17h34 - quinta, 18/10/2018

"Caem co'a calma as aves"


António Martins Quaresma
Por momentos, tirou os olhos do computador. Tinha despendido 15 minutos na rede social, ultrapassando, em muito, o que costumava gastar diariamente. "Tempo inutilmente consumido", pensou. "Quem me manda a mim ser parvo: Facebook, só três minutos, no máximo, com descanso às segundas, quartas e sextas", remoeu, entre dentes.
De súbito, as suas lucubrações foram interrompidas por uma urgência doméstica. Não havia pão, esse imprescindível produto em qualquer casa alentejana, e alguém tinha de resolver o problema, antes que a multidão de banhistas rapasse completamente as respectivas vitrinas, no supermercado. Sabem, "banhistas" são, para ele e para os seus círculos familiar e de amigos, os turistas. É resquício de um tempo em que todos assim designavam os forasteiros, que frequentavam as praias da foz do rio Mira na época estival.
Assim, no sábado abrasador, foi forçado a sair de casa pela hora da maior calma. Quando deixou o relativo fresco da habitação e se engolfou na canícula, o embate do bafo ardente fê-lo recuar. Veio-lhe à cabeça uma praga, que nem teve energia para verbalizar, e arremeteu segunda vez, em passo rápido, mas pouco firme, rua e inferno adiante.
Não tardou que os 40º Celsius (ou 50, ou lá o que era) começassem a fazer estragos no seu já débil equilíbrio fisiológico. A meio caminho, foi invadido por uma estranha sensação de quase imponderabilidade, ao mesmo tempo que cogitava continuamente "O sol é grande, caem co'a calma as aves", e, quanto mais repisava, mais procurava indagar, nas profundezas da sua diluída memória, a origem e a razão deste singular pensamento. Não avistava qualquer ave, nem sequer o melro-de-bico-amarelo, que, do quintal, regularmente, observava e, até Junho, ouviu cantar, ou a frágil alvéola, que, saltitante, usava debicar entre as ervas.
E, mais uma vez, numa vertigem: "O sol é grande, caem co'a calma as aves". Então, numa epifania: "Já sei, o Simbolismo, verso de Camilo Pessanha". Uns segundos depois: "Grande asno, não tem nada a ver, é Sá de Miranda!", ciciou surdamente, ao conseguir extrair, da massa cinzenta, a informação, que depois veio a confirmar estar certa. Irrelevante, porém, para explicar o estranho fenómeno e, menos ainda, para o livrar do abrasamento.
Pouco tempo depois, já na segurança do lar, seguindo o exemplo de milhões de portugueses, armou em expert, e ensaiou uma explicação arguta para o caso. Como é incréu, não buscou na acção divina uma aclaração. Em vez disso, concebeu que, face à paralisia do seu consciente, pelo sufoco térmico, o subconsciente ofereceu uma imagem poética para lhe ocupar o espírito, à laia de meditação oriental, e, desta maneira, ajudou-o a superar a provação. Satisfeito com o que julgou ter sido uma penetrante reflexão, começou a cortar uma fatia de pão.
Não tinha ainda terminado o gesto, caiu – finalmente – em si: "Tenho que me pôr a pau, tou a ficar taralhouco, com'ó caraças!"



Outros artigos de António Martins Quaresma

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quinta, 18/07/2019
FACECO 2019 apoia
pescadores da Azenha
A FACECO terá um cariz solidário em 2019, uma vez que metade do valor resultante da venda de entradas reverterá para a campanha solidária que está a decorrer em favor dos pescadores da Azenha do Mar afectados pelo incêndio de 6 de Maio.
07h00 - quinta, 18/07/2019
"Músicas do Mundo"
arranca no Porto Covo
Arranca nesta quinta-feira, 18 de Julho, a 21ª edição do Festival Músicas do Mundo (FMM) de Sines, que promete uma viagem em redor do globo através da música até ao próximo dia 27 de Julho (sábado), com concertos em Porto Covo e Sines.
07h00 - quinta, 18/07/2019
Transportes públicos mais baratos
em Agosto no Alentejo Litoral
As populações dos cinco concelhos do Alentejo Litoral vão passar a pagar, a partir de Agosto, um máximo de 40 euros por mês pelo seu passe nas viagens realizadas através da Rodoviária do Alentejo com origem e destino nestes municípios.
07h00 - quarta, 17/07/2019
Concurso de fotografia
em Santiago do Cacém
já tem vencedor
Nuno Alexandre Mateus, com o trabalho "Interacções", foi o vencedor da quarta edição do concurso de fotografia "Num instante… um novo olhar", promovido pela Câmara Municipal de Santiago do Cacém.
07h00 - quarta, 17/07/2019
Alcácer do Sal
promove actividades
para os mais novos
A Câmara de Alcácer do Sal e o Agrupamento de Escolas local promovem até ao final da próxma semana, 26 de Julho, mais uma edição do programa de Actividades de Animação e Apoio à Família (AAAF).

Data: 05/07/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial