07h00 - sexta, 08/03/2019

Cautchú promove
andebol em Odemira
há cinco anos

Cautchú promove andebol em Odemira há cinco anos

Foi no final de 2013 que a então recém-criada Associação Cautchú, com sede em São Teotónio, lançou "mãos à obras", por forma a dinamizar a prática do andebol no concelho de Odemira. Um trabalho que se revelou complexo, com alguns escolhos e a exigir muita paciência, mas que cinco anos depois já apresenta resultados bastante satisfatórios e que fazem sorrir os responsáveis pelo clube.
"O balanço que fazemos é extremamente positivo, a superar as expectativas iniciais. A nossa grande bandeira é o desenvolvimento e afirmação da modalidade de andebol no concelho de Odemira, o que julgamos estar a conseguir com sucesso de forma estruturada e sustentada, passo a passo e degrau a degrau", sintetiza com satisfação o presidente da associação, Pedro Almeida.
Em conversa com o "SW", o dirigente (e também treinador) revela que a Cautchú já conta cerca de 120 crianças e jovens federados, "sendo que mais de 50% são do sexo feminino o que é fantástico". No concelho de Odemira mais atletas só mesmo nas modalidades de futebol e canoagem. Ao todo a Cautchú tem sete equipas nos vários escalões em masculinos e femininos (caso único em todo o Alentejo), a que se juntam três escolas de andebol em Odemira, São Teotónio e Vila Nova de Milfontes.
"E temos também a equipa de andebol adaptado, em parceria com a Associação de Paralisia Cerebral de Odemira, com quem celebrámos um acordo de colaboração e que conta com oito praticantes de ambos os sexos", acrescenta Pedro Almeida.
Para o presidente, a "principal conquista" da Cautchú "é a credibilidade e a forma como a sociedade odemirense vê hoje" a associação. "Temos tido o cuidado de ter connosco técnicos qualificados e pedagogicamente preparados, de forma a estarem munidos de todas as ferramentas para o bom desenvolvimento das crianças e jovens que praticam a modalidade de andebol, primeiro numa lógica de formação pessoal e humana e só depois a formação de competências desportivas, ainda que na nossa óptica estas não sejam indissociáveis", destaca.
É nesta lógica que o presidente da Cautchú elege como momentos marcantes nestes cinco anos a participação, em 2015, no Encontro Nacional de Minis, em Avanca (Estarreja), onde a associação ganhou o prémio de fair-play entre 80 equipas, assim como a atribuição do Diploma de Mérito pela Assembleia Municipal de Odemira "em reconhecimento pelo empenho e trabalho realizado em prol do desporto adaptado no concelho".
"Destacamos ainda a organização, em parceria com Federação de Andebol de Portugal e a Câmara de Odemira, neste curto espaço de tempo, das fases finais do Campeonato Nacional de Iniciados, quer masculino quer feminino, bem como da fase final do Torneio Nacional de Selecções Regionais, que foram, por si só, mais um excelente contributo para a promoção do andebol no concelho", acrescenta Pedro Almeida.
Para o presidente da Cautchú, "o andebol é hoje uma realidade em Odemira", estando os "alicerces" lançados "para que, a médio prazo, a modalidade tenha ainda mais expressão, quer em quantidade de praticantes quer na qualidade das suas equipas".
"Temos sempre os pés bem assentes na terra, não queimando etapas na perspectiva do resultado imediato, mas sim no resultado que há-de chegar de forma sustentada a médio e longo prazo", acrescenta Pedro Almeida, revelando que entre os desafios de futuro da associação surge a ambição de "ter cada vez mais equipas e praticantes".
Paralelamente, nos planos da associação está igualmente "continuar a contribuir para o desenvolvimento do desporto no concelho", assim como "chegar aos 100 sócios até ao fim deste mandato". "Actualmente temos 54", frisa Pedro Almeida.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h01 - segunda, 20/05/2019
Inscrições abertas
para as Brisas 2019
A Câmara de Odemira tem abertas até ao próximo dia 6 de Junho as inscrições para mais uma edição da "Brisas do Atlântico", evento desportivo multidisciplinar que vai decorrer a 10 de Junho entre o Almograve e a Zambujeira do Mar.
07h00 - segunda, 20/05/2019
Jornada sem vitórias
para equipas de Odemira
A 21ª jornada do campeonato distrital da 1ª divisão de Beja, realizada na tarde deste domingo, 19, teve um sabo amargo para as equipas do concelho de Odemira, sendo que nenhuma logrou somar os três pontos.
07h00 - quinta, 16/05/2019
Regadio no Mira com
taxa de utilização de 60%
Meio século após a construção da barragem de Santa Clara, estão a ser utilizados 60% dos cerca de 12 mil hectares abrangidos pelo Aproveitamento Hidroagrícola do Mira (AHM).
07h00 - quarta, 15/05/2019
Praias de Odemira com
mais três bandeiras azuis
No Verão de 2019 serão 12 as praias do concelho de Odemira a ostentar a Bandeira Azul, símbolo de qualidade e excelência ambiental atribuído pela ABAE-Associação Bandeira Azul da Europa.
07h00 - quarta, 15/05/2019
Vitacress vai usar
algas como fertilizante
A empresa Vitacress, com sede na freguesia de Boavista dos Pinheiros (Odemira), está a trabalhar num projecto de investigação que prevê a utilização de microalgas como fertilizante orgânico na agricultura.

Data: 10/05/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial