12h47 - quinta, 18/01/2018

Polis tem valido a pena


Carlos Pinto
Quem há um par de anos tiver desfrutado das praias do Malhão, das Furnas ou Franquia (para falar apenas destas) ou passeado pelo centro de Vila Nova de Milfontes (ou Zambujeira do Mar) e tiver oportunidade de, nos tempos mais próximos, regressar a estes locais no concelho de Odemira vai notar diferenças abissais. Para melhor. Aliás, para muito melhor!
Tanto estas praias como o núcleo de Milfontes e da Zambujeira (a par de muitos outros locais naturais e urbanos ao longo de dezenas de quilómetros por toda a costa do Alentejo Litoral) sofreram nos últimos dois/ três anos profundas obras de requalificação, num investimento superior a 30 milhões de euros que permitiu dotar a região de condições ímpares de segurança, sustentabilidade ambiental e visitação. Intervenções que eram indispensáveis e que muitos pensaram ser irrealizáveis…
Ora tudo isto aconteceu no âmbito do Polis Litoral Sudoeste, um programa que juntou o Estado (e diversos organismos públicos) às autarquias de Odemira, Sines, Aljezur e Vila do Bispo, numa parceria que "lavou" por completo a face da costa alentejana. Mas nada disto caiu do céu. Foi antes fruto de bastante trabalho e empenho, alguma imaginação e muita capacidade de diálogo, sobretudo numa altura em que todos os sonhos estiveram em risco de não sair do papel por decisão do então Governo PSD/ CDS.
Felizmente conseguiu-se inverter a tempo essa decisão e as desejadas obras avançaram no terreno. O resultado está agora à vista de todos e é caso para dizer que valeu a pena a espera... e o trabalho. Porque depois deste programa, o Alentejo Litoral fica (ainda) com melhores condições para agarrar o futuro de desenvolvimento que almeja.

Velhos? Só os trapos…
José Ferreira tem 75 anos e ainda corre. Aliás, só começou a praticar atletismo há pouco mais de três anos, mas mesmo assim ainda foi a tempo de ser campeão nacional de estrada. O atleta do Núcleo Desportivo e Cultural de Odemira é a prova de que "velhos só os trapos". E um exemplo – sobretudo para os mais jovens – de que com força de vontade tudo se alcança.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sábado, 22/09/2018
Capitania de Sines
alerta banhistas
Com o calor anunciado para estes dias, a Capitania do Porto de Sines aconselha os eventuais banhistas da região a adoptarem "uma cultura de segurança e prevenção", redobrando os cuidados junto à água.
07h01 - sexta, 21/09/2018
Normalidade no arranque das aulas em Odemira
Normalidade! É com esta expressão que a vereadora Telma Guerreiro descreve o arranque do novo ano lectivo de 2018-2019 no concelho de Odemira, destacando o facto de o número total de alunos, do pré-escolar ao ensino secundário, se manter estabilizado face ao ano anterior e haver aumento de estudantes nos agrupamentos de Odemira e de São Teotónio.
07h00 - sexta, 21/09/2018
Rácio para o pessoal
auxiliar é insuficiente
O novo ano escolar no concelho de Odemira começa com todos os agrupamentos a cumprirem o rácio legal em matéria de pessoal auxiliar, mas este acaba por ser insuficiente para as necessidades do território, reconhece a vereadora Telma Guerreiro.
07h00 - sexta, 21/09/2018
Debate sobre o SNS
em Santiago do Cacém
As Comissões de Utentes do Litoral Alentejano promovem esta sexta-feira, 21 de Setembro, em Santiago do Cacém, um debate, por forma a assinalar os 39 anos da criação do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
07h00 - sexta, 21/09/2018
Craques da orientação
"à prova" em Odemira
Neste fim-de-semana Odemira vai ser a "capital mundial" da orientação em BTT! Tudo porque o concelho recebe, entre sexta-feira e sábado, dias 21 a 23 de Setembro, a ronda final da Taça do Mundo (WMTBO), que juntará cerca de duas centenas de atletas vindos de 15 países de várias latitudes, entre os quais perto de meia centena de portugueses.

Data: 21/09/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial