07h00 - quarta, 24/04/2024

Carlos Beato:
"O 25 de Abril
valeu a pena!"

Carlos Beato: "O 25 de Abril valeu a pena!"

Antigo presidente da Câmara de Grândola, Carlos Beato esteve ao lado de Salgueiro Maia na madrugada libertadora de 25 de Abril de 1974. Em entrevista ao "SW" faz um balanço positivo de quase meio século de Democracia em Portugal.

Já recordou por inúmeras vezes, de norte a sul, a madrugada de 25 de abril de 1974, em que saiu de Santarém ao lado de Salgueiro Maia para mudar "o estado a que isto chegou". Mas deixando de lado o simbolismo desse momento, pergunto-lhe: qual a principal memória que guarda dessas longas horas?
A principal memória que um militar miliciano como eu ainda hoje guarda daquela ma-drugada libertadora foi que um punhado de jovens – cerca de 200 –, voluntariamente, disseram sim ao grande capitão Salgueiro Maia para participar na operação "Fim do re-gime", que devolveu a Liberdade e a Democracia ao nosso povo. Isso é uma coisa que, ainda hoje, passados 50 anos, é algo que me tem feito bem.

Tinha noção, quando partiu da Escola Prática de Cavalaria, em Santarém, do que esse gesto voluntário dos militares estava em vias de concretizar para o país? Havia noção entre vós do potencial alcance e da repercussão que a essa iniciativa poderia ter para Portugal e para os Portugueses?
Não sabíamos ao que íamos, mas sabíamos que íamos pelo ideal da Liberdade, da De-mocracia e de proporcionar novas oportunidades para o nosso povo. Agora o que íamos encontrar não sabíamos… Mas graças à organização da operação militar, graças à adesão do povo – que desde a primeira hora, quando chegámos a Lisboa, esteve ao nosso lado – e graças ao comando e à liderança desse grande comandante e alentejano que era Sal-gueiro Maia, desde muito cedo que começámos a sentir que a operação ia correr bem e que, de facto, Portugal ia deixar de ser um país "orgulhosamente só" no contexto inter-nacional. Iríamos passar a ter outras oportunidades, não só de Liberdade e Democracia, mas também de justiça social, de igualdade para todos e de ajudarmos a construir um país mais desenvolvido, onde as pessoas pudessem ser mais felizes. E hoje, passados 50 anos, acho que o 25 de Abril valeu a pena!

Tem passado por muitas escolas para falar da sua experiência. Sente ser cada vez mais essencial explicar às novas gerações por que razão foi o 25 de Abril de 1974 tão importante para Portugal?
Claro que é essencial, porque os jovens vão ser o futuro e, naturalmente, não têm ideia do que se passou. E terem tido a oportunidade de estar aqui com um protagonista dessa madrugada e dessa operação ajuda a terem, na sua mente e nas suas preocupações soci-ais, económicas e políticas, uma ideia de que o Portugal de hoje não é o Portugal de há 50 anos. Ainda bastante há por fazer, mas por tudo o que foi feito e onde chegámos, os jovens são fundamentais para as nossas terras e para o nosso povo.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - quarta, 19/06/2024
Operação de
esterilização de gatos
errantes em Grândola
A equipa do Gabinete de Veterinária da Câmara de Grândola capturou, esterilizou e libertou 159 gatos errantes no concelho, na semana passada, tendo ainda recolhido 32 gatinhos que estão disponíveis para adoção.
07h00 - terça, 18/06/2024
Câmara de Grândola atribui
mais de 1ME às juntas de freguesia
A Câmara de Grândola vai atribuir, neste ano de 2024, mais de um milhão de euros às juntas de freguesia do concelho, no âmbito dos acordos de delegação de competências e de protocolos de colaboração.
07h00 - segunda, 17/06/2024
Criminalidade voltou a aumentar
no Alentejo Litoral em 2023
A criminalidade aumentou, pelo quarto ano consecutivo, nos cinco concelhos do Alentejo Litoral, onde foram registados mais 161 crimes participados em 2023 face ao ano anterior.
07h00 - segunda, 17/06/2024
Câmara de Grândola
alerta para falta de
condições da estação
O presidente da Câmara de Grândola, António Figueira Mendes, alertou para a falta de condições da Estação Ferroviária, salientando a importância deste serviço na "mobilidade do concelho e da região".
07h00 - quinta, 06/06/2024
Desafios do turismo no
Alentejo Litoral "em reflexão"
A Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo promoveu nesta quarta-feira, 5, em Grândola e na Comporta, sessões de trabalho sobre os desafios do setor no território do Alentejo Litoral.

Data: 14/06/2024
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial