07h00 - quinta, 29/11/2018

Utentes criticam
"situações graves"
na ULSLA

Utentes criticam "situações graves" na ULSLA

A Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano denunciou nesta quarta-feira, 28, em comunicado, uma série de "situações graves" ocorridas nos serviços de saúde da região, que lhe foram comunicadas através de queixas/ denúncias.
Para a Coordenadora, "é grave o tempo de espera no Hospital do Litoral Alentejano na especialidade de Oftalmologia ser de 330 dias e na área de Otorrinolaringologia ser mais de 600 dias".
"Mas mais grave ainda é desde Julho não ser realizadas cirurgias nas especialidades de Ginecologia, Otorrinolaringologia e Urologia, agravando assim em muito o tempo de espera para as respectivas cirurgias, podendo vir a existir consequências imprevisíveis e graves para os utentes".
A Coordenadora considera ainda ser "inadmissível que não havendo cirurgias oncológicas há largos meses, os utentes podem vir a perder o órgão".
"Há cerca de dois anos que se agravou a situação na especialidade de Urologia, tendo sido feitas pressões para a contratação de mais um(a) médico(a) a tempo inteiro e até hoje sem resposta", critica ainda a Coordenadora das Comissões de Utentes, sublinhando ser "inaceitável os equipamentos avariarem e estarem à cerca de um ano sem reparação ou substituição".
A recente saída de diversos(as) médicos(as) da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), o facto de a Extensão de Saúde do Canal Caveira não ter cuidados médicos "há cerca de um mês" e a não existência de uma ambulância de Suporte Imediato de Vida no Serviço de Urgência Básico de Alcácer do Sal são outras das situações denunciadas pelas Comissões de Utentes do Litoral Alentejano.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - segunda, 14/01/2019
CM Santiago asfalta via
junto ao Centro de Saúde
A Câmara de Santiago do Cacém está a realizar trabalhos de pavimentação na rua Padre Hermano Ferreira e no bairro São Vicente de Paulo, principal via de acesso ao Centro de Saúde local.
07h00 - quarta, 09/01/2019
PS critica valor de obras
municipais em Santiago
A Concelhia de Santiago do Cacém apoia a realização das obras de reabilitação urbana do centro histórico da cidade, mas considera que o valor previsto pela autarquia no concurso de uma das empreitadas "é um esbanjar de dinheiro".
07h00 - segunda, 07/01/2019
BE Santiago quer
OP implementado
O Bloco de Esquerda (BE) de Santiago do Cacém defende a implementação do "Orçamento Participativo" (OP) no concelho, proposta que apresentou na preparação do Orçamento e Grandes Opções do Plano da autarquia local para 2019.
08h00 - segunda, 24/12/2018
CM Santiago apoia
atletas do concelho
A Câmara de Santiago do Cacém atribuiu na passada semana uma verba total de cerca de cinco mil euros a oito atletas do concelho que se notabilizam pela sua participação em provas nacionais e internacionais.
08h00 - segunda, 24/12/2018
GNR de Alvalade e
Ermidas sem mudanças
O Governo suspendeu a passagem dos postos da GNR de Alvalade e Ermidas-Sado, no concelho de Santiago do Cacém, a postos de atendimento reduzido, ou seja, com funcionamento entre as 09h00 e as 17h00, e apenas com um efectivo.

Data: 18/01/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial