07h00 - terça, 29/09/2020

Odemira aprova moção sobre
transportes escolares no concelho

Odemira aprova moção sobre transportes escolares no concelho

A Assembleia Municipal de Odemira aprovou na sexta-feira, 25, por unanimidade uma moção, apresentada pelos eleitos do PS, onde manifesta as suas preocupações relativamente ao transporte escolar no concelho no presente ano escolar de 2020-2021.
De acordo com a moção, "o concelho de Odemira é extenso a nível territorial e tem vicissitudes que dificultam a articulação entre os vários serviços, para além do facto de não ser dotado de uma rede pública de transportes que permita satisfazer todas as necessidades".
Por isso mesmo, o transporte escolar foi neste ano lectivo "articulado entre a Rodoviária do Alentejo e a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL)", o que não impediu que existam muitas "preocupações" com este serviço.
Entre estas, frisa a moção, surge o facto de os autocarros que asseguram o transporte de crianças/jovens no percurso escola-casa (e vice versa) estarem "com a sua lotação completa e, por vezes, até excedida", além de não estarem "dotados de meios de desinfecção de mãos, imposta em todo o país".
Além do mais, continua a moção, "os autocarros circulam com pouco arejamento no seu interior"; "asseguram, antes do horário de transporte escolar, transporte particular de outras pessoas, sem que sejam devidamente desinfectados"; e "não são diariamente desinfectados".
A moção manifesta ainda a sua preocupação com o facto de o horário escolar não se adequar "ao horário dos transportes em alguns dos percursos que são efectuados, uma vez que há crianças/jovens a saírem em horários em que já não há autocarro para os levar a casa logo após as aulas e com saída do seu estabelecimento escolar".
A par de tudo isto, o ano lectivo de 2020-2021 no concelho de Odemira "iniciou-se sem que sequer tenha sido assegurado o transporte de crianças/jovens que não têm aulas no período da tarde, pois em alguns circuitos não havia autocarro à hora do almoço", acrescenta a moção.
No documento, os eleitos da Assembleia Municipal de Odemira frisam estar cientes "de que o ano lectivo apenas agora começou" e saber "que já têm sido feitos ajustes e corrigidas situações que permitem resolver alguns problemas que têm sido detectados".
"Não obstante, impõe-se levar ao conhecimento de todos os envolvidos aquilo que são as preocupações ultimamente manifestadas pela comunidade, numa perspectiva de colaboração mútua na procura de soluções equilibradas", acrescenta a moção, que vai ser enviada à CIMAL e à Rodoviária do Alentejo "para que possam prestar, cada uma na vertente que lhe compete, os esclarecimentos devidos e comunicar como pretendem resolver a situação".
Será ainda dado conhecimento da moção à Câmara de Odemira, aos agrupamentos de escolas do concelho e escolas não agrupadas e às associações de pais e encarregados de educação respectivas, assim como, posteriomente, "comunicadas as respostas".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - terça, 27/10/2020
Câmara de Odemira atribui
apoio financeiro às escolas
A Câmara de Odemira vai atribuir um apoio financeiro, no valor total de 33320 euros, aos agrupamentos de escolas e às escolas não agrupadas do concelho, assim como às instituições particulares de solidariedade social (IPSS) com valências na área da Educação, visando o combate à pandemia da Covid-19.
07h00 - segunda, 26/10/2020
Odemirense entrou
em campo com
apenas sete atletas
Depois da falta de comparência no jogo da primeira jornada, o Odemirense entrou em campo com apenas sete jogadores neste domingo, 25, na partida da segunda jornada da 1ª divisão distrital de Beja contra a equipa da União Serpense.
07h00 - quinta, 22/10/2020
Festivais Sudoeste
e Músicas do Mundo
recebem prémio
Os festivais Meo Sudoeste e Músicas do Mundo de Sines (FMM) foram galardoados durante a quinta edição dos Iberian Festival Awards (Prémios dos Festivais Ibéricos), cuja cerimónia se realizou no domingo, 18, em formato online.
07h00 - quinta, 22/10/2020
António Camilo admite propôr
alienação do salão de festas
dos Bombeiros de Odemira
António Camilo admite a possibilidade de vir a propôr que a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Odemira possa alienar o seu salão de festas para garantir as receitas necessárias à requalificação do seu quartel ou de outros investimentos na operação, se tal vier a ser necessário.
07h00 - quarta, 21/10/2020
Caçadores de São Teotónio
apresentam preocupações
Representantes das sete associações de caçadores da freguesia de São Teotónio (Odemira) reuniram a 10 de Outubro com o deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, onde apresentaram as suas preocupações relativamente ao momento que o sector enfrenta.

Data: 16/10/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial