07h00 - terça, 17/11/2020

Tribuna Pública em
defesa do SNS em Santiago

Tribuna Pública em defesa do SNS em Santiago

O PCP do Litoral Alentejano promove nesta terça-feira, 17, uma Tribuna Pública sob o lema "Em defesa do SNS contra o saque dos grupos privados", que terá lugar às 10h30 no Jardim Municipal de Santiago do Cacém, junto à Câmara Municipal.
Em comunicado, o PCP explica que o protesto visa denunciar o sub-financiamento do SNS e consequente transferência para os privados da prestação de cuidados de saúde, "com o pagamento de milhares de milhões de euros aos grupos económicos e financeiros".
"As despesas no SNS com transferência para o sector privado atingiram em 2018 5,7 mil milhões de euros. Se considerarmos tudo o que pode ser internalizado no imediato para o SNS - em serviços médicos adquiridos e fornecimento de serviços - (912 milhões de euros) e somarmos o que é pago anualmente em média pelas PPP na saúde, concluímos que estariam disponíveis para investir no serviço público, cerca de 1.500 milhões de euros", observa o PCP.
Os comunistas questionam se "com este dinheiro seria ou não possível contratar os profissionais de saúde em falta e valorizar os seus salários" e "fixar na região os profissionais, dando resposta aos cerca de 11 mil utentes do Litoral Alentejano sem médico de família, dotar com os profissionais necessários as novas urgências do HLA ou combater os tempos de espera, que chegam a 888 dias como é o caso da Otorrinolaringologia".
"Estas são as reivindicações do PCP e das populações há muito exigidas, porque a saúde é um direito e não um negócio", acrescentam os comunistas, que defendem o reforço do SNS "com mais financiamento, mais profissionais, melhores equipamentos".
Nesse sentido, anunciam, "o PCP propôs na Assembleia da República um Plano Nacional de Emergência, cujas medidas aprovadas reclamam do Governo a sua concretização".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 30/07/2021
"Cultura Com Todos"
termina em Odemira
Dinamizar o território e apoiar os agentes culturais locais é o grande objetivo do programa "Cultura com Todos em Odemira", que a Câmara Municipal tem vindo a promover nas freguesias do concelho do Litoral Alentejano ao longo deste mês de julho.
07h00 - sexta, 30/07/2021
Milfontes em sobressalto com ruído e vandalismo
A população de Vila Nova de Milfontes, no concelho de Odemira, está indignada com o excesso de ruído, desacatos e atos de vandalismo provocados por um grupo de jovens que, todos os anos, passa férias na localidade.
07h00 - sexta, 30/07/2021
Nuno Góis candidato
da CDU à AM Odemira
Nuno Góis vai ser o candidato da CDU à Assembleia Municipal de Odemira nas próximas eleições Autárquicas, agendadas para 26 de setembro, anunciou a candidatura comunista na sua página oficial no Facebook.
07h00 - quinta, 29/07/2021
Odemira foi o concelho com
maior aumento de população
O concelho de Odemira foi o único em todo o Alentejo que aumentou a população residente na última década, segundo os dados preliminares dos Censos 2021, que foram revelados nesta quarta-feira, 28 de julho.
07h00 - quarta, 28/07/2021
Odemira reabre fundo
de apoio a agentes culturais
A Câmara de Odemira anunciou a reabertura do fundo municipal de apoio extraordinário aos agentes culturais, no valor total de 40 mil euros, no sentido de "minimizar" o impacto da pandemia na atividade dos artistas e associações do concelho.

Data: 30/07/2021
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial