16h43 - quinta, 20/05/2021

Um projeto muito oportuno


Carlos Pinto
Proteger, reduzir e poupar – são estes os três "pilares" essenciais do projeto "AQUA", que a Junta de São Luís, no concelho de Odemira, tem a decorrer, visando consciencializar a comunidade (sobretudo os mais novos) para o uso eficiente da água e, em simultâneo, para contribuir para uma poupança dos valores pagos em água nesta freguesia.
Um projeto que damos a conhecer ao pormenor nesta edição do "SW e que – reconheçamos – surge num momento bastante oportuno, tendo em vista a evidência cada vez mais notória que são as alterações climáticas, com todos os seus efeitos adversos para o ambiente e para a biodiversidade locais.
Mas a oportunidade do "AQUA" relaciona-se também com o momento vivido presentemente no concelho de Odemira, onde a pandemia da Covid-19 veio dar reconhecimento público a alguns problemas há muito conhecidos na região, entre os quais a acelerada redução do volume de água armazenada na barragem de Santa Clara.
À data em que escrevemos este texto, 19 de maio de 2021, a albufeira situada no interior do concelho de Odemira estava exatamente com 50% da sua capacidade máxima, o que equivale a 241.852.480 metros cúbicos de água. Até pode parecer muito, mas estamos a falar de uma barragem com um volume total de armazenamento de 485.000.000 metros cúbicos, em que 244.700.000 metros cúbicos correspondem a volume morto.
Ou seja, a escassez de água na barragem de Santa Clara é cada vez menos uma improbabilidade e, por isso mesmo, há que começar a "fazer caminho" para evitar um cenário de catástrofe.
Projetos como o "AQUA" certamente ajudarão, mas será ao nível do Estado e das entidades gestoras que é preciso definir uma estratégia concreta e bem estruturada para inverter o atual quadro. Caso contrário, dentro de poucos meses poderemos estar a falar de uma seca nunca antes vista…



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quinta, 28/10/2021
Câmara e comunidade
apoiam Fluvial Odemirense
A Câmara de Odemira está a avaliar "a dimensão do apoio financeiro a atribuir" ao Clube Fluvial Odemirense (CFO), cujas instalações foram destruídas por um incêndio, que teve causa humana, na madrugada de 9 de outubro.
07h00 - quinta, 28/10/2021
Pelouros atribuídos
no novo executivo
da Câmara de Sines
Estão definidos os pelouros no executivo da Câmara de Sines para o mandato autárquico de 2021-2025, onde apenas os quatro eleitos do PS estarão em regime de permanência.
07h00 - quinta, 28/10/2021
Autarca de Alcácer
reeleito presidente
da CIMAL
O autarca de Alcácer do Sal, o comunista Vítor Proença, foi reeleito, na terça-feira, 26, para o cargo de presidente do conselho intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL).
07h00 - quarta, 27/10/2021
Concelho de Sines recebe exercício
de combate à poluição marinha
O concelho de Sines recebe nesta quarta e quinta-feira, dias 27 e 28, o exercício de com-bate à poluição em meio marinho "Atlantic Polex.
07h00 - quarta, 27/10/2021
Porto de Sines
cresceu 16,9% no
terceiro trimestre
O Porto de Sines registou um crescimento de 16,9% no terceiro trimestre de 2021 no conjunto de todos os segmentos de carga, o que representou um total de 35,9 milhões de toneladas movimentadas.

Data: 15/10/2021
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial