13h02 - quinta, 12/11/2020

Números que fazem diferença


Carlos Pinto
Se há imagens que valem por mil palavras, também há números que que ilustram melhor determinada realidade do que qualquer gráfico ou tabela. Por exemplo, um milhão (neste caso de euros). É, sem dúvida, um número bem redondo e que, quando alcançado, tanto pode significar excelentes notícias como péssimas novidades.
Neste caso concreto, e tal como o "SW" lhe conta neste edição [ver página 4], o número de um milhão de euros é sinónimo de orgulho e muita satisfação: porque este é o valor dos apoios financeiros já concedidos pela Câmara de Odemira a novas projectos empresariais e a empreendedores locais, no âmbito do programa municipal de empreendedorismo e emprego "Odemira Empreende".
Já com alguns anos de execução no terreno, este programa é seguramente (e comprovadamente) essencial ao surgimento de novas empresas e mais postos de trabalho no município.
E se dúvidas houvesse, o número de um milhão de euros em apoios atribuídos dissipa-as por completo, confirmando que a opção tomada aquando da criação deste mecanismo de apoio foi, indiscutivelmente, certeira.

2. Mas há outro número em destaque nesta edição do seu jornal: 1.825. É este o número total de idosos que vivem sozinhos, isolados ou sozinhos e isolados nos cinco concelhos do Alentejo Litoral e que foram recentemente sinalizados pela GNR, no âmbito da operação "Censos Sénior 2020".
Grande parte destas 1.825 pessoas vive em montes afastados dos principais centros urbanos locais, sem qualquer meio de transporte, com poucos recursos financeiros, diversos problemas de saúde e muito susceptível a eventuais situações de criminalidade.
Por tudo isto, este é um número deve fazer-nos reflectir, ainda mais perante o actual quadro pandémico. E levar-nos a exigir outro tipo de resposta por parte das estruturas do Estado perante um problema que tenderá a agudizar-se nos próximos tempos…



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quinta, 28/01/2021
Caravelas-portuguesas avistadas
em praias de Odemira e de Sines
A Capitania do Porto de Sines alertou a população esta terça-feira, 26, para a presença de caravelas-portuguesas "no espelho de água e nas praias dos concelhos de Sines e de Odemira, incluindo no rio Mira".
07h00 - quinta, 28/01/2021
Cinco ADR do
Litoral Alentejano com
horário mais alargado
Os ADR Comunidade (áreas dedicadas para doentes para atendimento a utentes com sintomatologia de Covid-19) dos cinco centros de saúde do Litoral Alentejano passaram a ter um horário "mais alargado", dada a "actual situação pandémica" na região.
07h00 - quinta, 28/01/2021
Covid-19: Surto
com 38 infectados
no lar de Alvalade
Um surto de Covid-19 com 38 infectados, 10 dos quais funcionários e 28 utentes, foi identificado pelas autoridades de saúde no lar da Casa do Povo de Alvalade, informa a Câmara de Santiago do Cacém.
07h00 - terça, 26/01/2021
Câmara de Sines
entrega refeições a
alunos do concelho
A Câmara de Sines alargou o fornecimento de refeições escolares no concelho a todos os níveis de ensino, sendo que estas serão entregues em casa dos alunos, por forma a evitar "deslocações e a concentração de pessoas nas horas de levantamento das refeições".
07h00 - terça, 26/01/2021
Autarca de Alcácer quer
bombeiros e funcionários
da Câmara vacinados
O presidente da Câmara de Alcácer do Sal defende que os bombeiros voluntários e os funcionários da autarquia sejam colocados nos grupos prioritários no processo de vacinação contra a Covid-19.

Data: 15/01/2021
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial