07h00 - sexta, 07/01/2022

PS de Odemira critica declarações
de líder do Bloco de Esquerda

PS de Odemira critica declarações de líder do Bloco de Esquerda

A Concelhia de Odemira do PS veio a público criticar as declarações da líder do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, sobre o concelho, esperando que a dirigente bloquista peça "desculpa aos 30.000 odemirenses, gente boa que ama e se orgulha do seu território".
Em causa está o facto de Catarina Martins ter dito, na quarta-feira, 5, durante um debate televisivo para as eleições legislativas, que "não queremos que o nosso país seja uma gigantesca Odemira".
"Esta forma infeliz, demonstrativa de ignorância e principalmente de irresponsabilidade – que infelizmente não é caso único – ofende Odemira e os odemirenses", acusa o PS em comunicado.
Para os socialistas, "seria irresponsável" afirmar "que o grande dinamismo agrícola vivido nos últimos anos, em parte de duas das 13 freguesias do concelho, não trouxe novos desafios e os chamados danos colaterais, cujo mais notório é o da habitabilidade, mas isso é circunscrito a uma pequeníssima área do concelho de Odemira e infelizmente hoje comum a outras regiões de Portugal e em particular às grandes áreas metropolitanas, inclusive vivida no centro da capital do país".
O PS afirma ainda que esta "não é a realidade vivida nos 1.721 km2" de um concelho "cada vez mais atrativo, com potencial económico alicerçado em múltiplas atividades, como são bons exemplos a floresta, a agricultura, a pecuária, o comércio, o turismo ou a transformação de produtos locais".
"Poucos concelhos se podem orgulhar de ter a mais relevante área florestal do país, pertencer a um parque natural ímpar em área litoral, o rio navegável mais natural do país, um dinâmico perímetro de rega ou as melhores praias de Portugal", acrescentam os socialistas.
Tudo isto leva o PS de Odemira a afirmar que "querer fazer passar a ideia que esta é uma situação exclusiva" deste município "ou mesmo que se trata de uma realidade transversal a todo o concelho só pode ser fruto de desconhecimento" ou "má intenção".
Nesse sentido, os socialistas esperam que Catarina Martins, "que ainda irá participar em mais debates televisivos", e que "todos os que usaram essa metáfora de forma infeliz" possam "publicamente" pedir "desculpa aos 30.000 odemirenses, gente boa que ama e se orgulha do seu território".
"Em face da qualidade do nosso território – reconhecida pelos que aqui vivem, que aqui estudam, que aqui trabalham, que nos visitam pontual ou regularmente – a metáfora certa, todos o sabem, seria 'Nós queremos mais Odemiras'", conclui o comunicado do PS de Odemira.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 21/01/2022
Sines recebe
Taça Hugo dos Santos
em basquetebol
Benfica, Sporting, FC Porto e Oliveirense são as quatro equipas que participam neste fim-de-semana, 22 e 23 de janeiro, na 13ª edição da Taça Hugo dos Santos em basquetebol, que volta a decorrer no Pavilhão Multiusos de Sines.
07h00 - quinta, 13/01/2022
Impostos municipais
em Sines sem alterações
no ano de 2022
Os impostos municipais em Sines não vão sofrer alterações em 2022 face ao ano anterior, representando benefícios fiscais estimados em cerca de 1,1 milhões de euros para particulares e empresas do concelho.
07h00 - quarta, 12/01/2022
Câmara de Sines
cede duas
viaturas à GNR
A Câmara de Sines e a GNR assinaram, em Dezembro passado, um contrato de comodato tendo em vista a cedência "temporária e gratuita" de dois veículos municipais àquela força de segurança.
07h00 - terça, 11/01/2022
Parque de Merendas
de Sines está a
ser requalificado
A Câmara de Sines já tem a decorrer as obras de requalificação do parque de merendas, num investimento total de quase 163 mil euros que conta com apoio comunitário através do programa Alentejo 2020.
07h00 - quarta, 05/01/2022
EuroResinas chegou
ao "limite da sua
capacidade negocial"
A administração da EuroResinas, em Sines, onde arrancou nesta terça-feira, 4, uma greve de 10 dias, diz ter chegado "ao limite da sua capacidade negocial no que respeita a aumentos salariais" e espera que seja possível terminar com a "instabilidade" atual na empresa.

Data: 14/01/2022
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial