00h00 - segunda, 09/07/2018

Andebol para todos
no concelho de Odemira

Andebol para todos no concelho de Odemira

Nem todos nascem para ser grandes desportistas, mas o desporto deve estar ao alcance de todos. É esta a máxima que acaba por guiar o projecto "Todos diferentes, todos andebol", que a Cautchú–Associação de Promoção e Desenvolvimento de Desporto, com sede em São Teotónio, tem vindo a dinamizar no concelho de Odemira.
O projecto nasceu da percepção que a associação tem "da realidade social existente no concelho" e tem por objectivo "a igualdade de oportunidades", o "livre acesso ao desporto" e a promoção da "interacção e integração" de pessoas com deficiência na comunidade. Nesse sentido, a iniciativa permitiu a criação de uma equipa de andebol adaptado para pessoas com deficiência intelectual, numa parceria com a Associação de Paralisia Cerebral de Odemira, Associação de Andebol do Algarve e a ANDDI. E por outro lado, tem possibilitado a integração de crianças e jovens migrantes nas equipas de andebol da Cautchú, contando para tal com a colaboração da TAIPA.
"Acreditamos que o desporto é uma área suficientemente forte para ajudar na integração das crianças e jovens migrantes, tendo como foco a diminuição de barreiras linguísticas, culturais e sociais. Uma bola e duas balizas quebram qualquer barreira, principalmente nas crianças", sublinha ao "SW" o presidente da Cautchú.
De acordo com Pedro Almeida, o projecto tem alcançado resultados bastante positivos. "Na vertente do andebol adaptado já temos o processo em andamento e agora queremos melhorar e criar condições para que mais pessoas possam praticar a modalidade. Na vertente da comunidade migrante ainda não fizemos o trabalho exploratório que queremos fazer, mas ainda assim já nos vão chegando algumas crianças, nomeadamente das comunidades búlgara, nepalesa e indiana", diz.
No caso do andebol adaptado, durante a época desportiva de 2017-2018 foram realizados dois treinos semanais, tendo a equipa participado em torneios de competição. "O objectivo é aumentar o número de praticantes que garanta a possibilidade de participar em competições, quer organizadas pela Federação quer organizadas pela ANDDI", observa Pedro Almeida.
Quanto aos mais novos, o presidente da Cautchú afiança que o projecto pode crescer muito mais.
"Existe necessidade e possibilidade da criação de condições para chegar a esta população-alvo, cada vez com maior expressão na comunidade e território. Assim, vamos avançar para a divulgação junto das comunidades migrantes das actividades e treinos, utilizando projectos que já respondam a esta realidade migrante", como o CLAIM, o Giramundo ou ST-EG6, revela Pedro Almeida.
Para o presidente da Cautchú, o "Todos diferentes, todos andebol" é um projecto ainda com muito futuro.
Por isso, "tudo faremos para criar as condições técnicas, logísticas e financeiras, no sentido de evoluirmos e cimentarmos estes dois eixos de intervenção, porque o retorno que se obtém é extremamente gratificante", conclui.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 18/01/2019
Autarca de Odemira esperava mais
da transferência de competências
O presidente da Câmara de Odemira elogia a transferência de competências do Estado para os municípios, mas não deixa de criticar a forma como o processo foi concebido, admitindo mesmo que o actual figurino lhe "sabe a pouco".
07h00 - sexta, 18/01/2019
CM Odemira vai aceitar novas competências
Praias, jogos de fortuna ou azar, justiça, associações de bombeiros, habitação, estruturas de atendimento aos cidadãos, vias de comunicação, património imobiliário público sem utilização e estacionamento público: estas matérias vão passar para a responsabilidade da Câmara de Odemira, que vai aceitar a transferência de competências proposta pelo Governo para estas nove áreas.
07h00 - sexta, 18/01/2019
Alojamento Local em debate em Odemira
O alojamento local vai estar em debate nesta sexta-feira, 18, a partir das 14h30, no auditório da Biblioteca Municipal de Odemira, numa sessão promovida pela autarquia local.
07h00 - sexta, 18/01/2019
Alojamento Local cresce
no concelho de Odemira
A actividade turística é cada vez mais preponderante na economia local do concelho de Odemira e isso não se reflecte apenas no aumento de visitantes no território, mas também o número de unidades de alojamento tem crescido no concelho, com destaque para o Alojamento Local, que em cinco anos passou de cerca de 60 unidades para as actuais 520.
07h00 - sexta, 18/01/2019
Música e teatro pelo
projecto "GiraMundo"
O projecto "Giramundo", dinamizado pela TAIPA, apresenta nas próximas duas sextas-feiras dois espectáculos, um de música e outro de teatro.

Data: 18/01/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial