07h00 - segunda, 22/04/2019

Estradas de Odemira
preocupam Bloco

Estradas de Odemira preocupam Bloco

O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) propôs na Assembleia da República uma recomendação ao Governo para que avance, "com urgência", com a reparação das estradas regionais (ER) 123 e 266 e do viaduto de Luzianes-Gare, no concelho de Odemira.
Em comunicado enviado ao "SW", o BE de Odemira lembra que a ER 123, o viaduto de Luzianes-Gare e a ER 266 "constituem fundamentais ligações a Odemira, sede do concelho, às freguesias vizinhas do interior do concelho e ao Algarve, assim como aos distritos de Beja e Évora", além de serem "as únicas ligações existentes entre as estações ferroviárias da Funcheira e de Santa Clara-Sabóia".
De acordo com os bloquistas, estas estradas "são muito utilizadas para o transporte dos produtos oriundos do interior do concelho de Odemira, para os transportes dos alunos que frequentam a escola básica e as escolas secundárias da localidade, assim como para as deslocações das populações aos diversos serviços de saúde no concelho e na região, para os diferentes locais de trabalho e, até, para as visitas a nível turístico".
"O próprio viaduto de Luzianes-Gare, uma importante obra emblemática de engenharia moderna, apresenta um pavimento muito irregular e degradado, o que coloca em causa a segurança de pessoas e veículos", acrescenta o BE, observando que "esta situação grave acaba por se reflectir negativamente a nível social e económico, contribuindo ainda mais para a interioridade e o abandono das freguesias no interior do concelho de Odemira".
Para o BE, são vários os factores que contribuem para a degradação do piso destas vias, nomeadamente "as condições climatéricas e o próprio tráfego rodoviário, muito dele pesado e que tem vindo a aumentar". "É de salientar o transporte de madeira de eucalipto proveniente da serra, do granito extraído da pedreira de Monchique e o transporte das próprias máquinas utilizadas em todos estes e outros trabalhos", acrescenta.
Os bloquistas recordam ainda que "a crescente degradação em que se encontram a EN/ER 123, o viaduto de Luzianes-Gare e a ER 166 tem motivado descontentamento por parte das populações, autarcas e de outras entidades", sendo que no final de 2018 foi aprovada uma moção, "por unanimidade", sobre o tema na Assembleia de Freguesia de Luzianes-Gare, a qual foi enviada ao Governo, à empresa Infra-estruturas de Portugal e a outras entidades oficiais.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h01 - segunda, 20/05/2019
Inscrições abertas
para as Brisas 2019
A Câmara de Odemira tem abertas até ao próximo dia 6 de Junho as inscrições para mais uma edição da "Brisas do Atlântico", evento desportivo multidisciplinar que vai decorrer a 10 de Junho entre o Almograve e a Zambujeira do Mar.
07h00 - segunda, 20/05/2019
Jornada sem vitórias
para equipas de Odemira
A 21ª jornada do campeonato distrital da 1ª divisão de Beja, realizada na tarde deste domingo, 19, teve um sabo amargo para as equipas do concelho de Odemira, sendo que nenhuma logrou somar os três pontos.
07h00 - quinta, 16/05/2019
Regadio no Mira com
taxa de utilização de 60%
Meio século após a construção da barragem de Santa Clara, estão a ser utilizados 60% dos cerca de 12 mil hectares abrangidos pelo Aproveitamento Hidroagrícola do Mira (AHM).
07h00 - quarta, 15/05/2019
Praias de Odemira com
mais três bandeiras azuis
No Verão de 2019 serão 12 as praias do concelho de Odemira a ostentar a Bandeira Azul, símbolo de qualidade e excelência ambiental atribuído pela ABAE-Associação Bandeira Azul da Europa.
07h00 - quarta, 15/05/2019
Vitacress vai usar
algas como fertilizante
A empresa Vitacress, com sede na freguesia de Boavista dos Pinheiros (Odemira), está a trabalhar num projecto de investigação que prevê a utilização de microalgas como fertilizante orgânico na agricultura.

Data: 10/05/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial