17h32 - quinta, 18/10/2018

Uma prioridade para o território


Carlos Pinto
A Câmara de Odemira acaba de lançar a segunda fase do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, agora denominado "Odemira Integra +" e que vai vigorar até ao Verão de 2020. Um programa que, como lhe contamos na página 8 desta edição do "SW", alicerça a política local de acolhimento e integração no concelho e que resulta de uma parceria da autarquia com diversas entidades públicas e privadas e até com empresas, que são as principais responsáveis pela chegada destas pessoas ao território.
O novo plano surge estruturado em 13 áreas de intervenção e é, claramente, uma resposta que urge dar num concelho onde praticamente um quinto da sua população corresponde a habitantes de 68 nacionalidades, na maioria oriundos da Ásia, com todas as especificidades culturais, religiosas e outras que tal quadro acarreta.
Numa altura em que os movimentos migratórios são uma inevitabilidade em todos os quadrantes do globo (com a Europa à cabeça), é bom que percebamos que este é um problema que diz respeito a todos, seja no plano individual seja enquanto membro de uma comunidade que se quer cada vez mais justa e coesa. Por isso, faz muito o Município de Odemira em adoptar esta postura pró-activa e encarar de frente a questão, vendo na migração e nestes novos habitantes uma oportunidade para o seu território.

2. Os Bombeiros Voluntários de Odemira estão de parabéns, mas segundo o seu presidente celebram 83 anos de ajuda ao próximo ainda com muitas dificuldades financeiras [ver página 16]. Sobretudo porque o Estado não aumenta as dotações para este tipo de instituições, nem as entidades ligadas à esfera pública cumprem com os seus pagamentos a tempo e horas. Este não será, seguramente, caso isolado no país. Daí lançarmos estas questões: não serão os bombeiros tão importantes para a segurança pública como a PSP ou a GNR? Por que não pensar em profissionalizar este sector, garantindo um serviço de qualidade e não sobrecarregando (ainda mais) os voluntários?



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 23/01/2019
Alcácer do Sal
adere aos CLDS 4G
A Câmara de Alcácer do Sal vai apresentar um projecto no âmbito do novo programa de Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS) de quarta geração (4G), no qual os municípios têm um papel mais preponderante em relação às edições anteriores.
07h00 - quarta, 23/01/2019
Câmara de Odemira visita
unidades turístics do concelho
Contactar de perto com os empresários do sector é o grande objectivo do ciclo de visitas a várias unidades turísticas do concelho que a Câmara de Odemira iniciou na passada semana e que vai decorrer até ao próximo mês de Março.
07h00 - quarta, 23/01/2019
BE de Santiago quer mais
verbas para freguesias
O Bloco de Esquerda (BE) de Santiago do Cacém acusa a mairia CDU na Câmara Municipal local de estar a tentar " asfixiar" as juntas de freguesia do concelho, ao reduzir a verba a transferir para estas entidades no âmbito do seu orçamento para 2019.
07h00 - terça, 22/01/2019
CPCJ da região
reuniram em Alcácer
Alcácer do Sal recebeu nesta segunda-feira, 21 de Janeiro, o Encontro Regional das Comissões de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) dos distritos de Lisboa, Santarém e Setúbal, que juntou dezenas de técnicos.
07h00 - terça, 22/01/2019
Praia de Milfontes no
nacional feminino sub-19
Não tem sido um caminho fácil, mas a evolução tem sido constante: assim se pode descrever a participação da equipa de futebol feminino do Praia de Milfontes de sub-19, que nesta temporada de 2018-2019 se estreia no campeonato nacional da categoria.

Data: 18/01/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial