07h00 - segunda, 22/04/2019

Estradas de Odemira
preocupam Bloco

Estradas de Odemira preocupam Bloco

O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) propôs na Assembleia da República uma recomendação ao Governo para que avance, "com urgência", com a reparação das estradas regionais (ER) 123 e 266 e do viaduto de Luzianes-Gare, no concelho de Odemira.
Em comunicado enviado ao "SW", o BE de Odemira lembra que a ER 123, o viaduto de Luzianes-Gare e a ER 266 "constituem fundamentais ligações a Odemira, sede do concelho, às freguesias vizinhas do interior do concelho e ao Algarve, assim como aos distritos de Beja e Évora", além de serem "as únicas ligações existentes entre as estações ferroviárias da Funcheira e de Santa Clara-Sabóia".
De acordo com os bloquistas, estas estradas "são muito utilizadas para o transporte dos produtos oriundos do interior do concelho de Odemira, para os transportes dos alunos que frequentam a escola básica e as escolas secundárias da localidade, assim como para as deslocações das populações aos diversos serviços de saúde no concelho e na região, para os diferentes locais de trabalho e, até, para as visitas a nível turístico".
"O próprio viaduto de Luzianes-Gare, uma importante obra emblemática de engenharia moderna, apresenta um pavimento muito irregular e degradado, o que coloca em causa a segurança de pessoas e veículos", acrescenta o BE, observando que "esta situação grave acaba por se reflectir negativamente a nível social e económico, contribuindo ainda mais para a interioridade e o abandono das freguesias no interior do concelho de Odemira".
Para o BE, são vários os factores que contribuem para a degradação do piso destas vias, nomeadamente "as condições climatéricas e o próprio tráfego rodoviário, muito dele pesado e que tem vindo a aumentar". "É de salientar o transporte de madeira de eucalipto proveniente da serra, do granito extraído da pedreira de Monchique e o transporte das próprias máquinas utilizadas em todos estes e outros trabalhos", acrescenta.
Os bloquistas recordam ainda que "a crescente degradação em que se encontram a EN/ER 123, o viaduto de Luzianes-Gare e a ER 166 tem motivado descontentamento por parte das populações, autarcas e de outras entidades", sendo que no final de 2018 foi aprovada uma moção, "por unanimidade", sobre o tema na Assembleia de Freguesia de Luzianes-Gare, a qual foi enviada ao Governo, à empresa Infra-estruturas de Portugal e a outras entidades oficiais.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 19/07/2019
Presidente da CM Odemira: "FACECO é atractiva para todos os públicos"
Na dia em que começa mais uma edição da Feira das Actividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira (FACECO), o presidente da Câmara de Odemira, José Alberto Guerreiro, revela ao "SW" a importância do evento para o município.
07h00 - sexta, 19/07/2019
Ministro do Ambiente
vai inaugurar
obras em Milfontes
O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, vai estar nesta sexta-feira, 19 de Julho, no concelho de Odemira, onde vai inaugurar um importante investimento no abastecimento de água a Vila Nova de Milfontes e São Luís.
07h00 - sexta, 19/07/2019
FACECO: vai começar a
grande festa de Odemira!
Está tudo preparado para a grande festa do concelho de Odemira! Pecuária, agricultura, turismo, artesanato, gastronomia, música e muita animação são os "ingredientes" da 29ª edição da FACECO-Feira das Actividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira, que a Câmara de Odemira promove no Parque de Feiras e Exposições de São Teotónio neste fim-de-semana, 19 a 21 de Julho.
07h00 - sexta, 19/07/2019
"Pacto do Mira"
assinado por parceiros
na FACECO 2019
A FACECO recebe nesta sexta-feira, 19 de Julho, a assinatura do "Pacto do Mira", que marca uma nova "etapa" do Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira (PEOVM), que tem vindo a ser preparado pela Câmara de Odemira em parceria com diversas entidades públicas e privadas.
07h00 - quinta, 18/07/2019
FACECO 2019 apoia
pescadores da Azenha
A FACECO terá um cariz solidário em 2019, uma vez que metade do valor resultante da venda de entradas reverterá para a campanha solidária que está a decorrer em favor dos pescadores da Azenha do Mar afectados pelo incêndio de 6 de Maio.

Data: 19/07/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial