17h49 - quinta, 02/08/2018

Elogio ao empreendedor


Carlos Pinto
Num tempo em que o atavismo por vezes se sobrepõe à vontade de executar, é de louvar aqueles que fazem, que assumem o risco de falhar e que ousam desafiar o que está estabelecido. Daí que apesar de empreender ser um dos verbos mais recentes no nosso léxico diário, nem todos ainda o saibam (ou queiram) conjugar. Porque isto de inovar, de investir, de correr riscos e de ter de recomeçar não é para todos.
Vem isto a propósito de mais uma edição do prémio "Espírito Empreendedor", entregue pela Câmara Municipal de Odemira durante a FACECO 2018 e que ficou marcada pela juventude dos candidatos [ver notícia na página 4]. Novos investidores que assumiram o risco de empreender num território do interior, contrariando os fatalismos do costume. Por isso mesmo, merecem todos os elogios possíveis e inimagináveis.
Mas neste campo há que olhar também para o outro lado e elogiar igualmente quem promove o empreendedorismo. E nesse aspecto o Município de Odemira dá cartas (na região e no país), pois não se limita a ficar confortavelmente à espera que os empresários avancem por sua iniciativa e risco. Pelo contrário, a autarquia odemirense é, também ela, empreendedora, estando ao lado de quem quer investir em projectos que abram novos horizontes ao território. E isso é de louvar!

2. A afirmação é do secretário de Estado da Energia a propósito do projecto da ENI e GALP para prospecção de hidrocarbonetos ao largo do Alentejo Litoral: "O país deve querer conhecer os seus recursos e depois, no momento certo, tomar a decisão se os deve explorar ou não", afirma Jorge Seguro Sanches. Pois parece-nos que esta não é a melhor das argumentações, além de contrariar o espírito do que deve ser uma estratégia de desenvolvimento sustentável e sustentada nas energias renováveis. Por isso mesmo, faz bem a Câmara de Odemira em avançar, junto com as autarquias do Algarve, com uma acção no Tribunal Europeu.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 12/12/2018
Bombeiros de Odemira e Milfontes
garantem resposta às populações
Apesar do conflito existente entre os bombeiros e o Governo, as corporações de bombeiros do distrito de Beja, entre as quais a de Odemira e a de Vila Nova de Milfontes, garantem que vão manter "os mesmos níveis de prontidão e eficiência" para apoiar as populações.
07h00 - quarta, 12/12/2018
AM Grândola quer reunir
com ministra da Saúde
A Assembleia Municipal de Grândola solicitou, "com carácter de urgência", reuniões à ministra da Saúde e ao conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) para debater as "deficientes condições de funcionamento do serviço público de saúde no concelho" e do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.
07h00 - quarta, 12/12/2018
Cripta de Alcácer
com mais visitantes
A Cripta Arqueológica do castelo de Alcácer do Sal foi visitada por 8496 turistas entre Janeiro e Novembro de 2018, número que ultrapassa valores referentes a períodos homólogos anteriores desde a inauguração do espaço, em 2008.
07h00 - terça, 11/12/2018
Programa "365 Alentejo"
com candidaturas abertas
A Turismo do Alentejo, em parceria com a Agência Regional de Promoção Turística e o Turismo de Portugal, tem abertas até final do ano as candidaturas para a segunda edição do programa "365 Alentejo-Ribatejo", que visa a construção e promoção de um calendário anual de eventos "consistente e coerente".
07h00 - terça, 11/12/2018
CDS quer ambulância
SIV em Alcácer do Sal
O grupo parlamentar do CDS defende a colocação de uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) no concelho de Alcácer do Sal, por forma a melhorar a capacidade de resposta à população.

Data: 30/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial