07h00 - segunda, 18/03/2019

CDS questiona se comboio
vai voltar a Luzianes-Gare

CDS questiona se comboio vai voltar a Luzianes-Gare

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral questionou o Governo sobre se existe a possibilidade de alguns dos serviços ferroviários poderem ter paragem na estação de Luzianes-Gare, no concelho de Odemira.
Na pergunta apresentada na Assembleia da República e dirigida ao ministro das Infra-estruturas e da Habitação, Hélder Amaral lembra que a ferrovia "é uma das apostas fundamentais para o futuro da mobilidade de Portugal", sendo que nas terras do interior o comboio, "para lá de ser sinónimo de mobilidade, é também sinónimo de quebra do isolamento".
"A esperança de que ainda existe um futuro para o interior, apenas será dada, no caso de existirem medidas concretas que provem que o poder político central não esquece as populações, por mais pequenas que sejam. Isso é aliás o que actualmente está a acontecer na freguesia de Luzianes-Gare, no concelho de Odemira, onde os populares e dirigentes políticos locais começam a perder a esperança no futuro", frisa o deputado do CDS-PP.
Segundo Hélder Amaral é "incompreensível que há 15 anos se tenha feito um investimento considerável na estação [de Luzianes-Gare] e nas suas imediações, sem que depois os comboios ali parem".
"Uma estação que deveria servir a população acaba por não ser útil prejudicando muitos dos utentes dos Comboios de Portugal que, quando os pretendem utilizar, são obrigados a deslocar-se até estações com uma distância considerável de Luzianes-Gare", nomeadamente Sabóia, Santa-Clara-a-Velha ou Amoreiras-Gare, diz o deputado.
Hélder Amaral acrescenta ainda que o facto de existirem paragens técnicas dos comboios nesta localidade "leva a que muitos dos utentes abandonem o comboio ali mesmo", existindo desta forma "um risco para quem abandona o comboio sem as devidas condições de segurança".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 15/07/2019
Balcão Único de Odemira
assinala nove anos de existência
O Balcão Único (BU) da Câmara de Odemira assinalou, na passada sexta-feira, 12 de Julho, nove anos de existência, sendo que actualmente conta com uma média de 10 mil atendimentos a munícipes por ano.
07h00 - segunda, 15/07/2019
Um derrame hoje?
"Consequências seriam
maiores", diz ARH
O director da Administração Regional Hidrográfica (ARH) do Alentejo, ligada à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), admite que um acidente como o ocorrido, em 1989, com o petroleiro "Marão" nos dias de hoje teria consequências económicas e ambientais bem maiores na zona do Alentejo Litoral.
07h00 - sexta, 12/07/2019
Jogadora de Milfontes
nas campeãs da Europa
A concretização de um sonho: é desta forma que a futebolista Jéssica Silva, natural de Vila Nova de Milfontes, descreve a sua transferência dos espanhóis do Levante para os franceses do Olympique Lyon, actuais campeões da Europa de futebol feminino.
07h00 - sexta, 12/07/2019
E se houvesse novo derrame
de crude na costa de Odemira?
Na madrugada de 19 de Julho de 1989 a praia do Almograve e algumas zonas a norte e a sul do areal "tingiram-se" de negro.
07h00 - quinta, 11/07/2019
Odemira promove debate
sobre políticas educativas
A Câmara de Odemira promove a partir desta quinta-feira, 11 de Julho, mais uma edição do Encontro Anual de Educação, organizado no âmbito do projecto municipal ODETE–Odemira Território Educativo e que vai decorrer no cine-teatro Camacho Costa.

Data: 05/07/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial