08h00 - segunda, 06/04/2020

Câmara de Sines apoia
famílias, empresas e instituições

Câmara de Sines apoia famílias, empresas e instituições

A Câmara de Sines aprovou no final da passada semana, por unanimidade, um pacote de 22 medidas de apoio a famílias, empresas e instituições do concelho, no âmbito da pandemia de Covid-19 que está a afectar o país.
De acordo com o autarca Nuno Mascarenhas, com este pacote de medidas "o Município procura não apenas minimizar o esforço dos sinienses e portocovenses e das empresas locais, mas sobretudo cumprir o papel de intervenção pública em contexto de crise".
"A Câmara Municipal de Sines não podia alhear-se das suas responsabilidades públicas. Aprofunda, assim, a sua intervenção social e económica numa fase de enormes dificuldades, sempre consciente de que este é apenas o primeiro passo de uma perspectiva de intervenção que visará, igualmente, a recuperação da economia local a médio prazo", acrescenta o edil.
A maioria das medidas "estende-se até 30 de Junho", sendo que no caso das famílias a medida de maior relevo será a isenção do pagamento dos primeiro e segundo escalões de consumo nas facturas de água, saneamento e resíduos urbanos entre Março e Junho.
Para famílias com tarifário social ou cartão social e para famílias com tarifário familiar, a isenção será total. Também ficam isentas de pagamento, até 30 de Junho, as rendas da habitação social, os juros de mora de facturas cujo prazo de pagamento seja posterior a 16 de Março, os títulos do transporte urbano, as actividades de animação e apoio à família, as refeições do pré-escolar e do primeiro ciclo, as mensalidades da piscina municipal e as aulas de dança do Centro de Artes de Sines.
Por sua vez, para as empresas haverá isenção do pagamento de 15 m3 de consumo das facturas de água, saneamento e resíduos urbanos, na componente variável, emitidas no período de 1 de Março a 30 de Junho. Nestes quatro meses, ficam também isentos os pagamentos das concessões de parcelas do domínio público, as rendas de edifícios municipais afectos a restauração, bebidas e similares e as taxas do Mercado Municipal.
As esplanadas ficam igualmente isentas de pagamento de taxas durante o ano 2020 e as taxas de publicidade ficam isentas no período decretado de estado de emergência. E tal como para as famílias, ficam isentos para as empresas os juros de mora de facturas cujo prazo de pagamento seja posterior a 16 de Março e até 30 de Junho.
Durante a declaração de estado de emergência, serão ainda suspensos os processos de execução fiscal, tanto para famílias como para empresas.
Finalmente, a Câmara de Sines aprovou medidas dirigidas às instituições locais, sendo uma delas a isenção do pagamento da água, saneamento e resíduos até Junho. Foi também aprovada a antecipação da transferência dos apoios às associações culturais e recreativas, bem como o adiantamento de uma verba a todos os clubes que regularmente concorrem aos apoios da autarquia no âmbito do Programa de Apoio ao Desporto e Associativismo Desportivo (PADAD), mas cujas candidaturas ainda não foram formalizadas.
A Câmara de Sines decidiu ainda apoiar a aquisição de equipamentos de protecção individual ou equipamento hospitalar para fornecer à Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano e às IPSS, bem como apoiar a desinfecção dos espaços da estrutura residencial da Cercisiago em Sines, da associação "A Gralha" e da Misericórdia de Sines.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

09h00 - segunda, 25/05/2020
Freguesia
de São Luís sem
médico há meses
A Junta de Freguesia de São Luís, no concelho de Odemira, está indignada pela falta de profissionais de saúde na Extensão de Saúde local, sendo que de momento a freguesia não conta com médico, enfermeiros ou sequer serviços administrativos.
07h00 - segunda, 25/05/2020
Plataforma pelas Artes
nasce no concelho de Odemira
A vila de Odemira foi um dos "palcos", na passada quinta-feira, 21, da vigília pelas artes e cultura em Portugal, numa iniciativa da qual acabou por nascer a Plataforma Cultura e Artes Odemira, que junta diversos artistas residentes no concelho.
08h00 - sexta, 22/05/2020
Vereadora Deolinda Seno Luís: "Era incompreensível Odemira não ter CLDS"
Em entrevista ao "SW" a vereadora Deolinda Seno Luís, responsável pelo pelouro da Intervenção Social na Câmara de Odemira, explica a importância de o concelho ter, pela primeira vez, um Contrato Local de Desenvolvimento Social no seu território.
08h00 - sexta, 22/05/2020
Odemira quer ter
idosos "mais activos"
Promover o "envelhecimento activo" e a "autonomia das pessoas idosas", assim como combater a solidão e o isolamento, são algumas das metas do "Geração Activa", projecto que arrancou no passado mês de Outubro e que é o primeiro Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS) desenvolvido no concelho de Odemira.
08h00 - sexta, 22/05/2020
EB1 de Sabóia l
idera na reciclagem
A Escola Básica (EB) 1de Sabóia, no concelho de Odemira, lidera o top regional da iniciativa "Geração Depositrão", com mais de uma tonelada de eléctricos e electrónicos em fim de vida recolhidos.

Data: 22/05/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial