12h29 - quinta, 23/03/2017

Há vida no interior


Carlos Pinto
Há muito que se fala da necessidade de dinamizar o nosso interior. De combater as assimetrias face ao litoral. De lutar contra os despovoamento e contra a desertificação. De pugnar para que Portugal não seja um país literalmente "entornado" para o mar, com muitos a fazer pela vida na cada vez mais exígua faixa litoral e poucos a (sobre)viver na vastidão do interior. Uma batalha gigantesca que não coloca apenas de um lado da barricada as áreas metropolitanas de Lisboa ou Porto e do outro lado o resto do país. Esta é também uma batalha a travar em cada um dos territórios que dão corpo a Portugal, seja no plano regional ou concelhio.
É por tudo isto que é de louvar o esforço que há muito tem vindo a ser empreendido pela Câmara Municipal de Odemira no sentido de garantir as mesmas oportunidades de desenvolvimento ao interior do maior concelho de Portugal. Com uma costa tão rica e cheia de potencialidades, seria bem mais fácil apostar todas as "fichas" no litoral. Mas em Odemira isso não sucede. Felizmente!
Os exemplos são mais que muitos: desde logo o programa "Odemira Empreende", que apoia iniciativas empresariais em todo o território e tem permitido o nascimento de novos negócios fora dos principais aglomerados do concelho. Depois, com a anunciada criação de novas zonas de fixação empresarial em freguesias rurais como Colos ou Sabóia. E, mais recentemente, com a valorização territorial, seja através da candidatura de localidades como São Martinho das Amoreiras, Santa Clara-a-Velha ou Vale de Santiago às "Maravilhas de Portugal – Aldeias", seja pela dinamização da estratégia DNA – Desporto Natureza Aventura, que pretende impulsionar o turismo em redor dessa mais-valia única que é a barragem de Santa Clara.
Tudo isto é demonstrativo de um claro empenho da autarquia na construção de um concelho mais homogéneo e equilibrado, com oportunidades para todos e sem a valorização do litoral em detrimento do interior. Uma atitude que merece ser aplaudida… pois no interior também há vida!



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - domingo, 20/08/2017
CM Sines conclui obras
no bairro 1º de Maio
Estão concluídas as obras da primeira fase da reabilitação do espaço público do Bairro 1º de Maio, na cidade de Sines, promovidas pela autarquia local e avaliadas em cerca de 158 mil euros.
00h00 - domingo, 20/08/2017
Aldeia do Pico vai ter
Centro Comunitário
A Aldeia do Pico, no concelho de Grândola, vai ter um novo Centro Comunitário, obra da Câmara Municipal da "vila morena" que está avaliada em cerca de 270 mil euros.
00h00 - sábado, 19/08/2017
STAL assina ACEEP
com CM Santiago do Cacém
A Câmara de Santiago do Cacém e o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) assinaram na passada semana a alteração ao Acordo Colectivo de Entidade Empregadora Pública (ACEEP).
00h00 - sábado, 19/08/2017
Aldeia da Comporta
vai ter nova ETAR
Já foi publicado em Diário da República o concurso público da empreitada de concepção e construção da nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Comporta, o concelho de Alcácer do Sal.
00h00 - sábado, 19/08/2017
Arte urbana para
ver em Grândola
O filantropo António Inácio da Cruz, falecido em 1955, foi homenageado pela Câmara de Grândola através de uma obra de arte urbana concebida pelo conceituado Samina.

Data: 11/08/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial