07h00 - sexta, 15/02/2019

Igualdade ensinada nas escolas de Odemira

Igualdade ensinada nas escolas de Odemira

"O que é ser homem e ser mulher? E será que os brinquedos têm género?": estas foram algumas das reflexões feitas ao longo dos últimos meses nas salas de aula do pré-escolar no concelho de Odemira, no âmbito do projecto "Biblioteca Itinerante IG0+", da TAIPA. Questões simples, mas sérias, que em ambiente de brincadeira punham os mais novos a pensar e falar sobre questões que serão essenciais para o seu futuro, cultivando princípios como a cidadania e a igualdade de género.
"São projectos desta natureza que promovem um despertar de consciências e que capacitam os agentes da Educação no território para tomarem o leme na promoção da igualdade de género e de oportunidades dentro das suas escolas", nota com satisfação Teresa Barradas, vice-presidente da TAIPA e coordenadora para a área do Desenvolvimento Comunitário.
Lançada em 2018 pela TAIPA – Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado do Concelho de Odemira, a "Biblioteca Itinerante IG0+" foi uma iniciativa do projecto-piloto "IG0+ –Igualdade de Género no Pré-Escolar", financiado através do programa "Sinergias Sociais", do Município de Odemira. O objectivo era levar as questões da igualdade de género a educadores/as de infância, crianças em idade Pré-escolar e seus encarregados/as de educação.
Para tal, conta Teresa Barradas, foi concebido um baú de madeira com oito livros sobre a temática, que depois passava de escola em escola, convidando as educadoras a encontrar um momento por dia para dedicar à sua leitura e "a explorar com as crianças histórias que apelavam à reflexão em torno de temas promotores da igualdade". O projecto passou por cinco jardins-de-infância do concelho de Odemira e por duas instituições sociais particulares com a área da infância, envolvendo um total de 10 educadoras de infância, 36 pais e mães e 131 crianças.
"As crianças ficavam maravilhadas sempre que alguém da equipa do projecto se dirigia às salas dos jardins-de-infância. Entre a euforia da novidade da nossa presença e a animação dos desafios que lhes eram lançados era visível que todos/as se sentiam especiais por poderem participar", nota Teresa Barradas, lembrando que as crianças "são quem mais demonstra de forma genuína os estereótipos de género tanto nas suas palavras como nas suas acções".
Por isso mesmo, "trabalhar de forma lúdica estes temas levando-as a repensar algumas atitudes e pré-conceitos de forma subtil, mas eficaz, foi o desafio principal do 'IG0+'. Foi bastante gratificante receber o retorno positivo, tanto por parte de pais/mães como das educadoras, sobre os resultados observados ao nível das atitudes e dos discursos das crianças apenas algumas semanas após o início da intervenção deste projecto-piloto. Cabe agora às educadoras dar continuidade a esta missão, cujo envolvimento e motivação foram exemplares", acrescenta a vice-presidente da TAIPA.
Nesse sentido, e apesar do financiamento do projecto ter terminado em Dezembro de 2018, o "IG0+" continuará a disponibilizar até ao final do ano lectivo de 2018-2019 alguns dos seus recursos aos jardins-de-infância que manifestem interesse junto da TAIPA.
"É o caso da disponibilização do baú de madeira para que componham as suas bibliotecas itinerantes personalizadas com os livros que se encontram agora disponíveis para requisição na Biblioteca José Saramago, de Odemira, e através da parceria com o Centro de Saúde de Odemira na promoção da igualdade de género nas aulas de preparação para o parto junto dos futuros pais e futuras mães", adianta Teresa Barradas.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 22/03/2019
Grândola aprova plano
contra incêndios de 2019
A Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios de Grândola aprovou, no final da passada semana, o Plano Operacional Municipal para o presente ano de 2019, documento indispensável para uma melhor resposta em caso de incêndios.
07h00 - quinta, 14/03/2019
FITA 2019 no palco
em Grândola e Santiago
A edição de 2019 do FITA-Festival Internacional de Teatro do Alentejo vai passar pelos concelhos de Grândola e de Santiago do Cacém, com um total de oito espectáculos de cinco companhias.
07h00 - quarta, 27/02/2019
Alentejo Litoral na rede de apoio
às vítimas de violência doméstica
A secretária de Estado da Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, preside nesta quarta-feira, 27, em Grândola, à cerimónia de assinatura do protocolo para a territorialização da rede nacional de apoio às vitimas de violência doméstica dos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines.
07h00 - quarta, 20/02/2019
Aulas de cerâmica
e olaria em Grândola
Os artesãos Rosário Fonseca e Amadeu Porto, da Oficina de Cerâmica São Pedro, estão a dinamizar desde o início deste mês de Fevereiro, aulas na área da cerâmica junto dos alunos da Universidade Sénior de Grândola.
07h00 - quinta, 14/02/2019
Degradação do Posto da GNR
em Grândola preocupa CDS
Os deputados do CDS-PP Nuno Magalhães, Telmo Correia e Vânia Dias da Silva questionaram o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, sobre o estado de degradação do Posto da GNR em Grândola.

Data: 15/03/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial