do Sal são outras das situações denunciadas pelas Comissões de Utentes do Litoral Alentejano.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - terça, 19/03/2019
Lagoas de Melides
e Santo André
reabertas ao mar
As lagoas de Melides (Grândola) e de Santo André (Santiago do Cacém) são reabertas ao mar nesta terça-feira, 19 de Março, num momento sempre de grande espectacularidade e de enorme beleza natura.
07h00 - segunda, 11/03/2019
Plano Intermunicipal de Defesa
da Floresta aprovado em Santiago
A Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios de Santiago do Cacém já aprovou o Plano Intermunicipal de Defesa das Floresta 2019-2028, que abrange os concelhos de Santiago do Cacém e de Sines.
07h00 - segunda, 11/03/2019
AMAGRA tem "parceria
estratégica" com Ambilital
A AMAGRA é uma associação de municípios de fins específicos e entre a sua actividade destaca-se o facto de ser sócia-maioritária da Ambilital-Investimentos Ambientais no Alentejo.
07h00 - quinta, 07/03/2019
AMAGRA apresenta
boa saúde financeira
Constituída por sete municípios do Alentejo Litoral e do Baixo Alentejo, a AMAGRA apresenta actualmente um quadro financeiro "completamente estabilizado" e com capacidade para realizar investimento.
07h00 - quinta, 07/03/2019
"Aldeia Segura" no
concelho de Santiago
A Câmara de Santiago do Cacém vai promover, ao longo deste mês de Março, cinco sessões de esclarecimento às populações, no âmbito do programa "Aldeia Segura Pessoas Seguras".

Data: 15/03/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial