07h00 - sexta, 13/11/2020

"'Odemira Empreende' já atingiu 1ME em apoios às empresas"

"'Odemira Empreende' já atingiu 1ME em apoios às empresas"

Em entrevista ao "SW", o vice-presidente da Câmara de Odemira sublinha a importância da entrega dos prémios "Espírito Empreendedor" e faz um balanço muito positivo do programa municipal "Odemira Empreende". Ricardo Cardoso revela que o programa já superou o montante de um milhão de euros nos apoios atribuídos a novos projectos empresariais no concelho.

Que significado tem a entrega dos prémios "Espírito Empreendedor" num momento de crise económica como o actual?
Tem sempre um significado importante. Este prémio pretende distinguir e dar visibilidade pública a quem tem grandes ideias e a quem tem méritos na actividade que já desenvolve. E desse ponto de vista é importante estimular o espírito empreendedor, mostrando aquilo que são os bons projectos desenvolvidos e as grandes ideias a desenvolver. Habitualmente atribuíamos este prémio no âmbito do maior certame do concelho de Odemira, a FACECO, que este ano – pelas razões conhecidas – não se pôde realizar. Por isso optámos por o fazer coincidir com o dia 25 de Novembro, que é o Dia do Empreendedor. Achámos que fazia sentido "colar" este prémio ao Dia do Empreendedor.

Sendo este um momento de crise, sente que é ainda mais importante destacar os bons projectos, aqueles que se destacam pela sua inovação e sucesso?
Sem dúvida! Queremos ser um concelho empreendedor, temos muitos projectos desenvolvidos nesta área e este prémio é mais um, fazendo parte desse grande "chapéu" que é o programa municipal "Odemira Empreende". Queremos estimular não só os projectos que já existem, mas principalmente o surgir de novos projectos e também que as pessoas tenham muitas ideias empreendedoras.

Em que medida é que este prémio tem sido importante no sentido de ser criada uma cultura de empreendedorismo no concelho?
Tudo o que distingue e dá visibilidade pública vai fazer com que outros possam seguir a mesma estratégia. No âmbito do "Odemira Empreende" temos muitos projectos apoiados e mais de 150 postos de trabalho criados… Isso tudo concorre para que haja gente cada vez mais criativa e empreendedora no concelho de Odemira. Os prémios são apenas uma das medidas que adoptámos para dar visibilidade ao empreendedorismo no concelho. E achamos que eles – efectivamente – contribuem para que novos empreendedores surjam.

O programa "Odemira Empreende" tem ido de encontro àquilo que eram as expectativas e as ambições iniciais?
Somos ambiciosos e sentimos que estamos num concelho com muita dinâmica económica, em que aqui e ali as contingências da altura condicionam o surgimento de novos projectos. É evidente que a altura que vivemos tem implicações claras e grandes naquilo que é o desenvolvimento normal das actividades económicas no concelho de Odemira, no país e no mundo. Portanto, tentamos responder àquilo que são as necessidades de cada momento e, nesse sentido, é importante referir o programa que criámos durante esta pandemia, o "Odemira Empreende +", que visou apoiar as empresas para fazer face às dificuldades vividas de momento. Foi uma medida excepcional que tivemos de criar e, eventualmente, teremos que pensar se não teremos que a voltar a aplicar, porque efectivamenmte a situação vivida actualmente a isso pode obrigar.

Frisou que, no âmbito do "Odemira Empreende", já foram criados 150 novos postos de trabalho no concelho. Tem ideia do volume total de apoios concedidos pela Câmara de Odemira às empresas e empreendedores locais através deste programa?
Neste momento há a assinalar aquela que é uma marca importantíssima, que é termos atingido um milhão de euros em apoios às empresas! Isso é algo que nos orgulha e que tem sido muito importante no estímulo e na criação de muitas ideias de negócio. E é isso que este programa procura atingir! Tudo começa numa ideia e vai terminar num negócio que se quer rentável. E [através deste programa] o Município pode apoiar esse arranque, que é sempre a altura mais crítica de qualquer negócio. Penso que o "Odemira Empreende" tem sido decisivo na criação de muitos negócios no concelho de Odemira e tem de facto essa marca [de um milhão de euros em apoios concedidos]. É um número que já demonstra bem todo o empenho que o Município pôs neste programa. Um milhão de euros é obra!

É muito mais que um simples número redondo…
É sem dúvida. É, de facto, um número bem demonstrativo do impacto deste programa!


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quinta, 21/01/2021
Autarca de Santiago
defende vacinação de
elementos dos bombeiros
O presidente da Câmara de Santiago do Cacém enviou um ofício ao primeiro-ministro, onde apela para que seja considerada "prioritária" a vacinação dos elementos das equipas de socorro dos corpos de bombeiros.
07h00 - segunda, 18/01/2021
Covid-19: CM Santiago
renova medidas de apoio
A Câmara de Santiago do Cacém acaba de aprovar a terceira renovação "das medidas extraordinárias e de carácter urgente" para o apoio social e económico à população no combate à pandemia da Covid-19.
07h00 - sexta, 15/01/2021
CM Santiago cancela
Festival da Enguia
A Câmara de Santiago do Cacém anunciou esta quinta-feira, 14, o cancelamento do Festival da Enguia da Lagoa de Santo André nas datas previstas, de 29 de Janeiro a 14 de Fevereiro, devido à situação de confinamento geral decretado pelo Governo.
07h00 - quarta, 13/01/2021
Exposição de fotografia
em Santiago do Cacém
O Auditório Municipal António Chaínho, em Santiago do Cacém, tem patente até final de Fevereiro a exposição de fotografia "10 anos, 120 retratos", da autoria de Duarte Gonçalves.
07h00 - quarta, 13/01/2021
Hospital do Litoral Alentejano
vai construir nova farmácia
A administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) assinou na segunda-feira, 11, o auto de consignação das obras de construção de uma nova farmácia no Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém.

Data: 15/01/2021
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial