10h34 - quinta, 22/12/2016

Solidariedade não é palavra vã


Carlos Pinto
Em cada Natal somos rodeados de 1001 solicitações em prol dos mais carenciados e/ou necessitados. Dos supermercados aos centros comerciais, das instituições particulares de solidariedade social a outras associações da sociedade civil, são inúmeras as acções e campanhas que apelam ao nosso espírito solidário neste período. Muitos são aqueles que participam dentro das suas possibilidades, dando qualquer coisa quando por vezes pouco têm. Mas são ainda bastantes aqueles que, infelizmente, não aderem e que até desdenham o objectivo destas iniciativas.
São precisamente estes últimos que devem ler a reportagem que o "SW" publica na página 5 desta edição. Durante a manhã da última terça-feira, 20, o nosso jornal acompanhou a equipa da TAIPA, onde se contava o Pai Natal e duas "ajudantes", na distribuição de presentes às crianças e jovens mais carenciadas que vivem na freguesia de Vila Nova de Milfontes. Um percurso por lugares, montes e aldeias que se prolongou ao longo de toda a semana, passando pelos quatro cantos do maior concelho de Portugal. Ao todo foram distribuídos perto de um milhar de brinquedos, para alegria dos mais novos.
Ora se há gestos que fazem a diferença, esta acção da TAIPA é um deles. A campanha "Aliados do Natal" assenta na solidariedade da população e das empresas de todo o município. Os alimentos e brinquedos recolhidos durante a iniciativa ajudam (e muito) a minimizar os sacrifícios que muitas famílias ainda têm de fazer. E são poucas as palavras que conseguem descrever o momento em que os mais petizes recebem em mãos uma singela prendinha. É por isto que apesar de muitas vezes mal utilizada, solidariedade nunca será uma palavra vã.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - domingo, 20/08/2017
CM Sines conclui obras
no bairro 1º de Maio
Estão concluídas as obras da primeira fase da reabilitação do espaço público do Bairro 1º de Maio, na cidade de Sines, promovidas pela autarquia local e avaliadas em cerca de 158 mil euros.
00h00 - domingo, 20/08/2017
Aldeia do Pico vai ter
Centro Comunitário
A Aldeia do Pico, no concelho de Grândola, vai ter um novo Centro Comunitário, obra da Câmara Municipal da "vila morena" que está avaliada em cerca de 270 mil euros.
00h00 - sábado, 19/08/2017
STAL assina ACEEP
com CM Santiago do Cacém
A Câmara de Santiago do Cacém e o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) assinaram na passada semana a alteração ao Acordo Colectivo de Entidade Empregadora Pública (ACEEP).
00h00 - sábado, 19/08/2017
Aldeia da Comporta
vai ter nova ETAR
Já foi publicado em Diário da República o concurso público da empreitada de concepção e construção da nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Comporta, o concelho de Alcácer do Sal.
00h00 - sábado, 19/08/2017
Arte urbana para
ver em Grândola
O filantropo António Inácio da Cruz, falecido em 1955, foi homenageado pela Câmara de Grândola através de uma obra de arte urbana concebida pelo conceituado Samina.

Data: 11/08/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial