07h00 - terça, 02/04/2019

Crianças de Odemira fazem
velas "amigas do ambiente"

Crianças de Odemira fazem velas "amigas do ambiente"

Depois da fritura de batatas ou ovos, são ainda muitos os que não sabem o que fazer com o óleo alimentar utilizado. O desconhecimento muitas vezes redunda em más práticas ambientais, como a sua colocação no lixo ou na rede de água, problema que as crianças da Sala C do 2º Ano da Escola Básica (EB) 1 de Odemira querem evitar. Uma preocupação que os tem "guiado" no projecto "Sopro Amigo", dinamizado ao longo deste ano lectrivo de 2018-2019 com o objectivo de sensibilizar pais, encarregados de educação e toda a comunidade para a necessidade de reciclar e reutilizar os óleos alimentares.
"O projeto 'Sopro Amigo' visa a criação de um projecto de empreendedorismo que promova a consciencialização da comunidade de Odemira para a problemática do desperdício de óleo alimentar, uma vez que a mesma, apresenta algumas renitências na reciclagem/ reutilização do óleo", explica a professora responsável pela iniciativa. "Assim, este projeto visa sensibilizar toda a comunidade através dos meios de comunicação local, através da produção de velas ornamentais a partir da reutilização do óleo da comunidade escolar da EB de Odemira", acrescenta Cristina Basílio ao "SW". 
De acordo com a docente, a iniciativa foi integrada nas diversas disciplinas do currículo, "de forma a promover uma transdisciplinaridade", tendo começado em 2018-2019 com o projecto "OSOS-Open Schools for Open Socities", proporcionando uma interligação entre ambos.
Cristina Basílio frisa que as metas do projecto são promover nos alunos a percepção "do que é ser empreendedor, quais as etapas para desenvolver um empreendedorismo e promover um espírito crítico em torno do mesmo". "Com o 'Sopro Amigo' há uma consciencialização de problemáticas ambientais e de como poder colmatar as mesmas. Mediante esta pedagogia, em que os alunos são os impulsionadores da sua aprendizagem, os mesmos adquirem de forma consciente e concisa os objectivos delineados no projecto", advoga a professora.
Para tal, as crianças envolveram-se no projecto numa lógica de "aprendizagem activa", ou seja, através da criação de actividades práticas que levaram os alunos "a construir o seu conhecimento pela acção sobre os materiais, interacção com os outros, esclarecimento de dúvidas, verbalização dos conhecimentos aprendidos e pela sistematização dos conteúdos".
Houve igualmente reuniões com os patrocinadores, a realização de um inquérito à comunidade de Odemira e de um RAP para promoção das velas aromáticas, assim como "diversas situações problemáticas que envolveram todo um estudo inerente ao empreendedorismo" e a "realização de panfletos sensibilizadores", adianta Cristina Basílio.
O projecto foi apresentado publicamente na segunda-feira, 1 de Abril, durante as Jornadas Escolares de Odemira. Mas até final do ano lectivo está está prevista a sua divulgação, uma vez por mês, no Jardim Sousa Prado e através de cartazes publicitários expostos nos estabelecimentos comerciais da vila.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 12/07/2019
Feira do Mar
na cidade de Sines
Conferências, exposições, concertos e tasquinhas são algumas das iniciativas que vão marcar o programa da Feira do Mar, iniciativa que vai decorrer neste fim-de-semana, 12 a 14 de Junho, na Avenida Vasco da Gama, em Sines.
07h00 - terça, 09/07/2019
Jorge Coelho treina
Vasco da Gama de Sines
O técnico Jorge Coelho, de 42 anos, vai orientar a equipa sénior do Vasco da Gama de Sines na temporada de 2019-2020 no campeonato distrital da 1ª divisão de Setúbal, sucedendo no cargo a Vítor Madeira.
07h00 - sexta, 05/07/2019
Câmara de Sines termina
pagamento de empréstimos
A Câmara de Sines já terminou o pagamento dos dois empréstimos contraídos, em 2009, no âmbito do Programa de Regularização Extraordinária de Dívidas do Estado (PREDE), no valor total de cerca de 11,8 milhões de euros.
07h00 - quinta, 04/07/2019
Livro inspirado em
lenda de Sines no PNL
O livro A Lenda do Menino da Gralha, inspirado numa lenda de Sines e escrito por Julieta Aurora Santos, do Teatro do Mar, foi incluído no Plano Nacional de Leitura (PNL) e será de leitura obrigatória para os alunos dos 6 aos 12 anos.
07h00 - quarta, 03/07/2019
Jovens de Sines colaboram
nos serviços municipais
São cerca de 50 os jovens, dos 15 aos 25 anos, que participam na edição deste ano do programa "Mãos à Obra", promovido ao longo deste mês de Julho pela Câmara de Sines em parceria com as juntas de freguesia de Sines e Porto Covo.

Data: 05/07/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial