07h00 - sexta, 08/06/2018

"Odemira já tem turistas todo o ano"

"Odemira já tem turistas todo o ano"

O vice-presidente da Câmara de Odemira afirma que a Fei~TUR, que arranca nesta sexta-feira, 8, em Vila Nova de Milfontes, é "o evento mais notório em termos de promoção turística de toda a região do Alentejo". Em entrevista ao "SW", Ricardo Cardoso assinala ainda o crescimento do sector no concelho ao longo de todo o ano. "Em Odemira vivia-se muito do turismo ligado ao sol e mar e, portanto, ao Verão. E neste momento há turistas no concelho todo o ano, com destaque para a Primavera e o Outono", diz.

Que importância tem a FEI~TUR para o sector?
A FEI~TUR afirmou-se como um evento regional e é o evento mais notório em termos de promoção turística de toda a região do Alentejo. Esta edição pretende, de alguma maneira, consolidar esse aspecto e estamos em crer que vamos ter uma feira representativa de tudo aquilo que existe no concelho de Odemira, em todo o Litoral e em toda a região do Alentejo. Vai estar representado [na feira] um conjunto bastante vasto de empresas ligadas ao sector, desde a oferta hoteleira à restauração, passando por empresas de animação turística ou empresas marítimo-turísticas. Pensamos que este evento vai crescer e consolidar-se como o principal evento da oferta turística de toda a região do Alentejo

Que peso tem já este sector do Turismo Desportivo e de Natureza na economia local? É cada vez mais importante?
Sem dúvida! O turismo no concelho de Odemira foi-se alterando ao longo dos últimos anos, pois era um turismo muito marcado por uma oferta específica, de sol e mar, e nos últimos anos tem conseguido fugir a essa única oferta – que continua a ser uma das principais ofertas, agora a ombrear com a oferta de Turismo de Natureza! O pedestrianismo e também o BTT estão a afirmar-se cada vez mais, a canoagem também é uma actividade muito relevante, os passeios no Mira cresceram imenso nos últimos anos, os restaurantes estão com cada vez melhor oferta e o alojamento cresceu de forma exponencial nos últimos anos… Tudo isto levou a que todo o sector crescesse!

O Turismo Desportivo e de Natureza tem a mais-valia de poder ser transversal a todo o território do concelho, não apenas ao litoral. Também por aí este crescimento é fundamental para a economia local?
O nosso maior desafio era que todo o concelho pudesse ter oferta turística e acho que estamos a conseguir fazer isso. Ao longo dos últimos anos têm surgido no interior [do concelho] muitas iniciativas particulares, novos alojamentos, novos restaurantes, algumas empresas de animação turística… E obviamente que isso também tem a ver com alguns investimentos em termos infra-estruturais que foram feitos pelo próprio Município, como é bom exemplo toda a infra-estruturação em torno da barragem de Santa Clara ou o alargamento da Rota Vicentina ao interior. E estando em curso os trilhos de BTT, isso vai acentuar-se ainda mais. Portanto, o desafio foi alargar este sector a todo o concelho e estamos a conseguir fazer isso, não só em termos territoriais mais também em termos de sazonalidade.

De que forma?
Em Odemira vivia-se muito do turismo ligado ao sol e mar e, portanto, ao Verão. E neste momento há turistas no concelho todo o ano, com destaque para a Primavera e o Outono. Acho que estamos a conseguir, de facto, inverter esta realidade e a alargar o período de atractividade. Era uma das nossas prioridades e acho que foi conseguida.

Este sector ainda tem margem para crescer?
Parece-me que sim. Chegar a novos locais é sempre importante e há algumas freguesias que ainda têm uma oferta menor, mas que neste momento estão em crescimento e podem crescer mais. Mas o mais importante de tudo é fugir à sazonalidade deste sector e nós provámos que o podemos fazer. Obviamente que há sempre coisas a aperfeiçoar e estamos a trabalhar nesse aperfeiçoamento.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 21/06/2018
Noites de música
na vila de Odemira
Do cante alentejano ao jazz, da world music à música clássica e à poesia, são vários os estilos (e os artistas) que vão passar pelo palco do Quintal da Música, em Odemira, nas noites de Verão.
07h00 - quinta, 21/06/2018
PSD "indignado" com
fecho da CGD em Colos
O PSD de Odemira garante estar "indignado" com o provável encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) em Colos, considerando ser "uma injustiça que o Governo e os partidos que o suportam permitam que isto aconteça".
07h00 - quinta, 21/06/2018
Título de atletismo para
Casa do Povo de S. Luís
A equipa de atletismo da Casa do Povo de São Luís garantiu no passado sábado, 16 de Junho, o título distrital por equipas no campeonato distrital de juniores no sector masculino.
07h00 - quarta, 20/06/2018
CDS-PP questiona
Câmara de Sines
Quatro deputados do CDS-PP enviaram um requerimento à Câmara de Sines, no qual questionam o executivo liderado por Nuno Mascarenhas sobre o futuro Centro de Recolha Oficial para Animais de Companhia.
07h00 - quarta, 20/06/2018
ANAFRE reuniu com
autarcas em Milfontes
O provável encerramento da agência da Caixa Geral de Depósitos em Colos, no concelho de Odemira, vai ser discutido na próxima reunião do conselho directivo da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), que se realiza na sexta-feira, 22.

Data: 08/06/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial