11h12 - quinta, 02/09/2021

Desrespeito pelos cidadãos


Carlos Pinto
No recente incêndio que, em meados de agosto, devastou perto de 1.100 hectares de floresta no interior do concelho de Odemira, veio à tona um problema antigo sentido por todos aqueles que vivem, trabalham ou simplesmente passam pela zona: a inexistência, em muitos locais, de rede de telemóvel.
A situação não é nova e motivou mesmo o protesto do presidente da Câmara Municipal, José Alberto Guerreiro, que na altura reconheceu: "Outro dos grande lamentos que deixo é o facto de, ao fim de tantos anos passados sobre o grande incêndio que tivemos em 2003 e de tantas insistências que temos feito com as operadoras, ainda não tenhamos comunicações em condições" [ver notícia na página ao lado].
Ora sendo o problema antigo, não deixa de ser igualmente demonstrativo do desrespeito que as grandes empresas, detentoras de verdadeiros monopólios, continuam a demonstrar pelos cidadãos, alguns dos quais, imagine-se!, seus clientes.
O que está aqui em causa é também uma questão de segurança, mas sobretudo uma questão de justiça. Porque todo o território e todos os cidadãos devem ser tratados de forma igual, sem proveito de uns em prejuízo dos outros. E essa é uma obrigação que compete a todas as empresas, independentemente de estarem mais ou menos vocacionadas apenas para o lucro. Porque responsabilidade social é algo que deve ser imputado a todos.
É portanto urgente que esta situação seja retificada, tanto no interior do concelho de Odemira como em muitos outros pontos do país, onde sucede exatamente o mesmo (basta fazer uma viagem de carro longe das autoestradas e os exemplos são mais que muitos).
E se as empresas de telecomunicações não tiverem a sensibilidade para corrigir e debelar este problema, existem organismos públicos que têm a responsabilidade de impor esta soluções, ao invés de se limitarem a emitir pareceres inócuos e que de pouco ou nada servem.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 20/05/2022
Sporting e Benfica
na final da Taça de
futsal em Sines
As equipas de futsal do Sporting e do Benfica vão disputar no sábado, 21, pelas 20h00, a final da Taça de Portugal, que terá por "palco" o Pavilhão Multiusos de Sines.
07h00 - sexta, 20/05/2022
Odemira recebe Torneio
Regional de natação
no fim-de-semana
A Piscina Municipal de Odemira recebe neste fim-de-semana, 21 e 22 de maio, o Torneio Regional de Fundo e Nadador Completo, numa organização da Associação de Natação do Alentejo, em parceria com a Câmara Municipal.
07h00 - sexta, 20/05/2022
Portugal negoceia com
Alemanha e Polónia distribuição
de gás a partir de Sines
Portugal está a negociar com a Alemanha e com a Polónia a possibilidade de distribuição de gás natural a partir do Porto de Sines, adianta a edição desta sexta-feira, 20, do jornal diário "Público".
07h00 - sexta, 20/05/2022
Grandes incêndios preocupam bombeiros no concelho de Odemira
A possibilidade de terem de acorrer a um grande incêndio na área florestal do município, associada à escassez de água, é a maior preocupação dos comandantes das duas corporações de bombeiros voluntários do concelho de Odemira no arranque do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) para 2022.
07h00 - quinta, 19/05/2022
Alunos da ESEL
estagiam em
Santiago do Cacém
Um grupo de seis alunos da Escola Superior de Educação de Lisboa (ESEL) vão estar, até dia 3 de junho, em Santiago do Cacém, a realizar trabalhos nas áreas da Cultura, elaborando recolhas de memórias e estudos de peças.

Data: 20/05/2022
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial