13h39 - quinta, 26/03/2020

Primeiro caso
de Covid-19 no
concelho de Odemira

Primeiro caso de Covid-19 no concelho de Odemira

Está confirmado o primeiro caso positivo de um doente infectado com Covid-19 no concelho de Odemira, adianta nesta quinta-feira, 26, em comunicado, a Protecção Civil Municipal de Odemira (PCMO), revelando ser "um caso importado vindo da região de Lisboa na passada sexta-feira, dia 20". De acordo com a PCMO, trata-se de um cidadão de nacionalidade indiana, com 46 anos, que já se encontra em isolamento no domicílio, numa casa isolada na freguesia de Longueira/ Almograve, estando a receber acompanhamento médico e as refeições necessárias.
"Por decisão da Autoridade de Saúde, estão em quarentena, nesta altura, 17 cidadãos de nacionalidade nepalesa, sem quaisquer sintomas, que contactaram directa ou indirectamente com o cidadão infectado, tendo sido alojados em equipamento público adaptado para centro de acolhimento na vila de São Teotónio, designadamente no Pavilhão Desportivo da EB 2,3", revela a PCMO.
A mesma fonte acrescenta que na aldeia de Cavaleiro, na freguesia de São Teotónio, "encontram-se duas cidadãs nepalesas em quarentena no domicílio", tendo ainda sido "interditas e colocadas em quarentena as três habitações onde residiam, nas freguesias de São Teotónio e de Longueira/Almograve".
Segundo a PCMO, toda a acção "teve a coordenação da Autoridade de Saúde, em estreita articulação com as forças de segurança e a Protecção Civil", sendo que os equipamentos públicos adaptados para centros de acolhimento no concelho de Odemira "foram definidos no âmbito do Plano de Operações Municipal para o Covid-19, aprovado em reunião extraordinária da Comissão Municipal de Protecção Civil de Odemira realizada no dia 20 de Março".
Recorde-se que além de Odemira, no Alentejo Litoral mais um caso positivo de Covid-19 em Sines e mais seis no concelho de Grândola. Os dados da Direcção Geral da Saúde publicados esta quinta-feira, 26, revelam um total de 3.544 pessoas com Covid-19 em Portugal, 20 dos quais no Alentejo.
Até ao momento, a pandemia de Covid-19 em Portugal causou 60 óbitos, havendo 43 casos de doentes recuperados. Existem ainda 2.145 casos suspeitos à espera do resultado do respectivo teste laboratorial.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

08h00 - quinta, 02/04/2020
Câmara de Odemira lança
15 medidas de apoio económico
Com a crise "à porta" devido à pandemia de Covid-19, a Câmara de Odemira acaba de lançar um pacote de 15 medidas de apoio às famílias, instituições e empresas do concelho, no valor de dois milhões de euros, com o objectivo "de contribuir para a salvaguarda da economia familiar, da preservação do tecido empresarial e do emprego e ajudar as instituições no seu trabalho diário de apoio social".
08h00 - terça, 31/03/2020
OP de Odemira dedicado ao
"Ambiente e Alterações Climáticas"
Arranca nesta quarta-feira, 1 de Abril, a edição de 2020 do "Orçamento Participativo" (OP) da Câmara de Odemira, que este ano será totalmente desmaterializado e dedicado em exclusivo ao tema "Ambiente e Alterações Climáticas".
08h00 - segunda, 30/03/2020
Nacionais e distritais
de formação de futebol
e futsal concluídos
A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou na sexta-feira, 27, ter dado por concluídos os campeonatos nacionais e distritais de futebol e futsal nos escalões de formação, em virtude da pandemia de Covid-19 que está a afectar todo o território de Portugal.
08h00 - segunda, 30/03/2020
"Juntos pelo Sudoeste" exige
medidas às empresas agrícolas
O movimento "Juntos pelo Sudoeste" veio a público exigir "responsabilidade social" às empresas agrícolas dos concelhos de Odemira e de Aljezur, onde trabalham centenas de pessoas de origem estrangeira, no combate à pandemia de Covid-19 que afecta Portugal.
07h00 - sexta, 27/03/2020
Tranquilidade nos
lares do concelho
de Odemira
Os idosos são o principal grupo de risco face à pandemia da Covid-19, que nas últimas duas semanas virou o país do "avesso".

Data: 27/03/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial