07h00 - sexta, 25/11/2022

Matias Baço: "O que me apaixona no bodyboard é o não haver limites"

Matias Baço: "O que me apaixona no bodyboard é o não haver limites"

Residente em Vale Juncal, na freguesia de São Teotónio (concelho de Odemira) e atleta do Núcleo de Bodyboard da Zambujeira do Mar, Matias Baço acaba de se sagrar campeão nacional de sub-14. Uma grande conquista para o jovem bodyboarder, que já ultrapassou obstáculos muito maiores na vida apesar de ter apenas 14 anos! Este título "representa o resultado do meu esforço ao longo destes anos em que tenho treinado em todas as condições do mar", diz em entrevista ao "SW".

És o novo campeão nacional de bodyboard sub-14. Que representa isso para ti?
Representa o resultado do meu esforço ao longo destes anos em que tenho treinado em todas as condições do mar.

Foi uma surpresa seres campeão ou já foste para a prova com essa expectativa?
Sim, foi uma surpresa! Mas mesmo antes do campeonato [nacional] fiquei na segunda colocação do Circuito do Sul, que foram as qualificações para o Nacional, o que me deu um "top 3" geral. Daí já vinha com balanço para o campeonato.

Como surgiu o bodyboard na tua vida?
Tive leucemia aos sete anos e quando finalizei o protocolo de quimioterapia, que durou dois anos, estava a precisar de me fortalecer e os meus pais, que são muito ligados ao mar, introduziram-me ao bodyboard. O meu pai tinha praticado a modalidade quando era mais novo e ensinou-me as bases. Entretanto, fiz um coachingclinic com o Daniel Fonseca e a seguir entrei para o Núcleo de Bodyboard da Zambujeira do Mar. Desde aí tenho o André Gonçalinho como treinador.

O que é que te "apaixona" nesta modalidade?
O que me apaixona nesta modalidade é o não haver limites, poder surfar ondas mais pesadas, maiores, saber que posso evoluir ainda mais, mandar manobras na parte mais crítica da onda.

Depois deste título, o objetivo é voltares a ser campeão em 2023?
Agora no próximo ano competitivo 2023 vou subir no escalão de Sub-14 para Sub-16 e o objetivo é treinar para chegar às finais.

Gostarias de vir a ser bodyboarder profissional e entrares, quem sabe, no circuito europeu ou mundial ou tens outras ambições para o teu futuro?
Gostaria de continuar a competir alcançando as minhas metas. Quanto ao [circuito] europeu ou mundial, é um sonho que vou trabalhar para realizá-lo.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - segunda, 30/01/2023
Homem detido
em São Teotónio com
64 doses de heroína
A GNR deteve, na quinta-feira, 26, um homem de 29 anos por suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes na localidade de São Teotónio, no concelho de Odemira.
07h00 - sexta, 27/01/2023
Odemira recebe
mais de 40 eventos
desportivos em 2023
São mais de 40 os eventos desportivos, em várias modalidades, que o concelho de Odemira vai receber ao longo deste ano de 2023, promovidos pela Câmara Municipal ou em parceria com clubes e entidades regionais, a par das competições regulares das modalidades federadas.
07h00 - sexta, 27/01/2023
Técnicos de turismo
do Alentejo e Ribatejo
reúnem em Odemira
Dar a conhecer o território de Odemira, assim como "promover o contacto e partilha de experiências e boas práticas", é o objetivo do Encontro Anual de Técnicos de Turismo do Alentejo e Ribatejo, que se realiza a partir desta sexta-feira, 27, em Odemira.
07h00 - sexta, 27/01/2023
Autarca de Odemira pede "reforço" dos serviços públicos no concelho
O presidente da Câmara de Odemira, Hélder Guerreiro, espera que o Governo possa avançar com um reforço de pessoal nos serviços públicos existentes no concelho, onde diz faltarem "cerca de 38" funcionários em várias áreas de atuação, das Finanças aos Registos e Notariado.
07h00 - quinta, 26/01/2023
Natal "movimentou" 252 mil
euros no comércio de Odemira
O comércio local de Odemira movimento "cerca de 252 mil euros" durante a época de Natal, revela a Câmara Municipal ao "SW".

Data: 27/01/2023
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial