16h27 - quinta, 14/10/2021

Renascer das cinzas!


Carlos Pinto
A madrugada de nove de outubro de 2021 ficará para sempre na história do Clube Fluvial Odemirense (CFO)… pelas piores razões! Foi nessa alvorada que as chamas destruíram aquilo que custou a construir ao longo de 37 anos, num ato de pura ignomínia e de uma maldade impossível de compreender.
Apesar de soalheira, a manhã desse sábado despertou em Odemira com cinzas e lágrimas. Porque mais que os equipamentos destruídos e o avultado prejuízo causado, a maior perda provocada pelo fogo foi mesmo a de levar consigo as recordações que aquele espaço trazia a todos aqueles que o frequentavam (ou frequentaram).
"Foi uma verdadeira tragédia! Foi a destruição de toda a vida do clube. Neste momento estamos quase a zero", sintetiza de forma emocionada o presidente do CFO, Ilídio Soares, na entrevista concedida ao "SW" que pode ler nas páginas ao lado.
Mas feito o "luto" dessas memórias, a hora é de arregaçar as mangas. E nesse sentido, a comunidade de Odemira tem sido inexcedível. Sejam aqueles que têm contribuído no âmbito da campanha de angariação de fundos entretanto lançada pelo clube, sejam as mais diversas instituições e coletividades que têm manifestado a sua disponibilidade para apoiar – nas mais variadas formas – o CFO, todos têm demonstrado um verdadeiro sentido de solidariedade e de comunidade, numa onda que se quer imparável.
É nos momentos mais difíceis e nas horas de tragédia que a humanidade costuma mostrar o que tem de melhor. Os odemirenses estão a dar esse exemplo. E seguramente que o Fluvial Odemirense irá "renascer das cinzas" para continuar a promover os valores do desporto, da entreajuda e da cidadania.

2. O futuro anuncia-se risonho para Sines. Ao investimento da Repsol "apadrinhado" esta semana pelo primeiro-ministro, António Costa, juntam-se o futuro megacentro de dados "Sines 4.0", o novo cabo de fibra ótica Ellalink (que liga a Europa ao Brasil) e a ampliação do Terminal XXI. Todos estes projetos representam muitos milhões de euros que podem vir a transformar Sines num dos principais centros económicos do país, mas também permitir à região afirmar-se de vez no panorama internacional. Que assim seja.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado

07h00 - sexta, 20/05/2022
Sporting e Benfica
na final da Taça de
futsal em Sines
As equipas de futsal do Sporting e do Benfica vão disputar no sábado, 21, pelas 20h00, a final da Taça de Portugal, que terá por "palco" o Pavilhão Multiusos de Sines.
07h00 - sexta, 20/05/2022
Odemira recebe Torneio
Regional de natação
no fim-de-semana
A Piscina Municipal de Odemira recebe neste fim-de-semana, 21 e 22 de maio, o Torneio Regional de Fundo e Nadador Completo, numa organização da Associação de Natação do Alentejo, em parceria com a Câmara Municipal.
07h00 - sexta, 20/05/2022
Portugal negoceia com
Alemanha e Polónia distribuição
de gás a partir de Sines
Portugal está a negociar com a Alemanha e com a Polónia a possibilidade de distribuição de gás natural a partir do Porto de Sines, adianta a edição desta sexta-feira, 20, do jornal diário "Público".
07h00 - sexta, 20/05/2022
Grandes incêndios preocupam bombeiros no concelho de Odemira
A possibilidade de terem de acorrer a um grande incêndio na área florestal do município, associada à escassez de água, é a maior preocupação dos comandantes das duas corporações de bombeiros voluntários do concelho de Odemira no arranque do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) para 2022.
07h00 - quinta, 19/05/2022
Alunos da ESEL
estagiam em
Santiago do Cacém
Um grupo de seis alunos da Escola Superior de Educação de Lisboa (ESEL) vão estar, até dia 3 de junho, em Santiago do Cacém, a realizar trabalhos nas áreas da Cultura, elaborando recolhas de memórias e estudos de peças.

Data: 20/05/2022
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial