07h00 - sexta, 25/11/2022

Matias Baço: "O que me apaixona no bodyboard é o não haver limites"

Matias Baço: "O que me apaixona no bodyboard é o não haver limites"

Residente em Vale Juncal, na freguesia de São Teotónio (concelho de Odemira) e atleta do Núcleo de Bodyboard da Zambujeira do Mar, Matias Baço acaba de se sagrar campeão nacional de sub-14. Uma grande conquista para o jovem bodyboarder, que já ultrapassou obstáculos muito maiores na vida apesar de ter apenas 14 anos! Este título "representa o resultado do meu esforço ao longo destes anos em que tenho treinado em todas as condições do mar", diz em entrevista ao "SW".

És o novo campeão nacional de bodyboard sub-14. Que representa isso para ti?
Representa o resultado do meu esforço ao longo destes anos em que tenho treinado em todas as condições do mar.

Foi uma surpresa seres campeão ou já foste para a prova com essa expectativa?
Sim, foi uma surpresa! Mas mesmo antes do campeonato [nacional] fiquei na segunda colocação do Circuito do Sul, que foram as qualificações para o Nacional, o que me deu um "top 3" geral. Daí já vinha com balanço para o campeonato.

Como surgiu o bodyboard na tua vida?
Tive leucemia aos sete anos e quando finalizei o protocolo de quimioterapia, que durou dois anos, estava a precisar de me fortalecer e os meus pais, que são muito ligados ao mar, introduziram-me ao bodyboard. O meu pai tinha praticado a modalidade quando era mais novo e ensinou-me as bases. Entretanto, fiz um coachingclinic com o Daniel Fonseca e a seguir entrei para o Núcleo de Bodyboard da Zambujeira do Mar. Desde aí tenho o André Gonçalinho como treinador.

O que é que te "apaixona" nesta modalidade?
O que me apaixona nesta modalidade é o não haver limites, poder surfar ondas mais pesadas, maiores, saber que posso evoluir ainda mais, mandar manobras na parte mais crítica da onda.

Depois deste título, o objetivo é voltares a ser campeão em 2023?
Agora no próximo ano competitivo 2023 vou subir no escalão de Sub-14 para Sub-16 e o objetivo é treinar para chegar às finais.

Gostarias de vir a ser bodyboarder profissional e entrares, quem sabe, no circuito europeu ou mundial ou tens outras ambições para o teu futuro?
Gostaria de continuar a competir alcançando as minhas metas. Quanto ao [circuito] europeu ou mundial, é um sonho que vou trabalhar para realizá-lo.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - terça, 29/11/2022
Ensino superior já é
realidade em Odemira
"Um passo muito sério para a vida" dos "alunos e para o concelho de Odemira" – é desta forma que o presidente da Câmara de Odemira, Hélder Guerreiro, classifica a chegada do ensino superior ao município do Litoral Alentejano.
07h00 - segunda, 28/11/2022
Câmara de Odemira atribui
178 mil euros aos clubes desportivos
A Câmara de Odemira vai atribuir um total de 178.
07h00 - segunda, 28/11/2022
Renascente e
Odemirense ganham,
Milfontes goleado
As equipas do Renascente de São Teotónio e do Odemirense somaram neste domingo, 27, mais uma vitória no campeonato distrital da 1ª divisão de Beja.
07h00 - domingo, 27/11/2022
Odemira homenageia cante
alentejano com nova escultura
Um monumento ao cante alentejano vai ser inaugurado em Odemira neste domingo, 27, para comemorar os oito anos de classificação como Património Cultural Imaterial da Humanidade deste canto polifónico típico da região.
07h00 - sábado, 26/11/2022
Eleições na
Secção de Odemira
do PSD
Os militantes do PSD no concelho de Odemira vão este sábado, 26, às urnas, para escolher a nova comissão política, com o atual presidente Luís Bernardo Freitas a ser o único candidato.

Data: 25/11/2022
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial