07h00 - quarta, 08/05/2019

Câmara de Sines com
contas de 2018 aprovadas

Câmara de Sines com contas de 2018 aprovadas

A Assembleia Municipal de Sines aprovou, no final de abril, a Prestação de Contas e o Relatório de Gestão de 2018 da Câmara Municipal, com os votos favoráveis dos eleitos do PS e os votos contra da CDU e do Movimento SIM.
Fonte municipal adianta ao "SW" que o relatório "evidencia uma redução da despesa corrente em 11%, bem como um aumento do saldo corrente face ao ano anterior", sendo que o resultado líquido do exercício "foi de 3,2 milhões de euros".
De acordo com a mesma fonte, "o endividamento de curto prazo registou uma diminuição de 13%, ainda que se tenha registado um aumento da dívida de médio e longo prazo em cerca de 40%, devido à acomodação das decisões judiciais que obrigam a Câmara Municipal a reconhecer dívidas às Águas de Santo André, que vêm desde 2002".
"Num ciclo em que se esperaria um alívio dos encargos com o serviço da dívida, por força da conclusão, no primeiro semestre de 2019, do pagamento do empréstimo contratado ao abrigo do PREDE-Programa de Regularização Extraordinária de Dívidas do Estado (o qual representa cerca de 900 mil euros anuais), teremos que assumir mais este compromisso de regularizar uma dívida cuja decisão politica de não pagar resultou de decisões de anteriores executivos", observa o relatório do executivo liderado pelo socialista Nuno Mascarenhas.
O documento acrescenta que "este facto, depois das decisões transitadas em julgado que obrigam a autarquia a pagar os valores em divida, poderão onerar o Município de Sines em cerca de 300 mil euros anuais nos próximos 15 anos".
Na votação na Assembleia Municipal de Sines a CDU votou contra a Prestação de Contas, assinalando na sua declaração de voto "que há uma tentativa de redução da dívida, mas em contraponto o prazo médio de pagamentos continua a aumentar, aproximando-se novamente do valor de 2013, que por si só deixa dúvidas relativamente à capacidade de gestão e preocupação deste executivo para com os fornecedores".
Também os eleitos do Movimento SIM votaram contra, referindo na declaração de voto a sua discordância em relação à explicação do acordo de pagamentos com as Águas de Santo André, assinalando que "cerca de metade da dívida foi contraída pelo actual executivo".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 17/05/2019
Parceria junta Benfica a
Vasco da Gama de Sines
O Vasco da Gama de Sines assinou nesta quinta-feira, 16 de Maio, no Caixa Futebol Campus, um protocolo de parceria com o Sport Lisboa e Benfica na área do futebol de formação.
07h00 - sexta, 17/05/2019
Governante de Timor
visitou Porto de Sines
O ministro dos Transportes e Comunicações de Timor-Leste, José Agustinho da Silva, visitou nesta semana o Porto de Sines, no sentido de "conhecer o funcionamento e as potencialidades desta infra-estrutura portuária".
07h00 - quinta, 16/05/2019
Câmara de Sines
ocupa jovens no Verão
A Câmara de Sines vai voltar a promover em 2019 mais uma edição do "Mãos à Obra", programa ocupacional de Verão para jovens dos 15 aos 25 anos, que vai decorrer durante o próximo mês de Julho.
07h00 - terça, 14/05/2019
Autarcas de Sines
e Santiago arguidos
no caso GALP
O presidentes das câmaras municipais de Sines e de Santiago do Cacém estão entre os 18 arguidos no caso GALP, referente às viagens ao Euro 2016 pagas pela empresa petrolífera a políticos e outros responsáveis.
07h00 - sexta, 10/05/2019
Câmara de Sines reforça
alimentação dos alunos
A Câmara Municipal de Sines reforçou a alimentação fornecida aos alunos do primeiro ciclo do ensino básico com carências económicas, fruto da aprovação de dois projectos.

Data: 10/05/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial