00h00 - segunda, 09/07/2018

Odemira integra Rede
Solidária do Medicamento

Odemira integra Rede Solidária do Medicamento

"Esta é mais uma 'ferramenta' na construção de uma sociedade mais solidária e inclusiva": foi desta forma que o presidente da Câmara de Odemira, José Alberto Guerreiro, se referiu ao protocolo assinado na passada semana com a Associação Dignitude, liderada pela antiga ministra da Saúde, Maria de Belém Roseira, que permite ao concelho passar a integrar o Programa ABEM–Rede Solidária do Medicamento.
O programa visa apoiar os agregados familiares mais carenciados do concelho na aquisição de medicamentos. Nesse sentido, os beneficiários da iniciativa – pessoas com rendimentos mensais até 300 euros que serão identificados pelos serviços da autarquia, das juntas de freguesia e das instituições de solidariedade social do concelho – poderão obter gratuitamente os medicamentos genéricos comparticipados pelo Sistema Nacional de Saúde e prescritos pelo médico. E quando o medicamento prescrito não tiver genérico associado será entregue o medicamento de marca gratuitamente.
"Temos noção da dificuldade de certas famílias em levantar os medicamentos, por vezes até em ter acesso aos medicamentos mais básicos, porque a carteira não consegue suportar todas as despesas. Perante esta realidade – e com a consciência social que temos de ter – não podíamos ficar de fora deste programa", sublinha José Alberto Guerreiro.
De acordo com o autarca odemirense, o Município vai contribuir para o programa com 100 euros por cada pessoa apoiada, num investimento que pode chegar aos 30 mil euros até final deste ano. "Mas não é uma despesa, é um investimento! Porque estamos a construir inclusão, estamos a dar oportunidade aos que têm mais dificuldades e estamos a acrescentar qualidade de vida aos nossos concidadãos", argumenta.
José Alberto Guerreiro adianta ainda que este programa vem reforçar os apoios já concedidos pelo Cartão Social Municipal, onde também já estava prevista a possibilidade de comparticipação na aquisição de medicamentos. "Esta é mais uma componente da ideia de justiça social que promovemos e, ao mesmo tempo, permite o acesso de todos a uma qualidade de vida mínima, quer sejam novos ou velhos", vinca.
Por sua vez, Maria de Belém Roseira considera o Programa ABEM essencial, dados os problemas sociais "muito complexos e muito alargados" que ainda existem em Portugal. "Temos de tentar garantir a todos os portugueses as mesmas condições de vida. Neste caso concreto o acesso a um bem essencial do qual as pessoas não devem ficar privadas por razões de natureza económica", sublinha ao "SW" a coordenadora-geral da Dignitude.
A antiga governante lembra ainda que, de acordo com dados oficiais, "um em cada cinco portugueses tem dificuldade em comprar os medicamentos que lhes são prescritos". E porque "o Estado nunca consegue fazer tudo aquilo que é necessário", é necessário que a sociedade civil também dê o seu "contributo", acrescenta. "Temos a noção da importância deste programa e só temos pena que não esteja mais expandido", conclui.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 21/11/2018
"Milfontes não tem
condições para subir"
Apesar de ter sido segundo classificado em 2015-2016 e em 2017-2018, o Praia não é candidato ao título distrital nesta temporada, garante o treinador da equipa de Vila Nova de Milfontes, Fernando Candeias, em entrevista ao "SW".
07h00 - terça, 20/11/2018
Grupo Selina quer
abrir hotel em Milfontes
O grupo hoteleiro Selina pretende instalar-se no Alentejo Litoral, com a abertura de uma unidade de alojamento em Vila Nova de Milfontes, projecto já confirmado pela presidente da marca em Portugal.
07h00 - terça, 20/11/2018
Federação de Canoagem
divulga ranking nacional
O Clube Náutico do Litoral Alentejano (CNLA), de Vila Nova de Milfontes, garantiu a 10ª posição no Ranking Nacional de Clubes/ Troféu Jogos Santa Casa, divulgado recentemente pela Federação Portuguesa de Canoagem (FPC).
07h00 - segunda, 19/11/2018
Educação emocional
nas escolas de Odemira
Os jardins-de-infância dos agrupamentos de escolas de Odemira, Vila Nova de Milfontes, Sabóia e Colos estão a receber, em 2018-2019, sessões semanais de educação emocional.
18h22 - domingo, 18/11/2018
Odemirense ganha
e já é 2º classificado
A equipa do Odemirense continua em boa forma no campeonato distrital da 1ª divisão de Beja e na tarde deste domingo, 18 de Novembro, somou mais três pontos, ascendendo ao segundo lugar da competição.

Data: 16/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial