07h00 - sexta, 27/10/2023

Odemira vai ter área de
gestão integrada da paisagem

Odemira vai ter área de gestão integrada da paisagem

O concelho de Odemira vai ter um apoio para a recuperação dos territórios ardidos no passado verão, através da criação de uma área integrada de gestão da paisagem. A medida, aprovada na passada semana em Conselho de Ministros, prevê um apoio total de 40 milhões de euros e abrange também o município de Castelo Branco.
Segundo a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, as novas áreas integradas de gestão de Odemira e de Castelo Branco vão permitir intercalar zonas de floresta, sobretudo autóctone, com zonas de agricultura e poderão trazer rendimentos aos proprietários, na perspetiva de que "prestam um serviço aos ecossistemas".
A ministra diz ainda que estarão disponíveis 40 milhões de euros para estas duas zonas, um valor acima dos cerca de 25 milhões de euros de prejuízos declarados após os incêndios, porque o objetivo não é apenas "repor aquilo que ardeu e ficou danificado, mas também introduzir medidas de resiliência".
Em ambas as zonas, o Governo pretende criar áreas integradas de gestão da paisagem, com intervenções "no sentido de ordenar em termos florestais o território, de intercalar a cultura da floresta" mais adequada à região, mais autóctone, "com a agricultura", explica.
A ministra salientou igualmente que este "é um projeto de médio e longo prazo" para Odemira, que está incluída na Rede Natura e "é muito sensível em termos de biodiversidade", mediante um sistema que permitirá "trabalhar com os proprietários dos terrenos", nos quais predomina o minifúndio e a propriedade privada, encontrando "uma equipa que faça a gestão e o ordenamento florestal dos territórios, bem como o agrícola".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quinta, 30/11/2023
Autarca de Odemira quer "mais
cinco a 10 médicos" no concelho
O presidente da Câmara de Odemira, Hélder Guerreiro, assume a ambição de, no curto prazo, o concelho contar com mais "cinco a 10 médicos".
07h00 - quarta, 29/11/2023
Canção "Grândola,
Vila Morena" candidata
a património nacional
A canção "Grândola, Vila Morena", eternizada por José Afonso e que serviu de senha na revolução de 25 de abril de 1974, vai ser candidatada a património nacional pela Câmara Municipal.
07h00 - terça, 28/11/2023
Sines celebra
geminação com
município polaco
A Câmara de Sines celebrou, na passada semana, um acordo de geminação com o município polaco de Plock, para "aprofundar uma relação de amizade" através de intercâmbios culturais, sociais, económicos, educativos e turísticos.
07h00 - segunda, 20/11/2023
Escassez de água
preocupa autarca de
Boavista dos Pinheiros
A escassez de água é uma das maiores preocupações do presidente da Junta de Boavista dos Pinheiros (Odemira), lamentando que na freguesia ainda existam pessoas sem abastecimento público.
07h00 - sexta, 17/11/2023
Ópera sobre
movimento dadaísta
em Odemira
O espetáculo de ópera "Manifesto Nada", de António Sousa Dias e interpretada pelo barítono Rui Baeta e pelas sopranas Joana Manuel e Célia Teixeira, é apresentada neste sábado, 18, no cineteatro Camacho Costa, em Odemira.

Data: 24/11/2023
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial