07h00 - segunda, 24/06/2019

"Transporte a Pedido"
no concelho de Odemira

"Transporte a Pedido" no concelho de Odemira

Melhorar as condições de mobilidade no concelho de Odemira, sobretudo nas freguesias do interior, é a grande meta do "Transporte a Pedido", projecto que a Câmara de Odemira conta lançar no segundo semestre deste ano. A iniciativa, promovida através de um projecto-piloto da CCDR do Alentejo (do qual fazem também parte os municípios de Beja, Mértola, Moura e Reguengos de Monsaraz), já estava prevista no Plano de Mobilidade da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) e reveste-se, na opinião do vice-presidente da autarquia odemirense, de grande importância.
"Sentimos que fazia sentido pensar nestas novas respostas de mobilidade", advoga Ricardo Cardoso ao "SW", lembrando que o concelho de Odemira é "o maior do país em área", com 1.721 km2 e 26.076 habitantes, "ou seja, uma densidade populacional de pouco mais de 15 pessoas por km2".
"É evidente que num contexto destes, as condições e soluções de mobilidade não estão todas encontradas. Esta é uma temática forte no concelho de Odemira também por via de alguma ineficiência dos transportes públicos, que são de facto insuficientes para responder às necessidades de um território com estas características", acrescenta Ricardo Cardoso.
O projecto previsto pela Câmara de Odemira passa pela criação de uma ligação intermodal, com um total de sete circuitos e cerca de 30 paragens, às estações ferroviárias de Santa Clara/ Sabóia e de Amoreiras-Gare, garantida pelos táxis do concelho.
"O que se pretende é criar ligações entre todas as sedes de freguesia e algumas das localidades por onde passam estes transportes, podendo levar as pessoas para as estações ferroviárias", explica Ricardo Cardoso, revelando que o projecto "vai abranger as 13 freguesias do concelho".
Neste momento, acrescenta, "os circuitos estão definidos, as paragens e sua localização também, e já fizemos reuniões preparatórias com os parceiros – que nesta fase entendemos que devem ser os 35 taxistas que existem no concelho de Odemira". "Estamos a trabalhar no sentido de poder criar este transporte no segundo semestre do ano", reforça o vice-presidente da Câmara de Odemira.
Depois, e quando o projecto estiver em funcionamento, os interessados poderão fazer o seu pedido do transporte através de uma nova plataforma electrónica, criada e gerida pela CCDR do Alentejo.
O investimento total neste projecto ainda não está fechado, mas deverá andar na ordem dos 100 mil euros anuais e será assegurado na totalidade pelo Município de Odemira. "Acreditamos que ter mais mobilidade, mais resposta e, consequentemente, mais serviço público merece este esforço", observa Ricardo Cardoso, que confia no sucesso do "Transporte a Pedido". "Esperamos mesmo que este projecto-piloto se possa consolidar, crescer e responder a outras necessidades de mobilidade no concelho de Odemira, em particular no interior", conclui o edil.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 14/10/2019
Exposição sobre
dieta mediterrânica na
Biblioteca de Odemira
A Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, tem patente até ao dia 29 de Outubro a exposição "Dieta Mediterrânica Património Cultural Imaterial da Humanidade", elaborada pela Câmara de Tavira.
19h23 - domingo, 13/10/2019
Odemirense e Milfontes
empatam no arranque
do campeonato distrital
As equipas do Odemirense e do Praia de Milfontes empataram neste domingo, 13, naquela que foi a primeira jornada do campeonato distrital da 1ª divisão de Beja de 2019-2020.
07h00 - domingo, 13/10/2019
Odemirense e Milfontes
iniciam o campeonato
Arranca neste domingo, 13 de Outubro, pelas 16h00, a edição de 2019-2020 do campeonato distrital da 1ª divisão de Beja, com a participação do Odemirense e do Praia de Milfontes.
07h00 - sábado, 12/10/2019
Subida Internacional
do rio Mira em canoagem
O troço do rio Mira entre Vila Nova de Milfontes e Odemira recebe neste sábado, 12, a terceira edição da Subida Internacional do Rio Mira em K4, prova que irá contar com a participação de cerca de 80 canoístas em 20 equipas.
12h00 - sexta, 11/10/2019
Odemira recorda a
vida e obra de Amália
Amália Rodrigues, a maior fadista de todos os tempos, faleceu há 20 anos e a sua vida e obra vai voltar a ser recordada na pequena aldeia do Brejão, no concelho de Odemira, onde passava grandes temporadas na sua casa de praia.

Data: 04/10/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial