17h32 - quinta, 18/10/2018

Uma prioridade para o território


Carlos Pinto
A Câmara de Odemira acaba de lançar a segunda fase do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, agora denominado "Odemira Integra +" e que vai vigorar até ao Verão de 2020. Um programa que, como lhe contamos na página 8 desta edição do "SW", alicerça a política local de acolhimento e integração no concelho e que resulta de uma parceria da autarquia com diversas entidades públicas e privadas e até com empresas, que são as principais responsáveis pela chegada destas pessoas ao território.
O novo plano surge estruturado em 13 áreas de intervenção e é, claramente, uma resposta que urge dar num concelho onde praticamente um quinto da sua população corresponde a habitantes de 68 nacionalidades, na maioria oriundos da Ásia, com todas as especificidades culturais, religiosas e outras que tal quadro acarreta.
Numa altura em que os movimentos migratórios são uma inevitabilidade em todos os quadrantes do globo (com a Europa à cabeça), é bom que percebamos que este é um problema que diz respeito a todos, seja no plano individual seja enquanto membro de uma comunidade que se quer cada vez mais justa e coesa. Por isso, faz muito o Município de Odemira em adoptar esta postura pró-activa e encarar de frente a questão, vendo na migração e nestes novos habitantes uma oportunidade para o seu território.

2. Os Bombeiros Voluntários de Odemira estão de parabéns, mas segundo o seu presidente celebram 83 anos de ajuda ao próximo ainda com muitas dificuldades financeiras [ver página 16]. Sobretudo porque o Estado não aumenta as dotações para este tipo de instituições, nem as entidades ligadas à esfera pública cumprem com os seus pagamentos a tempo e horas. Este não será, seguramente, caso isolado no país. Daí lançarmos estas questões: não serão os bombeiros tão importantes para a segurança pública como a PSP ou a GNR? Por que não pensar em profissionalizar este sector, garantindo um serviço de qualidade e não sobrecarregando (ainda mais) os voluntários?



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 17/05/2019
Câmara de Santiago
tem novo camião
A Câmara Municipal de Santiago do Cacém adquiriu um novo camião de carga de 26 toneladas, com caixa basculante, num investimento avaliado em cerca de 143 mil euros.
07h00 - sexta, 17/05/2019
Parceria junta Benfica a
Vasco da Gama de Sines
O Vasco da Gama de Sines assinou nesta quinta-feira, 16 de Maio, no Caixa Futebol Campus, um protocolo de parceria com o Sport Lisboa e Benfica na área do futebol de formação.
07h00 - sexta, 17/05/2019
Governante de Timor
visitou Porto de Sines
O ministro dos Transportes e Comunicações de Timor-Leste, José Agustinho da Silva, visitou nesta semana o Porto de Sines, no sentido de "conhecer o funcionamento e as potencialidades desta infra-estrutura portuária".
07h00 - quinta, 16/05/2019
Câmara de Sines
ocupa jovens no Verão
A Câmara de Sines vai voltar a promover em 2019 mais uma edição do "Mãos à Obra", programa ocupacional de Verão para jovens dos 15 aos 25 anos, que vai decorrer durante o próximo mês de Julho.
07h00 - quinta, 16/05/2019
Regadio no Mira com
taxa de utilização de 60%
Meio século após a construção da barragem de Santa Clara, estão a ser utilizados 60% dos cerca de 12 mil hectares abrangidos pelo Aproveitamento Hidroagrícola do Mira (AHM).

Data: 10/05/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial